Aposentadoria na França: veja como funciona e como receber a sua

É crescente a vontade de viver na Europa por parte dos brasileiros. Proporcionalmente, aumentam a busca por informações relacionadas a empregos, condições de vida e como funciona a questão da aposentadoria. Se quer saber tudo sobre a aposentadoria na França, não deixe de ler esse artigo.

Aposentadoria na França: direitos e deveres

Os deveres para se aposentar na França

  • O tempo de contribuição na França é calculado por trimestres. O tempo de contribuição atualmente é o equivalente a 172 trimestres (ou seja 43 anos trabalhados; lembrando que o aumento do tempo de contribuição é gradual);
  • Idade mínima da aposentadoria são 62 anos, no entanto se optar por aposentar com essa idade o valor recebido será parcial;
  • De 67 anos para cima, a pessoa receberá o valor integral, ou seja, proporcional ao seu tempo de contribuição.

Para calcular o valor a ser recebido, leva-se em consideração: o salário base (que é determinado pela média salarial de 25 melhores anos trabalhados); a taxa de liquidação (que será aumentada um pouco mais que 1% por ano por tempo a mais de contribuição) e o tempo total da contribuição.

Os direitos garantidos para aposentar na França

Existe a possibilidade de solicitar a aposentadoria na França antecipadamente, antes de atingir a idade legal. As três situações são: pensão por atividade profissional de natureza penosa ou desgastante, pensão por incapacidade permanente ou pensão por motivo de longa carreira contributiva.

Para saber mais acesse site do regime francês de proteção social (em francês).

Vantagens e desvantagens da aposentadoria na França

Conheça quais são as vantagens e as desvantagens da aposentadoria na França:

Precisa enviar dinheiro para o exterior?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Vantagens

  • A vantagem de se aposentar na França e viver por lá é que, comparado ao Brasil, a qualidade de vida é maior, assim como a segurança;
  • Não é uma vantagem ter ficado exposto à riscos ao longo da vida, mas os trabalhadores que exerceram funções passíveis de insalubridade conseguem se aposentar mais cedo, devido aos perigos que foram expostos no decorrer das jornadas de trabalho.

Desvantagens

  • Se a pessoa tem 62 anos e mais de 40 anos trabalhados, mesmo assim ela vai sofrer importantes descontos. O valor que ela vai receber fica em torno de 60% do seu salário enquanto trabalhava;
  • O salário do aposentado francês muitas vezes não é suficiente para conseguir se manter no país;
  • As mulheres recebem aproximadamente 40% menos que os homens pelos motivos já conhecidos: recebem salários menores, têm a carreira mais vezes interrompida por causa dos filhos ou de discriminação no mercado de trabalho.

Conheça também as vantagens e desvantagens de morar na França.

Recebendo sua aposentadoria na França

Se você já se aposentou no Brasil, e pretende se mudar para a França, saiba que é possível receber mensalmente sua aposentadoria por lá.

Existe a possibilidade da transferência através de plataformas online como a Remessa OnlineTransferwise, Western Union, MoneyGram, entre outras. Não deixe também de verificar como enviar dinheiro para o exterior pelo banco.

Qual é melhor? Remessa Online ou TransferWise? Veja um comparativo entre as duas plataformas. Esteja sempre atento a cotação do euro e monitore constantemente para aumentar as chances de encontrar taxas mais baixas.

Modelo de repartição: o sistema de previdência na França

A previdência na França funciona em um sistema denominado modelo de repartição. Ou seja, a contribuição que o trabalhador provém é o que financia o benefício do aposentado.

As contribuições são compulsórias e classificam-se da seguinte forma:

  •  Empregado (6,75% salário do benefício);
  • Quem emprega (10%, sendo 8,4% do salário do benefício e 1,6% aplicado no restante do salário).

Veja também como receber aposentadoria morando no exterior: um guia prático.

Reformas previdenciárias

A aposentadoria na França é um tema de muitas discussões no país. Segundo especialistas, as reformas que ocorreram na França têm como objetivo reparar o enorme rombo da previdência.

A idade mínima para aposentadoria na França aumentou para 62 anos (salientando que a regra é para quem nasceu a partir de 1955), o aumento da idade para aposentadoria total também aumentou assim como o tempo de contribuição.

Essas reformas aconteceram entre 2010 e 2013, o que não deixou a população nada satisfeita. Diversas manifestações e discussões aconteceram, em muitos locais do país, indo contra as mudanças na previdência.

No artigo do períodico Vozes do Mundo “França: maioria da população tem medo da pobreza na aposentadoria“, vemos que grande parte da população do país fica assustada quando o tema é aposentadoria e a forma de sustento quando não estiver mais trabalhando e apenas dependendo do benefício.

Acordo previdenciário Brasil x França

Os países possuem um acordo, onde um brasileiro que vive na França, ou um francês que reside no Brasil, pode solicitar a contabilização do tempo de contribuição em ambos os países e assim ter direitos à aposentadoria por idade, por invalidez e pensão por morte.

Além da França, o Brasil possui acordos previdenciários também com a Alemanha, Espanha, Grécia, Luxemburgo, Itália, Portugal entre outros.

Leia também como receber aposentadoria na Itália e como receber aposentadoria em Portugal.

Solicitando a aposentadoria na França

Se você está no Brasil, e pretende solicitar sua aposentadoria na França, acesse o site da Previdência e preencha o formulário que se enquadra na sua situação e aproveite essa fase no país europeu!

Leia também como morar legalmente na França e também tudo sobre o seguro viagem para França, um documento obrigatório para entrar no país.

Yara é farmacêutica e pós-graduanda em metodologias ativas para a educação. Totalmente apaixonada por viagens e conhecer novas culturas, ama compartilhar tudo o que vê por aí, através da escrita. Realizou um grande sonho fazendo intercâmbio na Califórnia em 2016, e mobilidade acadêmica em Coimbra no ano seguinte. Paulista que se encantou pelo Porto, mas é louca por Londres, não consegue decidir qual é sua cidade preferida. Adora fazer um mochilão e acredita que conhecer grande parte do mundo é possível. Sempre que tem a chance dá dicas de gastronomia, pontos turísticos e cidades diferentes. Seu amor pela Europa começou há 3 anos e desde então morou em Portugal e viajou pela Espanha, Bélgica, Inglaterra, Alemanha e Itália.

Artigos relacionados

Trabalhar na França: salários, visto e como encontrar vaga

Considerando trabalhar na França? Confira tudo que é preciso saber para conseguir um emprego, o valor dos salários, como procurar e se é preciso visto.

Salário mínimo na França: o valor em 2020 e custo de vida

Você sabe qual é o salário mínimo na França? Descubra o valor, quando ele aumenta e ainda informações sobre o seguro desemprego no país.

Sites de emprego na França: conheça os melhores

Você quer um emprego na França? Compartilhamos uma lista com os melhores sites de emprego na França e várias dicas para procurar trabalho por lá.

Custo de vida na França: quanto é preciso para viver no país

Veja qual é o custo de vida na França, um dos países mais procurados por estrangeiros para morar. Conheça o custo da alimentação, moradia, saúde e mais.

Morar na França: tudo sobre visto, emprego e custo de vida

Veja qual o visto necessário para morar na França, o mercado de trabalho, as melhores cidades para morar, quanto custa e vantagens e desvantagens.

Profissionais em falta na França: veja quais são e os salários

Sabia que existem profissionais em falta na França? Saiba quais áreas que têm maior carência de profissionais e quais os que setores que mais empregam.

Câmbio de moedas

EURO € : R$ 0.00

LIBRA £ : R$ 0.00

DÓLAR $ : R$ 0.00

Ouça nosso Podcast

Curta nossa página

Euro Dicas no Youtube