10 coisas que ninguém te conta sobre morar em Lisboa

Quando decidimos nos mudar para outro país, pesquisamos artigos que dizem tudo o que precisamos saber, a fim de evitar surpresas desagradáveis. Mas você sabe quais são as coisas que ninguém te conta sobre morar em Lisboa?

É claro que nem todos os aspectos da vivência em outro país são abordados nos artigos de forma geral. Caso contrário, eles teriam quase o mesmo tamanho que uma dissertação de mestrado. Entretanto, é interessante saber também acerca de alguns assuntos que não são comumente abordados em tais artigos e que, ainda assim, chamam a atenção quando nos mudamos.

Coisas que ninguém te conta sobre morar em Lisboa (e só quem vive por aqui sabe)

Morar em Lisboa é uma experiência muito gratificante. Além de a cidade ser linda por si só, ela também respira cultura e história. Há muito para se ver e se viver ao se mudar para a capital portuguesa.

No entanto, alguns fatores costumam chamar a atenção de brasileiros de forma geral ao mudarem-se para Lisboa. Ainda que esses fatos não sejam mencionados com frequência, se destacam na nossa rotina na cidade.

1. Os lisboetas adoram uma buzina

De forma geral, dirigir em Lisboa é uma aventura memorável, e não o digo em um sentido positivo. Para além de serem irritadiços no trânsito, os lisboetas têm uma predileção por utilizarem a buzina com frequência.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Uma das coisas que ninguém te conta sobre morar em Lisboa é que é comum que os lisboetas comecem a buzinar assim que o farol abre, na tentativa de apressar aqueles que estão à sua frente. Parece até mesmo uma sinfonia nada agradável de se ouvir.

Além disso, o fato de estacionarem em fila dupla com frequência, que rende muitas buzinadas na tentativa de chamar a atenção de quem estacionou mal para que a pessoa mova o carro.

Esse, aliás, é outro costume muito frequente em Lisboa. Com frequência os lisboetas estacionam em fila dupla e até mesmo em fila tripla. Haja paciência!

2. Os botecos fazem excelente comida a baixos preços

Na lista de coisas que ninguém te conta sobre morar em Lisboa, com certeza devem entrar os restaurantes simples nos quais se pode comer superbem a deliciosa comida portuguesa a preços baixos.

Na verdade, esses pequenos restaurantes não são chamados de boteco em Portugal, mas escolhi essa palavra apenas para fazer a associação em sua cabeça. É comum que procuremos por lugares para comer em guias turísticos ou aplicativos de avaliação de restaurantes, mas, em Lisboa, isso nem sempre é preciso.

Há muitos restaurantes pequenos que não possuem uma página badalada no Instagram ou avaliação positiva no Time Out Lisboa, mas que fazem uma comida digna de ser aplaudida.

Uma das coisas que ninguém te conta sobre morar em Lisboa é que um restaurante não necessariamente precisa ser bonito para ter uma comida memorável. As famosas tasquinhas podem aparecer de muitas formas. Há as tascas mais tradicionais, recomendadas em blogs e revistas, e aquelas que se parecem muito com o cenário do boteco brasileiro. Aposte em ambas.

3. A noite lisboeta acontece em partes

Dentre as coisas que ninguém te conta sobre morar em Lisboa é que a noite portuguesa acontece em partes, ao menos no caso da capital. O que isso quer dizer?

Qualquer artigo na internet que fale sobre a noite de Lisboa dirá que é possível farrear até de manhã. E, com frequência, cita-se o Bairro Alto, famoso por seus bares e pequenas baladas.

No entanto, esses locais fecham por volta das duas ou três da manhã, já que o Bairro Alto continua a ser residencial. Após essa hora, nem mesmo os famosos kebabs ficam abertos.

E é nesse momento que o movimento mais comum de quem mora em Lisboa é descer até as baladas do Cais do Sodré, que ficam abertas até oito horas da manhã. Os desavisados podem acreditar que a noite lisboeta acaba no Bairro Alto, mas ela apenas começa ali.

Veja também: restaurantes brasileiros em Lisboa.

4. As calçadas escorregam demais

Essa é uma das coisas que ninguém te conta sobre morar em Lisboa que acredito que deveria estar estampada em todos os manuais. Foram inúmeros os meus tombos até aprender a tomar cuidado com as calçadas portuguesas.

Essas calçadas são comumente escorregadias para quem não está acostumado a andar nelas, mas tornam-se especialmente perigosas em dias de chuva.

Os portugueses, de forma geral, estão acostumados a caminhar em tais calçadas, mas costumam alertar os estrangeiros. Leve esse alerta a sério.

Quando for comprar roupas novas, para além de prestar atenção nas diferenças de tamanhos, lembre-se que sapatos com sola de borracha costumam escorregar menos.

5. Cerveja compartilhada é coisa de brasileiro

Dentre as coisas que ninguém te conta sobre morar em Lisboa, acredito que essa seja a mais universal. Não é só um costume lisboeta, mas europeu de forma geral: as cervejas são individuais.

Sabe aquela cena comum brasileira de muitos amigos sentados na mesa do bar, centenas de garrafas compartilhadas em cima da mesa e a dor de cabeça na hora de dividir o valor da conta no final? Ela não existe aqui.

As cervejas costumam ter o tamanho de 200ml, e mesmo os copos de 500ml são individuais, em forma de caneca. É quase uma garrafa toda somente para você.

Mas, ainda assim, é um excelente método para fazer amigos.

6. O carnaval é tudo de bom

A influência brasileira em Lisboa é cada vez mais clara, e tem se feito presente sobretudo na época do carnaval. Uma das coisas que ninguém te conta sobre morar em Lisboa é que, se sentir saudades, terá carnaval para você.

Dos blocos de rua aos pequenos desfiles, as opções são inúmeras para todos os gostos. Na verdade, o carnaval lisboeta tem se tornado tão popular que pessoas de outros países da Europa vem para cá apenas para ter o gostinho do que é essa grande festa.

É importante, no entanto, lembrar que em fevereiro ainda é frio por aqui.

7. Mil formas de se pedir um café

Abatanado, café curto, café muito curto, café cheio, meia de leite, galão, café com cheirinho, café sem ponta… são tantos nomes que você pode até desistir do café.

Pode ser complexo tomar aquele cafezinho após o almoço se você não souber exatamente o que quer. Ainda que no menu, de forma geral, os nomes sejam os clássicos italianos como expresso, cappuccino, latte ou mocha, é comum que os termos usados sejam os listados acima, dentre outros.

Na dúvida, peça o café cheio, que se assemelha mais com o nosso popular cafézinho. E não, até hoje não sei o que são todos esses outros nomes.

pedir um café em Lisboa

Veja também: passagem aérea para Lisboa: saiba quanto custa e dicas para comprar

8. Lisboa é vivida nos pequenos bairros

É claro que os pontos turísticos tradicionais são lindos e devem ser visitados, mas a verdade é que, se você não morar perto de um deles, não necessariamente irá para lá com frequência.

Os bairros lisboetas são muito completos, com opções próprias de lazer, supermercados, escolas e restaurantes. Se você é de uma cidade pequena no Brasil, provavelmente achará Lisboa grande. Se é de uma cidade grande (como eu, que sou de São Paulo), a cidade irá ressignificar seu conceito de cidade grande.

Isso porque são tantas as opções de lugares para frequentar em cada bairro, com as pequenas lojinhas locais, que por vezes pode parecer desnecessário atravessar a cidade para comprar algo. É necessário explorar o seu bairro. Com certeza você irá se surpreender.

9. É permitido fumar dentro de estabelecimentos

Essa é, definitivamente, uma das coisas que ninguém te conta sobre morar em Lisboa que mais me irrita. É permitido fumar dentro de estabelecimentos como bares e baladas. É dos costumes de Portugal que mais irrita aos brasileiros.

Alguns desses estabelecimentos têm locais mais indicados para os fumantes ficarem, mas algo que reaprendi morando na capital lisboeta é voltar para casa após a balada com cheiro de cigarro na roupa. Infelizmente.

10. O transporte público funciona, mas não muito

É preciso paciência para utilizar o sistema de transporte público português, ao menos no caso da capital. Ele é bem vasto, com metrôs, bondes de superfície, trens e ônibus. No entanto, a espera pode ser longa.

Ainda que haja aplicativos para verificar quando partirá o próximo trem, avisos dos horários do metrô nas plataformas e letreiros com os horários dos ônibus, os atrasos são comuns.

Há vezes em que o letreiro no metrô, por exemplo, pode te dar a triste notícia de que o próximo partirá somente daqui dez minutos.

Ou então, você pode estar na parada de ônibus esperando por um bom tempo só para ver que, finalmente, seu ônibus está vindo e, atrás dele, vem outro igual. Por vezes, podem vir três de uma vez e depois se passar uma boa hora antes que ele venha de novo.

De forma geral, o transporte público funciona, mas é preciso sim ter um pouco de paciência. Além disso, se você mora na cidade, fazer o passe mensal pode ser uma boa opção. Por 30€, você pode circular à vontade dentro da capital e, por 40€, pode circular em toda a região metropolitana de Lisboa (que inclui mais de 18 distritos).

E então, qual dos itens mais te surpreendeu sobre as coisas que ninguém te conta sobre morar em Lisboa?

Carol é natural de São Paulo, mas já morou na Itália, Irlanda e, atualmente, mora na capital de Portugal, Lisboa. Formada em Letras pela Universidade de São Paulo, ela faz mestrado em tradução na Universidade de Lisboa e trabalha como redatora por paixão. Comunicativa, gosta de compartilhar dicas sobre viagem, tecnologia e a vida no exterior por acreditar que essas informações possam ajudar outras pessoas. Ela também é criadora de conteúdo no Instagram, na área de edição de vídeos.

Artigos relacionados

Como trabalhar em Portugal: visto, salários e oportunidades

Todos os passos para trabalhar em Portugal: veja como obter o visto de trabalho, média salarial, os melhores sites de emprego e mais.

Visto para Portugal: tipos, custos e como solicitar o seu

Vai se mudar para Portugal?Sozinho ou com a família? Confira o visto necessário, custos e procedimentos passo a passo para viajar tranquilo.

Como morar em Portugal em 2020 (Guia Atualizado!)

Dicas que ninguém te conta sobre como morar em Portugal na primeira pessoa: passo a passo, como conseguir um visto, qual é o custo de vida e mais.

Sites de emprego em Portugal: veja a lista com os melhores

Descubra os melhores sites de emprego em Portugal e algumas alternativas para encontrar a sua vaga, seja através de sites, agências ou pelas redes sociais.

Custo de vida em Portugal 2020: quanto custa viver no país

Conheça o custo de vida em Portugal, quanto custa alugar apartamento, fazer compras do mês, gasto com saúde, transporte e salário para viver no país.

Estudar em Portugal de graça: programas e bolsas de estudo

Estudar em Portugal de graça pode ser mais comum do que você imagina, basta ser aprovado em programas de bolsas e intercâmbios. Veja como se inscrever!

Câmbio de moedas

EURO € : R$ 0.00

LIBRA £ : R$ 0.00

DÓLAR $ : R$ 0.00

Ouça nosso Podcast

Curta nossa página

Euro Dicas no Youtube