Como se candidatar a universidade em Portugal: com e sem ENEM

Portugal  / 

O processo seletivo para a universidade varia tanto de país para país quanto de universidade para universidade. Veja como se candidatar a universidade em Portugal, os principais documentos, datas importantes e como é o processo seletivo.

Como se candidatar a universidade em Portugal usando o ENEM

Algumas universidades em Portugal aceitam o ENEM para a candidatura, porém existem regras. Veja como se candidatar a universidade em Portugal usando as notas do ENEM.

Quem pode se candidatar

Qualquer brasileiro que tenha feito o ENEM (são aceitas as notas do ENEM feito há até 3 anos) e que não tenha dupla nacionalidade europeia (essa regra talvez poderá ser negociada com a universidade desde que a dupla nacionalidade não seja portuguesa).

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »

Qual a nota mínima do ENEM

Para saber como se candidatar e universidade em Portugal usando o ENEM é necessário saber a nota mínima exigida pela universidade. Essa nota varia de acordo com a universidade e o curso. Na maioria das universidades, a nota mínima exigida são 500 pontos. Para saber mais, verifique o edital de abertura de candidaturas para o curso no qual você está interessado.

Como se candidatar a universidade em Portugal: tem que fazer alguma prova?

Geralmente não, pois a média no histórico escolar ou a nota do ENEM é que define se os estudantes serão ou não admitidos, dependendo da relação candidatos-vaga de cada curso em cada instituição de ensino.

Convém lembrar, mais uma vez, que as definições do processo de candidatura a universidade em Portugal, depende de cada instituição de ensino superior, ou seja, pode ser que em algum curso exista a necessidade de realização de prova, porém, no geral não é necessário.

Vale a pena estudar em Portugal? Conheça nossa opinião.

Quais são os critérios de admissão?

A nota do estudante é o principal critério de admissão no caso da licenciatura (1º ciclo), já para mestrados e doutorados, além da média na licenciatura, o currículo profissional é analisado e falar outros idiomas, por exemplo, pode ser um critério levado em consideração no momento da admissão.

Veja também como estudar de graça em Portugal.

Como se candidatar

As candidaturas normalmente são feitas online, na página de cada universidade. Será necessário anexar os documentos e preencher o formulário que a universidade pedir. Os documentos mais comuns pedidos pelas universidades são:

  • Cópia do documento de identificação (passaporte);
  • Cópia do comprovante de término do ensino médio;
  • Cópia do documento com as notas do ENEM;
  • Carta de motivação (opcional);
  • Declaração sob compromisso de honra de que cumpre com todos os requisitos necessários para a candidatura.

Prazos de candidatura

Cada universidade é responsável por divulgar os seus prazos de candidatura, mas normalmente eles acontecem nos mesmos períodos, em 3 fases:

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é o Remessa Online.


No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »
  • 1ª fase: janeiro e fevereiro;
  • 2ª fase: março e abril;
  • 3ª fase: de maio a julho.

Não se esqueça que é necessário visto para estudar em Portugal. Veja aqui como tirar o seu.

Curiosidade: valor dos cursos

Diferentemente do Brasil, em Portugal o ensino nas universidades públicas é pago. Sim, os valores variam de instituição para instituição, mas tanto as licenciaturas, como os mestrado e doutorados são pagos e os preços são anuais, divididos em prestações.

Consulte os valores das propinas (mensalidades) nos sites das universidades que você pretende estudar e evite surpresas.

Os cursos de graduação em Portugal possuem diferentes valores, de acordo com a universidade que você escolher. Em média você pagará de 2.000€ a 7.000€ por ano.

Veja quanto custa estudar em Portugal.

Quer saber como pode morar, trabalhar ou estudar tranquilamente em Portugal?

A Atlantic Bridge é o parceiro que nós recomendamos para ajudar você a legalizar o seu sonho de vir para Portugal.

SABER MAIS »

biblioteca universidade coimbra portugal

Como se candidatar a universidade em Portugal através do “ano zero”

Uma opção para quem não vai usar o ENEM para se candidatar a uma universidade em Portugal é escolher as universidades que oferecem a opção do “ano zero”. Esse processo serve para quem quer fazer uma graduação.

O que é ano zero

O ano zero nas universidades de Portugal é um curso que prepara o aluno para entrar em um curso de graduação.

Quem deve cursar o ano zero

Se você quer saber como se candidatar a universidade em Portugal sem utilizar a nota do ENEM, você deve entender se você faz parte da lista de quem deve cursar o ano zero. O ano zero é direcionado aos estudantes que não possuem nacionalidade de países membros da União Europeia, que se encaixam nos seguintes pontos:

  • Não tenham efetuado um exame nacional reconhecido pela universidade em Portugal (ENEM);
  • Tenham feito o exame nacional (ENEM) mas não tenham nota mínima para serem aprovados;
  • Tenham feito o exame nacional (ENEM) há mais de 3 anos.

Como funciona o ano zero

A duração do programa ano zero é de 1 ano, e as notas que o estudante obtiver durante o curso é que serão utilizadas para ele ingressar (ou não) na graduação. O programa é feito de acordo com a graduação que o aluno quer fazer, e as disciplinas serão direcionadas para que preparem os estudantes para o curso.

Prazos para candidatura

Os prazos para a candidatura ao ano zero, assim como para candidaturas com o ENEM, variam de acordo com o edital de cada universidade. Os prazos mais comuns são:

  • 1ª fase: fevereiro e março;
  • 2ª fase: abril a julho;
  • 3ª fase: agosto e setembro.

Documentos necessários

Assim como qualquer outra candidatura, os documentos necessários para o ano zero poderão variar de acordo com o edital de cada universidade. Por isso é necessário estar atento ao edital da universidade que você quer estudar. Os documentos que normalmente são pedidos são:

  • Carta de Motivação;
  • Cartas de Recomendação;
  • Auto-declaração, sob compromisso de honra, de que o candidato não tem nacionalidade portuguesa nem está abrangido por nenhuma das condições que impedem a candidatura;
  • Diploma do ensino médio;
  • Cópia do documento de identificação (passaporte).
  • Os documentos devem ser autenticados e com Apostila de Haia.

Como se candidatar a universidade em Portugal pelo ano zero

Para se candidatar ao ano zero, você deve entrar no site da universidade e seguir as instruções, de acordo com o edital de abertura.

Valor do curso

O programa ano zero tem um valor variado de acordo com a universidade. O preço médio do curso varia de 2.500€ a 7.000€ por ano.

Universidades que possuem o programa ano zero

As universidades que atualmente contam com o programa ano zero para os estudantes internacionais são:

Como se candidatar a universidade em Portugal – mestrado e doutorado

Para quem está interessado em fazer uma especialização em Portugal, os cursos de mestrado e doutorado são uma excelente opção.

Mestrado

A candidatura ao mestrado em Portugal é feita online, no site da universidade.

Documentos necessários

  • Ficha de inscrição online;
  • Pagamento da inscrição;
  • Diploma da graduação;
  • Histórico escolar;
  • Curriculum vitae detalhado;
  • Fotocópia de bilhete de identificação (passaporte);
  • Carta de motivação.

Custo

O curso de mestrado em Portugal custa em média de 1.000€ a 7.000€ por ano.

Veja quais são os melhores mestrados em Portugal.

Doutorado

Para fazer o doutorado em Portugal é necessário fazer a candidatura online e juntar os documentos exigidos pelas universidades.

Documentos necessários

  • Comprovante de habilitações acadêmicas (diplomas);
  • Currículo profissional atualizado;
  • Projeto ou plano de trabalhos a ser desenvolvido;
  • Termo de aceitação do orientador científico ou dos orientadores.

Custo

O valor do curso de doutorado em Portugal varia entre 2.500€ a 3.000€ por ano.

Dicas para se candidatar a universidade em Portugal

Antes de se candidatar, não deixe de consultar o site da universidade e ver exatamente o processo de como se candidatar a universidade em Portugal.

É importante que você tenha todos os documentos que a universidade exige, veja a grade de cada curso para saber quais disciplinas você vai ter e confira a língua que é falada durante o curso (existem muitos cursos ministrados em inglês).

Não deixe de entrar em contato com a universidade em caso de dúvidas.

Agora que já sabe como se candidatar a universidade em Portugal, sugerimos que veja o que escrevemos sobre as vantagens e desvantagens de morar em Portugal.

Em destaque no Euro Dicas
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é o Remessa Online. No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE
Autores

Julia é brasileira, formada em Turismo e mora em Portugal há 6 anos. Tirou o mestrado em Empreendedorismo na Universidade da Beira Interior e atualmente está terminando o doutorado em Gestão. Apaixonada por viagens, baladas e por fazer novas amizades, gosta de usar o tempo livre para conhecer novos países e culturas.

Amanda é brasileira, jornalista, mestre em Ciências da Comunicação pela Universidade do Minho (Braga, Portugal). Mora desde 2014 em Portugal. Escreve para seu site Vagas pelo Mundo sobre oportunidades de emprego, a experiência de morar fora, bolsas de estudo e vistos para morar no exterior.