Empreender é uma boa alternativa para os brasileiros que desejam emigrar para o país luso e tem atraído centenas de pessoas. Porém, uma dúvida constante é sobre quais são os negócios rentáveis em Portugal. No artigo, vamos explicar como anda a economia do país, quais setores estão em alta, quais os tipos de vistos disponíveis para os empreendedores e outras dicas.

Os negócios mais rentáveis em Portugal

Nos últimos anos, Portugal se tornou um dos países mais atraentes para os empreendedores devido à acessibilidade de obter o visto de residência. Assim, empreender pode ser uma das maneiras para morar em Portugal. Dentre os setores que mais se desenvolveram nos últimos anos temos:

Tecnologia

Sem dúvida um dos negócios mais rentáveis em Portugal são voltados para a Tecnologia. O setor é um dos que mais crescem no país luso, atraindo grandes, médias e pequenas empresas, bem como profissionais da área. De acordo com o jornal Diário de Notícias, a empresa de recolocação profissional, Randstad, estimou que existem entre 14 mil e 19 mil vagas para serem preenchidas nesse setor.

Entre os negócios mais rentáveis em Portugal no setor de Tecnologia, estão as empresas de Tecnologia da Informação e Marketing Digital. Além disso, a cidade de Oeiras é conhecida atualmente, como o Vale do Silício português. Sem contar que a WebSummit, a maior conferência de tecnologia da Europa é sediada em Lisboa. Durante uma semana inteira, a capital portuguesa recebe convidados do mundo inteiro para discutir e apresentar as novas tecnologias do mercado mundial.
Apesar de ter um dos melhores salários do país, para os profissionais de Tecnologia da Informação, o que dá dinheiro em Portugal é prestar serviços de consultoria para outras empresas. Fica a dica para montar o seu negócio!

Construção civil

Está aí um dos melhores negócios para investir em Portugal. O setor de Construção Civil em Portugal que já estava em alta antes da pandemia, continua sendo um dos setores que mais crescem. De acordo Conjuntura da Construção de 2021 divulgada pela AICCOPN – Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas, a previsão é que a taxa de crescimento real seja entre 1,2% e 3,2%, sendo um valor médio de 2,2%.

Para atrair investidores na área, o governo de Portugal oferece uma categoria especial de visto para quem comprar e reabilitar um imóvel, chamado Golden Visa. Esse visto dá ao investidor a possibilidade de residência legal e cidadania portuguesa após 5 anos.

Alimentício

Os portugueses adoram sair para comer fora. Basta dar uma volta pelas ruas que vai perceber que os restaurantes estão sempre com muito movimento. Por isso, se você não sabe o que vender em Portugal, apostar no setor Alimentício pode ser uma boa opção.
Fazer uma pesquisa de mercado é fundamental para saber se existe público para o determinado tipo de alimentação que vai oferecer. Além disso, os restaurantes em Portugal costumam oferecer pratos muito bem servidos e por preços justos. Então, atente-se a isso. No Brasil, muitas vezes pagamos caro por um prato que não vale a pena.
Esplanada restaurante Lisboa
A entrega de comida faz parte da nossa cultura há muitos anos. Em Portugal, essa cultura é recente e ainda está em crescimento. Nas grandes cidades, como Lisboa e Porto, os aplicativos de delivery já fazem parte da rotina dos moradores.
No entanto, em decorrência do lockdown e restrições de funcionamento, decorrentes da pandemia, todo o setor Alimentício precisou se adaptar, seja nas grandes ou pequenas cidades, a entrega de alimentos acabou se tornando a alternativa mais viável para o atual momento.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Cotar Agora →
Quer morar em Portugal com segurança e qualidade de vida?

Recomendamos a assessoria boutique da Atlantic Bridge, para quem deseja ir para Portugal de forma planejada, sem contratempos e com a segurança de ser acompanhado pelos profissionais mais experientes do mercado.

Saber Mais →

Turismo

Por três anos consecutivos, Portugal foi eleito pela World Traves Awards (WTA) como o Melhor Destino da Europa. Em 2019, recebeu o prêmio de Melhor Destino do Mundo. Agora, a cidade de Braga, localizada no norte do país, recebeu o prêmio de Melhor Destino Europeu para visitar em 2021, pela European Best Destinations, ganhando de cidades como Roma, Paris, Ghent, Viena, Capadócia, entre outras.
Com tantos prêmios importantes, o setor de turismo teve um verdadeiro boom nos últimos anos, colocando Portugal no mapa da Europa e nos roteiros de viagem. Os investimentos e empreendimentos no setor também cresceram para suprir a demanda. Casarios foram comprados, reformados e transformados em alojamentos turísticos e hotéis. Surgiram diversas lojas de souvenirs. Centenas de restaurantes foram abertos para atender as demandas turísticas.
Em decorrência da pandemia, o setor acabou sendo um dos mais afetados e precisou pisar no freio. A retomada do setor ainda é incerta para o ano de 2021, devido à gravidade da pandemia em sua forma global e a baixa velocidade da vacinação. Porém, segundo a pesquisa realizada no dia 8 de fevereiro pela DBRS Morningstar e divulgada pela TSF Rádio Notícias, a tendência é que o setor de Turismo volte a crescer rapidamente após esse período.

Franquias low-cost

As franquias low-cost também são ótimas opções de negócios rentáveis em Portugal. Os setores para empreender são os mais variados possíveis como:

  • Moda;
  • Administração de condomínios;
  • Comércio especializado;
  • Academias (Ginásio em português de Portugal);
  • Lavanderias Self-Service;
  • Perfumarias;
  • Alimentício;
  • Farmácia;
  • Clínicas de saúde;
  • Imobiliárias;
  • Entre tantos outros setores.

Para quem tem interesse nesse tipo de negócio, eu aconselho acessar o site Franchisings, que disponibiliza uma lista de A a Z de possíveis franquias para você abrir em Portugal. Bem como o valor do investimento, duração do contrato e diversas outras informações específicas e importantes sobre a marca. Também é possível filtrar por setor ou por categoria de franquias, tais como:

  • Low-cost;
  • Mais rentáveis;
  • De baixo investimento;
  • Mais lucrativos;
  • Online;
  • Mais rentáveis;
  • De sucesso;
  • Mais inovadores;
  • Entre tantas outras categorias.

Pequenos negócios rentáveis em Portugal

Se você deseja empreender, mas tem um orçamento menor para investir, principalmente nesse primeiro momento, existem os pequenos negócios rentáveis em Portugal.

Clínicas de estética

Não tanto quanto no Brasil, mas as clínicas de estética em Portugal tem crescido bastante, e uma das coisas mais interessantes é que os homens também utilizam muito esse tipo de serviço, principalmente a depilação a laser. No Brasil, podemos dizer que é uma raridade encontrar os homens procurando por clínicas de estética.
Assim como acontece com os profissionais de cabelo, os esteticistas brasileiros conquistam uma boa clientela rapidamente. Como nosso povo se preocupa muito com a estética, nós temos uma expertise em tratamentos e maquinários quando comparado aos portugueses. Portanto, se está pensando em pequenos negócios rentáveis, está aí outra opção de empreendimento no país luso.

Produtos brasileiros

Não é nenhuma novidade que existem muitos brasileiros em Portugal. Por mais que nos adaptamos ao país, sentimos falta e saudade de algumas coisas que encontramos no Brasil, principalmente quando o assunto é comida.
Tenho reparado na quantidade de brasileiros empreendedores que estão abrindo pequenos negócios rentáveis para atender esse nicho. Alguns exemplos são:

  • Lojas de Açaí;
  • Hamburguerias (vulgo “podrão”);
  • Fornecimento de alimentos congelados: coxinha, cigarrete, pão de queijo, bolo de fubá, etc;
  • Mercados especializados em produtos brasileiros;
  • Restaurantes ou apenas delivery especializados em comida brasileira.

Cabeleireiro e Barbearia

Uma vez escutei de uma professora portuguesa que os melhores profissionais que existem nessa área são brasileiros. Realmente vejo muitos salões contratando profissionais brasileiros e muitos acabam construindo uma clientela super fiel para posteriormente, abrir o próprio salão de beleza.
As barbearias estão super em alta. Eu costumo dizer que os homens portugueses gostam de se cuidar e se preocupam com a aparência. Barba alinhada e cabelo bem cortado são duas coisas bem básicas para eles. Pensar em montar um negócio que tenha um conceito atraente para atraí-los pode ser uma ótima ideia.

Cabeleireiro em Portugal

Negócios rentáveis em cidades pequenas

Os negócios rentáveis em cidades pequenas dependem muito da região.
Se o turismo é forte, pode ser interessante investir em segmentos que possam atender esse público como hotéis, hostels e alojamentos turísticos, restaurantes, agências de turismo e aluguéis de equipamentos.
Já nas cidades onde a demanda turística é muito pequena ou inexistente, vale mais a pena investir no comércio local, por exemplo, lojas de roupas, mercados, padarias e cafeterias, entre outros.

Razões para abrir um negócio em Portugal

Ainda tem dúvida sobre os negócios rentáveis em Portugal? Não tenha. Se você tem dinheiro para empreender, realizar uma pesquisa de mercado e criar um bom plano de negócios, as chances de sucesso são grandes. Veja algumas razões para abrir um negócio em Portugal:

  • O governo incentiva o empreendedorismo;
  • Facilidade de obter o visto de residência;
  • Excelente oportunidade de gerar renda em Euro;
  • Ser dono do próprio negócio;
  • Gerar postos de trabalho e contribuir para a economia girar.

Visto para abrir um negócio em Portugal

Após avaliar algumas oportunidades de negócios rentáveis em Portugal e decidir o setor que deseja empreender, o passo seguinte é solicitar o visto de residência.
Em 2016, o governo português lançou a Estratégia Nacional para o Empreendedorismo para atrair o público empreendedor e fazer a economia crescer. Dentre as estratégicas, está a facilidade para a obtenção do visto de residência.
Atualmente, existem três tipos de visto para quem deseja empreender em Portugal, são eles:

Visto para empreendedor

O visto de empreendedor, também chamado de visto D2 é específico para cidadãos estrangeiros que pretendem abrir o próprio negócio no país ou para aqueles que já realizam alguma atividade de investimento em Portugal.
Para solicitá-lo, um dos pré-requisitos é a apresentação de um plano de negócios estruturado demonstrando a relevância econômica, social, tecnológica ou cultural para Portugal, a capacidade financeira para empreender, entre outros.

StartUp Visa

Portugal tem buscado incentivar o desenvolvimento da tecnologia e inovação atraindo investimentos e empreendimentos nesse setor. Com isso, o Governo Português criou em conjunto com a Agência para a Competitividade e Inovação (IAPMEI), o StartUP Visa.
O objetivo do programa é atrair empresas da área de tecnologia que tenham um grande potencial de crescimento. Para isso, é preciso que o empreendedor apresente uma série de documentos que possibilitem a viabilidade do negócio para a avaliação do governo.

Golden Visa

O Golden Visa tem como principal foco os investidores do setor Imobiliário. Porém, os empreendedores que buscam abrir negócios rentáveis em Portugal também podem solicitá-lo, caso comprovem a geração de pelo menos 10 postos de trabalho no país.

Qual visto solicitar?

Pode ser confuso mesmo, mas cada visto tem seu público específico. Se você não tem certeza qual o visto deve solicitar, ou quais os documentos corretos deve anexar para sua solicitação, o melhor pode ser contar com uma assessoria para ajudar você. Os profissionais com experiência nessa área vão tornar o caminho para sua solicitação mais rápido e seguro.

Por isso, se você vai fazer um investimento como esses em Portugal, é importante estar com os documentos todos corretos. Para evitar atraso na sua solicitação ou até mesmo indeferimento do seu visto, recomendamos a equipe Atlantic Bridge. Eles são excelentes, já trabalhamos com eles há muitos anos e estamos sempre satisfeitos. Vale a pena.

Como está a economia de Portugal em 2021?

A economia de Portugal já havia superado a crise de 2008 que se alastrou pelos países europeus e andava com uma economia estabilizada. Porém, como em todo o mundo, as consequências da pandemia acabaram gerando uma retração.

Portugal fechou o ano de 2020 com uma taxa de desemprego 6,8%. É um número alto, mas abaixo do que previu o Orçamento do Estado, que esperava terminar o ano pandêmico com uma taxa de 8,7%. Em 2021, espera-se um crescimento da taxa de desemprego para 8,8%, segundo as previsões do Banco de Portugal.

Já o PIB – Produto Interno Bruto, o Instituo Nacional de Estatística (INE), avaliou que em 2020 houve uma retração de 7,6% comparado ao ano anterior. Sendo os setores mais afetados, as exportações e importações de bens de serviços, principalmente o turismo. Em 2021, de acordo o Banco de Portugal, a retração do PIB vai subir para 8,8%.

Vale a pena abrir negócio em Portugal?

Se você tem dinheiro para empreender, pode sim valer a pena abrir um negócio em Portugal.

Já dei algumas dicas sobre os negócios rentáveis em Portugal. Porém, como todo bom empreendedor é recomendável que faça uma boa pesquisa de mercado e crie um bom plano de negócios. Portanto, estude ao máximo o mercado português, os hábitos do público que deseja atingir e tenha um bom capital de giro.

Antes de tomar uma decisão, é preciso conhecer o mercado, estudar as exigências para empreender e ter em mente as dificuldades que podem ser enfrentadas. Além disso, é preciso estar ciente quanto aos objetivos de vida, ficar rico em Portugal talvez não seja uma possibilidade muito acessível. Mas é possível viver com bastante qualidade de vida no país.

Agora que você já conhece quais são os negócios rentáveis em Portugal, indico o Programa Morar em Portugal. São 22 videoaulas para ajudar você com todos os passos da mudança. Você ainda recebe um ebook com mais de 300 páginas que será o seu guia no planejamento.