Investimento em Portugal: conheça as áreas mais promissoras

Portugal é destino de investimento de muitos estrangeiros, sejam brasileiros, chineses ou ingleses, o país cresceu muito com investimento vindo do exterior, por isso, estimula constantemente novos investidores. Se você pretende fazer um investimento em Portugal, apresentamos um panorama do país, os principais setores de investimento e o que é preciso para começar a investir.

Investimento em Portugal: vale a pena?

Sim. Apesar de não ser o momento mais favorável para a economia mundial, (especialmente para quem investe do Brasil, com a desvalorização do real), fazer um investimento em Portugal não deixa de ser uma boa oportunidade.

Mas para ajudar você a tomar uma decisão consciente, analisamos o cenário atual, bem como o passado e o futuro do país.

Cenário de 2020 para frente

Por 2020 ser um ano de incertezas, é difícil apresentar um panorama para o futuro. Mas olhando para o passado, é possível vislumbrar o futuro de Portugal e dos investimentos no país.

No período de 2010 a 2014, Portugal passou por uma das piores crises econômicas do século XXI. A situação que teve início com a crise global de 2008 e se acentuou nos anos seguintes, levou países europeus como Itália, Espanha e Grécia, com Portugal, a uma severa crise econômica.

Morar, trabalhar ou estudar em Portugal?

A Atlantic Bridge é o parceiro que nós recomendamos para ajudar a planejar e concretizar o seu sonho de vir para Portugal.

No período, os gastos do governo para estimular a economia, com injeção de crédito para empresas nacionais levou a um aumento significativo da dívida portuguesa em relação ao Produto Interno Bruto. Com o auxílio da Troika e a austeridade no governo, o país superou a crise, tendo se sobressaído em relação aos demais países que passaram pela mesma situação.

Coronavírus e a economia portuguesa

Desde o fim da crise o país apresenta um crescimento estável, com taxas reais de 2,6% em 2018 e 2,2% em 2019, depois de enfrentar anos de retração. Se a crise do início dos anos de 2010 era inevitável, o país, com apoio da União Europeia já tem um novo plano para minimizar os impactos da crise do Coronavírus.

As recomendações europeias para o período de pandemia são de que deve ser feito o que for preciso para responder de forma eficaz à pandemia, adotando as medidas necessárias para apoiar a economia e garantir a recuperação. A Comissão Europeia laçou sete recomendações para o período, a fim de orientar os países a lidar com a situação.

Se antes do início da pandemia a previsão era de crescimento baixo, cerca de 1,2%, com a situação econômica e suspensão de uma das atividades mais importantes do país, o turismo, a previsão agora é ainda menor. O Banco de Portugal, prevê queda do PIB de 3%, com números de desemprego acima dos 10%.

Apesar do cenário negativo, a crise pode gerar impactos positivos para quem quer investir em alguns setores, como o mercado imobiliário.

Leia também nosso artigo completo com a previsão da economia de Portugal pós-coronavírus.

Principais setores para investimento em Portugal

Alguns setores de investimento se destacam em Portugal, a seguir listamos os principais e as oportunidades que eles oferecem.

Mercado Imobiliário

O cenário é de queda de preços, entretanto, se aplica tanto para a compra quanto para o valor dos aluguéis. Nos últimos anos, investir em imóvel em Portugal teve momentos bons e ruins. Com o aumento vertiginoso no preço dos imóveis para compra, se tornou cada vez mais difícil investir nesse setor, especialmente com a desvalorização constante do real.

A previsão para o mercado imobiliário é que haja um aumento do número de imóveis disponíveis para aluguel. O crescimento na oferta deve levar a queda dos preços para aluguel. Isso deve acontecer em consequência da paralisação do turismo, que coloca cerca de 90 mil casas que funcionam como alojamento local no país, vazias e potencialmente no mercado de arrendamento.

Por outro lado, o momento pode ser bom para quem pretende investir pensando a médio e longo prazo. Com a retomada pós pandemia é possível que o setor volte a apresentar crescimento, especialmente no turismo.

Turismo

Em 2019, o setor de Turismo em Portugal representou 8,7% do PIB, além de um crescimento de receita de 8,1%. O reconhecimento internacional do país como destino turístico surge em vários prêmios, seja como país ou cidades. O setor emprega mais de 336 mil pessoas.

O governo português acredita que o setor terá uma recuperação lenta, levando de um a dois anos para retomar os níveis aos quais estava habituado. Entretanto, acredita-se também, que o país consiga voltar a se posicionar rapidamente no cenário internacional pela maneira como tem lidado com a pandemia.

Pela perspectiva positiva a médio prazo, investir no setor de turismo pode ser positivo. Restaurantes e estabelecimentos que se beneficiam diretamente do turismo podem ser uma boa oportunidade.

Opção de investimento em turismo: Hostel

Com a difusão desse tipo mais acessível de hospedagem, muitas pessoas vêm preferindo ficar em hostels especialmente pela experiência que os mesmos oferecem. Sendo Portugal um destino que atrai visitantes do mundo todo, vale investir não só na estrutura, mas na inovação do local.

Alguns hostels ganham fama por serem sustentáveis, descolados, tecnológicos, dentre tantas classificações. É possível, inclusive, filtrar esses estabelecimentos por termos como Cheap, Design, Boutique, Adventure, Eco, Family, Party ou History.

Guia turístico privado

Responsável por apresentar o país aos estrangeiros, é fundamental que, para investir na tarefa ou na abertura de uma agência que ofereça o serviço, exista todo um cuidado e conhecimento como respaldo.

A função demanda fluência em mais de um idioma, profundo conhecimento sobre o país e localidades abrangidas, bem como a habilidade de desenvolver rotas de excursão individuais a cada perfil de cliente.

Cumprindo tais requisitos, já existem investidores que saíram na frente. Muitos apostaram no guia particular e motorizado, utilizando carros elétricos para levar os turistas de um ponto a outro — uma união de sucesso entre turismo, sustentabilidade e mobilidade urbana.

Veja também quais são os principais erros ao empreender em Portugal e como evitá-los.

investimento no turismo em Portugal

Tecnologia

Portugal se tornou um polo tecnológico, berço de startups e referência em desenvolvimento de tecnologias móveis na Europa. O setor é uma boa oportunidade de investimento, especialmente para quem ter pretensão de expansão no mercado europeu.

A mão de obra qualificada, com salários mais baixos que em outras regiões europeias é um dos pontos que atrai investimento para o setor no país. Tendo em vista o crescimento, o governo lançou o visto startup, para promover o setor (que vou falar mais abaixo).

Se você é um entusiasta no ramo da tecnologia, deve saber que Lisboa se transformou num verdadeiro hub de inovação e empreendedorismo. A cidade conta com o investimento de gigantes como a Google, inúmeras startups fervilhando, mais de 30 incubadoras e aceleradoras, além de abrigar a maior conferência de tecnologia e inovação da Europa: a Web Summit.

Superando inclusive a cidade de São Paulo, não há dúvidas que a capital portuguesa pode se tornar o local perfeito para você investir e desenvolver seu negócio.

EdTech

Muita gente ainda desconhece o termo EdTech, mas seu conceito é simples e fundamental: utilizar a tecnologia em prol da educação. Esse é um segmento muito amplo, onde há espaço para todas as mentes criativas e inovadoras conquistarem um lugar ao sol.

Dentre as possibilidades que a vertente permite está o desenvolvimento de softwares, aplicativos e jogos que visem introduzir algum tipo de aprendizado aos utilizadores. Profissionais da área de TI podem encontrar aqui um bom investimento em Portugal.

Realidades virtual e aumentada

Base para inúmeras inovações, você provavelmente anda ouvindo falar muito nessas duas áreas. Justamente, esse é um ecossistema muito promissor, ainda que com pouca visibilidade em Portugal — mas o cenário está muito próximo de mudar.

Com ideias inovadoras, talento, competências tecnológicas e o posicionamento geográfico favorável (pelo fato de estar na Europa), as tecnologias VR/VA devem contribuir em muito para acolher investidores e desenvolver projetos revolucionários.

Impressão 3D

Se você tem a formação e investimento necessários para adquirir todo o maquinário relacionado, o mercado de impressão 3D é uma tendência e promete se firmar como um dos negócios mais promissores nos próximos anos.

Apesar de ainda pouco explorada — muito pela falta de profissionais na área —, o investimento em impressão 3D promete ser “revolucionário”. Segundo especialistas, em menos de 20 anos, um em cada dois produtos industriais será impresso em 3D. Estamos vivendo um período em que o setor está prestes a dar um enorme salto.

Atualmente, a impressão 3D é mais utilizada no maquinário industrial, engenharia aeroespacial, automóveis, próteses no setor da saúde e produtos eletrônicos de consumo. Cerca de 80% dos investimentos em impressão 3D nos últimos anos está localizado nestes setores.

Desenvolvimento de aplicativos

Vivemos em um tempo em que os smartphones se tornaram praticamente uma extensão de nossos corpos. Seja por questões profissionais, pessoais ou ambas, os aplicativos instalados nos smartphones facilitam nossa vida de inúmeras formas — e sempre há mais espaço para aperfeiçoamento e novas ferramentas.

Programadores, designers e outras profissões relacionadas podem encontrar no desenvolvimento de apps um bom investimento em Portugal.

Aplicativos para morar em Portugal: veja os 10 melhores.

Drones

Operadores, desenvolvedores, projetistas, cinegrafistas… se você tem conhecimento profissional com drones, provavelmente tem nas mãos um bom investimento em Portugal. E no caso, não estamos restringindo a ação somente a filmagens e outras funções comumente associadas a eventos.

Para os próximos anos, o uso dos drones deve crescer dentro de vários segmentos empresariais: segurança, agricultura, inspeções e até mesmo entrega de produtos.

drones

Gestão de Redes Sociais

Quem não pretende abrir uma loja virtual pode muito bem prestar consultoria ou gerir o comércio de outras empresas por meio das redes sociais. Esse tipo de negócio está inclusive disponível em formato de franquia, mas se você pretende empreender de forma independente, pode elaborar um bom plano de negócios e oferecer produtos e serviços relacionados.

E-commerce

Se antes da pandemia o setor de e-commerce em Portugal não era muito promissor por não existir uma cultura de compra online, com a pandemia, dos supermercados aos pequenos comércios começaram a receber as demandas dos cliente e tiveram que se adaptar.

O mercado ainda está se desenvolvendo e é uma boa oportunidade para quem pensa em investir no país, especialmente no setor de comércio. Além de atender o mercado português, também é possível expandir a atuação para o mercado europeu. A facilidade em realizar entregas pela União Europeia pode ser um atrativo a mais. Mas, para começar o mercado português tem bastante potencial.

Franquias

Assim como acontece no Brasil, franquias são excelentes negócios para quem tocar um negócio mais estruturado, sem correr grandes riscos — especialmente se você ainda não tem muita experiência ou segurança em empreender do zero.

Se você busca por algo mais certeiro, pode apostar nas franquias em Portugal de maior público, considerando a cultura local. Um bom investimento em Portugal está, por exemplo, no setor de restauração. Cafés, pastelarias (padarias e confeitarias, aqui no Brasil), iogurterias, sorveterias e restaurantes são ótimos nichos para encontrar a franquia perfeita.

Outras negócios rentáveis estão nas áreas de perfumarias e franquias do setor da beleza e estética. A tecnologia, seja na venda de produtos ou serviços também vem ganhando força no país, assim como serviços imobiliários e de limpeza (empresarial ou doméstica).

Agora que já sabe mais sobre os setores em alta, vale a dica para não ficar preso somente às franquias portuguesas. Existem grandes nomes oriundos da Espanha, por exemplo, que crescem a passos largos em Portugal. Veja algumas franquias de destaque e se inspire:

Você pode navegar por diretórios mais completos e consultar as franquias que mais atendem o segmento desejado e, claro, o investimento necessário para a abertura da empresa. Fique de olho em sites como o Franchising, Best Franchising, InfoFranchising ou Franchising e Oportunidades.

Conheça também os principais restaurantes brasileiros em Lisboa e inspire-se!

Sustentabilidade

Como dissemos logo no início deste artigo, a sustentabilidade é uma palavra muito presente na realidade — e no futuro — português. Portanto, se quer a dica para fazer um bom investimento em Portugal, saiba casar perfeitamente a sua área de interesse e a sustentabilidade desse projeto.

sustentabilidade

Consultoria ambiental

Especialmente no continente europeu, vivemos uma era de transição energética, onde a descarbonização migra de forma mais descentralizada para a digitalização — tudo está conectado, bastando um clique.

Diante dessa nova consciência, empresas e consumidores podem sentir a necessidade de uma espécie de consultoria ambiental, a qual busca informar os clientes sobre hábitos de consumo, otimizando e fazendo com que busquem cada vez mais produtos e serviços que envolvam energia.

Energias renováveis

Quando falamos em energias renováveis, automaticamente Portugal nos vem como um dos países que mais se destaca no assunto. Em 2018, o consumo de eletricidade pelos portugueses se deu exclusivamente durante 69 horas, um marco inédito nos últimos 40 anos.

Até 2040 espera-se que a produção da energia renovável garanta a totalidade do consumo elétrico de Portugal Continental. Esse crescimento exponencial abre margem para investimentos nesse setor, não necessariamente na produção dessa energia, mas no desenvolvimento de produtos e serviços compatíveis com ela.

O bom investimento em Portugal pode estar na venda de equipamentos, aerogeradores, painéis fotovoltaicos e tantas outras possibilidades.

Alimentação saudável e inclusiva

Seja em um estabelecimento ou por meio de entrega de marmitas, o mercado de alimentação saudável e inclusiva vem ganhando enormes proporções. As oportunidades podem, por exemplo, serem direcionadas a um público “fitness” ou que apenas está buscando por mais saúde. Outros segmentos podem incluir vegetarianos, veganos e pessoas com restrições alimentares, como celíacos e intolerantes a lactose.

Vistos para fazer investimento em Portugal

Existem três opções de visto para investimento em Portugal. Cada um deles se aplica a um nicho diferente de imigrantes. A seguir, detalhamos melhor cada um dos tipos de visto, para quem se aplicam, como é a solicitação, entre outras informações importantes.

Visto de empreendedor

O visto D2, também denominado visto de empreendedor, é uma modalidade de autorização de residência voltado especialmente para empreendedores. A modalidade se aplica tanto para quem pretende abrir um negócio próprio, independente do tamanho, ou uma franquia.

Para a solicitação do visto de empreendedor, é preciso apresentar alguns documentos que comprovem a existência ou interesse real em abrir uma empresa no país. É preciso apresentar um planejamento financeiro do negócio que comprove a saúde financeira do investimento. Além disso, também é preciso apresentar a Certidão Permanente, declaração de registro do início das atividades e registro da constituição da sociedade.

StartUP Visa

O StartUP Visa é uma modalidade de visto recente que surgiu para suprir a demanda de investidores do setor. O principal objetivo é acelerar o desenvolvimento tecnológico do país e atrair negócios inovadores de cidadãos de fora da União Europeia.

O visto pode ser solicitado por fundadores de startups, assim como por quem apresente o projeto de negócio inovador com possibilidade de faturamento acima de 325 mil euros por ano. Os candidatos devem apresentar o projeto que passará por avaliação antes de ser concedido o visto.

Golden Visa

O Golden Visa é uma das modalidades de visto mais conhecidos dos estrangeiros que pretendem fazer um investimento em Portugal. O visto é concedido para quem realiza altos investimentos no país, sobretudo no setor imobiliário, um dos mais buscados por quem pretende solicitar o Golden Visa.

A modalidade sofreu algumas mudanças em 2020, excluindo os investimentos imobiliários em Lisboa e no Porto da concessão dos vistos. O objetivo é aliviar a pressão imobiliária que as cidades estavam vivendo. As alterações ainda não entraram em vigor até a data de publicação deste artigo.

Incentivo para fazer investimento em Portugal

O Governo português tem incentivado o investimento em Portugal, seja facilitando o processo migratório para potenciais investidores ou com incentivos fiscais.

O Portal do Financiamento é um desses incentivos, no qual o governo reúne linhas de crédito e informações sobre financiamentos, criação de negócio, exportação, entre outras questões pertinentes para quem investe ou deseja investir no país.

Um dos principais projetos de incentivo ao investimento é o Portugal 2020, que tem como objetivo aumentar a competitividade e internacionalização das empresas, promover a inclusão social e emprego, desenvolver o capital humano, trabalhar a sustentabilidade e eficiência no uso de recursos.

Como enviar dinheiro para investimento em Portugal?

Se você chegou até aqui é porque realmente quer fazer um investimento em Portugal e vê nele uma oportunidade de ganhos. Mas antes de começar a investir, você precisa enviar o capital para o exterior. O envio de grandes montantes pode ser um problema, especialmente com a desvalorização do real e as altas taxas de envio.

A boa notícia é que não é preciso ficar refém dos bancos para enviar grandes montantes de dinheiro e começar um investimento no exterior. Algumas plataformas, como a Remessa Online e a TransferWise oferecem câmbios mais econômicos, assim como taxas de envio significativamente mais baixas que os bancos.

Pretende investir em Portugal? Saiba que é imprescindível ter um bom planejamento, seja para a empresa ou para a vida no país. Para ajudar no processo, montamos um guia completo de Como Morar em Portugal. O e-book apresenta todas as informações para quem pretende investir no país, desde orientação com visto até a instalação no país.

Carolina é mineira e vive no Porto, em Portugal, desde 2018. Conheceu a cidade em 2013, quando realizou um intercâmbio acadêmico, se apaixonou e voltou para estudar e aproveitar o que o país tem de melhor. Ama organizar roteiros de viagens detalhados e compartilha um pouco das experiências de viagem no @ourvieworld. Graduada em Jornalismo, se especializou em Marketing Digital, área na qual atua há 6 anos. Atualmente é mestranda em Ciência da Comunicação na Universidade do Porto.

Brasileira, tem formação em Design de Games e Comunicação em Computação Gráfica. Apaixonada por tecnologia, cinema e literatura, desapegou e foi viver na Europa em 2015. De volta ao Brasil, hoje é grande entusiasta de um estilo de vida quase nômade.

Artigos relacionados

Golden Visa Portugal: regras atuais e como funciona

O Golden Visa Portugal permite que estrangeiros invistam no país e tenham visto de residência. Conheça as regras atualizadas em 2020 e veja se vale a pena.

Visto D2 Portugal: o que é, como funciona e como solicitar o seu

Conheça o Visto D2 Portugal, o visto par empreendedores: veja quais os requisitos, como é o procedimento, quanto tempo demora, quanto custa e onde solicitar

Comprar casa em Portugal: saiba quanto custa e como financiar

Pensando em comprar casa em Portugal? Descubra como encontrar a casa ideal, quais documentos são necessários, formas de pagamento e mais.

Negócios rentáveis em Portugal: melhores setores e onde investir

Saiba tudo sobre os negócios rentáveis em Portugal: as melhores áreas dentro e fora do eixo Lisboa-Porto e os cuidados ao investir no país.

Como financiar imóvel em Portugal: documentação e pré-requisitos

Neste artigo você vai aprender como financiar imóvel em Portugal: documentos necessários, como transferir o capital, requisitos para estrangeiros e mais.

Franquias em Portugal de baixo investimento: um negócio viável e rentável

O mercado de franquias em Portugal de baixo investimento pode ser uma bom negócio para quem quer empreender, sem valor alto de entrada. Saiba como.

Câmbio de moedas

EURO € : R$ 0.00

LIBRA £ : R$ 0.00

DÓLAR $ : R$ 0.00

Ouça nosso Podcast

Curta nossa página

Euro Dicas no Youtube