Como empreender na França: dicas para abrir seu próprio negócio no país

França  / 

Saber como empreender na França é o primeiro passo para você abrir um negócio no país. Afinal, conhecendo os procedimentos burocráticos adotados pelo governo francês, você reduz as chances de ter dores de cabeça e aumenta as chances de ter sucesso.

Continue lendo este artigo e saiba como é o processo de abertura de empresa na França, os documentos necessários e os melhores setores.

Como empreender na França: tudo o que você precisa saber

Entender todo o processo de como empreender na França é crucial para os estrangeiros que pretendam abrir uma empresa no país. Afinal, se todos os trâmites burocráticos não forem realizados da maneira correta, certamente a abertura do negócio será atrasada ou até impossibilitada.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »

Para evitar que isso aconteça, elaboramos um passo a passo de como empreender neste país. Confira:

Solicite o visto de residência

Se você pretende abrir uma empresa no exterior, mas ainda está no Brasil, o seu primeiro passo é solicitar o visto para a França. O recomendado é que ele seja na modalidade para investidor ou empreendedor.

Esse documento é emitido pelo Consulado Francês no Brasil e pode ser aprovado em um prazo de 3 meses. Lembramos também que para garantir a sua entrada na França você vai precisar também de um seguro viagem Europa. Esse documento é obrigatório para entrar no país.

Providencie a Carte de Séjour

Após o seu visto ser aprovado, você tem o prazo de 2 meses para solicitar a Carte de Séjour. Esse documento tem o mesmo valor de uma carteira de identidade e permite que você more na França legalmente.

Para solicitar a Carte de Séjour, você precisará enviar um formulário pelo Correio francês. Em seguida, visitar o órgão de administração da cidade na qual você pretende morar e estabelecer o seu negócio.

Registre a empresa no Centre de Formalités des Entreprises

O próximo passo de como empreender na França consiste no registro da empresa no Centre de Formalités des Entreprises (CFE). O procedimento pode ser iniciado pela internet através do site oficial do CFE.

Existem postos do CFE nas principais cidades francesas. O órgão recebe os trâmites para abertura de empresa e a emissão das demais declarações.

Receba o certificado da abertura de empresa

Após o CFE aprovar o pedido de abertura de empresa, o Tribunal do Comércio irá emitir o certificado e o registro do “K-bis”. Basicamente, é um documento de identificação da empresa e que oficializa o seu funcionamento.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é o Remessa Online.


No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »

documentos de como empreender na franca

Como empreender na França: saiba o que é necessário

Empreender na França ou em qualquer lugar do mundo não é uma tarefa fácil. Afinal, além de cumprir com as exigências legais, abrir uma empresa ainda exige o cumprimento de outros requisitos essenciais.

Os principais procedimentos que precisam ser realizados são:

  • Abertura de conta bancária na França;
  • Contratação de uma assessoria contábil francesa;
  • Aluguel ou compra do imóvel do estabelecimento comercial;
  • Contratação de colaboradores;
  • Pagamento de impostos.

Mas, como um bom empreendedor, você precisa estar preparado quanto ao surgimento de outros imprevistos. Uma dica bacana é elaborar um plano de negócios completo sobre o seu empreendimento. Esse documento também será válido se você desejar pedir um financiamento bancário.

Aprenda o passo a passo de como abrir conta na Europa.

Vistos, documentação e custos para empreender na França

Como já foi dito, é obrigatório ter um visto para conseguir abrir uma empresa em qualquer cidade francesa.

A modalidade mais indicada é o de “Habilidades e Competências” que permite a abertura ou aquisição de uma empresa. Esse tipo de visto tem duração de 3 anos e pode ser renovado após esse período.

Documentos para o visto

  • Formulário de visto preenchido corretamente;
  • Cópia da certidão de nascimento e casamento;
  • 2 fotografias recentes no tamanho 3,5 cm x 4,5 cm, sem ser datado, coloridas e com fundo branco;
  • Passaporte válido;
  • Comprovantes financeiros pessoais.

Confira quais são e como obter os documentos para morar na França.

Documentação para registro da empresa

  • Original do contrato social, indicando os nomes dos diretores e auditores do processo;
  • 2 cópias do relatório do auditor;
  • Cópia do registro da propriedade ou do contrato de aluguel do estabelecimento;
  • Exemplar do jornal onde foi publicado a abertura da empresa;
  • Cópia dos passaportes, documentos de identidade ou certidão de nascimento dos diretores;
  • Cópia da certidão negativa de antecedentes criminais dos diretores da empresa;
  • Cópia da licença profissional ou diploma necessário para o exercício da profissão regulamentada;
  • Certificado de depósito do valor do capital inicial.

Custos para abertura da empresa

Todo o processo burocrático de como empreender na França custa aproximadamente 300€, o equivalente a R$1.296,39 segundo a cotação de Junho de 2019. Somado a isso, você deve adicionar no seu orçamento outras despesas como a contratação do serviço contábil que pode custar em torno de 1.000€.

Reserve o valor do capital inicial, aluguel do estabelecimento e do salário dos seus colaboradores na França. Também adicione no seu planejamento financeiro o custo de vida na França e o valor do salário mínimo na França.

negocios para abrir na frança

Tipos de negócios e exemplos de como empreender na França

Na França, as pequenas e médias empresas (PMEs) representam cerca de 90% do universo empresarial do país. Por isso, são um dos modelos de negócios mais atrativos para os investidores.

Nesse segmento, as franquias ainda ganham destaque como um dos melhores empreendimentos para os estrangeiros. Elas são negócios consolidados e com modelo de gestão adaptado para a cultura francesa. Além disso, o procedimento de abertura é facilitado. Por isso, representam um risco menor para investidores.

Confira abaixo quais são os setores de franquias mais procurados no país:

  • Centros de beleza;
  • Fast food e restaurantes;
  • Setor de moda;
  • Agências de viagens;
  • Restaurações;
  • Serviços infantis.

Uma opção interessante é investir em empresas no segmento de serviços. Esse mercado está em plena ascensão no país e pode oferecer uma alta lucratividade.

Benefícios de empreender na França

Desde 2015, o processo de como empreender na França tem se tornado atrativo para investidores de todo o mundo. Isso porque, para incentivar o empreendedorismo no país, o governo francês flexibilizou o processo e proporcionou uma série de vantagens, tais como:

  • Isenção de custos administrativos;
  • Aumento dos prazos para o pagamento dos impostos;
  • Flexibilidade para mudar de sistema tributário;
  • Inclusão das PMEs nos planos de criação de empregos;
  • Apoio governamental nos 2 primeiros anos da empresa para empresas com trabalhadores que recebem salário acima do mínimo.

Brasileiros que tiveram sucesso com negócios na França

A França tem demonstrado ser um país com oportunidades para empreendedores de todo o mundo, inclusive para brasileiros. É possível encontrar vários casos de quem teve a coragem e iniciativa de abrir seu próprio negócio no país e estão tendo sucesso.

Para inspirar, selecionamos algumas empresas fundadas por brasileiros na França. Confira:

Do Brasil

O restaurante Do Brasil foi fundado por brasileiros na França. Atualmente, é um dos melhores locais em Paris para desfrutar uma deliciosa comida brasileira.

Confira aqui a nossa lista dos melhores restaurantes brasileiros em Paris.

Victor Guidinni fotografia

O fotógrafo brasileiro Victor Guidinni também é outro caso de sucesso. Ele é especialista em elaborar vídeos e fotos para casamentos em Paris, Londres e Lisboa.

Paris Feliz

A agência de turismo Paris Feliz foi fundada pela brasileira Luciana Lauriano, que insatisfeita com os serviços prestados aos brasileiros durante sua primeira viagem a Paris, decidiu fazer diferente e criou sua própria agência.

Atualmente, a Paris Feliz disponibiliza pacotes de turismo, traslados, reservas em hotéis e outros serviços personalizados para os turistas brasileiros.

Quer saber mais? Confira as vantagens e desvantagens de morar na França.

Em destaque no Euro Dicas
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é o Remessa Online. No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE
Autor

Andrea é uma jornalista curitibana que uniu a paixão pela profissão e pelas viagens e fez disso sua vida. Viajou por todos os cantos do Brasil e também se aventurou pelos Estados Unidos, África e Ásia. Ao lado do filho e do marido foi morar no Sri Lanka e no Vietnã. Desde 2018 vive na Inglaterra e divide seu tempo entre a produção de conteúdo e os passeios pelo Reino Unido.