Os brasileiros que não possuem uma cidadania europeia e se planejam para morar em Portugal precisam solicitar um visto, de acordo com a atividade que vão fazer no país, como estudar, empreender ou trabalhar. Contratar uma assessoria para visto em Portugal pode ser uma boa opção na hora de fazer o pedido.

Neste artigo vamos esclarecer quais os serviços podem ser oferecidos por uma assessoria especializada em vistos para Portugal e vamos explicar em quais situações a contratação desse auxílio é mais indicada.

Se você está se preparando para pedir o seu visto para Portugal, não deixe de conferir este artigo.

Precisa de assessoria para visto em Portugal?

Não é obrigatório.

Inicialmente é importante esclarecer que a contratação de uma assessoria para visto em Portugal não é obrigatória, já que o pedido de visto para Portugal pode ser feito diretamente pela pessoa interessada, sem a necessidade de uma assessoria especializada.

Entretanto, buscar por uma assessoria pode ser uma boa ideia para garantir que você tenha um processo mais ágil e sem erros.

Como esse tipo de procedimento requer a organização de uma série de documentos (que variam conforme o tipo de visto), um serviço de assessoria pode ser um apoio muito eficiente que vai esclarecer dúvidas, orientar e ajudar você na organização e no envio do pedido.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Cotar Agora →
Quer morar em Portugal com segurança e qualidade de vida?

Recomendamos a assessoria boutique da Atlantic Bridge, para quem deseja ir para Portugal de forma planejada, sem contratempos e com a segurança de ser acompanhado pelos profissionais mais experientes do mercado.

Saber Mais →

Como uma assessoria ajuda na obtenção do visto para Portugal?

De modo geral, uma assessoria está habilitada a auxiliar você em todos os procedimentos necessários para solicitar o seu visto para Portugal.

As assessorias costumam prestar um serviço de consultoria individualizada e esse é um ponto importante na hora de escolher o profissional que vai acompanhá-lo.

Sendo dessa forma, os serviços serão oferecidos de maneira a melhor atender a sua situação pessoal e os seus objetivos.

Serviços prestados por uma assessoria para visto em Portugal

Veja agora uma lista com alguns dos serviços que podem ser oferecidos por uma assessoria para visto em Portugal:

  • Orientação sobre o tipo de visto mais adequado à sua situação (estudo, trabalho, aposentado, empreendedor, investidor, etc.);
  • Esclarecimentos e prestação de informações sobre a documentação exigida para o caso;
  • Recolha dos seus documentos pessoais, como o passaporte e certidão de antecedentes criminais obtida junto à Polícia Federal;
  • Emissão do PB4 ou de um seguro viagem (conforme a opção do cliente);
  • Orientação e emissão de outros documentos necessários, específicos de acordo com o tipo de visto que será solicitado;
  • Legalização dos documentos para que eles sejam válidos em Portugal (Apostila de Haia);
  • Preenchimento da Autorização para consulta do Registro Criminal português pelo SEF (Serviço de Estrangeiros e Fronteira;
  • Preenchimento do formulário de pedido de visto que acompanha os documentos;
  • Esclarecimentos sobre o pagamento das taxas do pedido de visto;
  • Envio e acompanhamento do pedido de visto.

Assessoria para obtenção da autorização de residência

Além de atuar para que você receba o visto mais adequado, uma boa assessoria também pode orientar você sobre os procedimentos necessários para solicitar a autorização de residência e o reagrupamento familiar, se for o caso.

Estes pedidos devem ser feitos logo após a sua chegada em Portugal, diretamente no SEF. Os documentos utilizados para a autorização de residência são semelhantes aos apresentados no pedido de visto.

É mais rápido pedir o visto através de assessoria?

O pedido através de uma assessoria pode levar até 60 dias, que é o prazo informado pela VFS Global, a representante dos Consulados de Portugal no Brasil que tramita os pedidos de visto.

Entretanto, é importante saber que o procedimento de pedido de visto pode sim ser mais rápido com o auxílio de uma assessoria, já que pelo conhecimento dos trâmites e da documentação necessária, você corre menos riscos de ter o seu pedido negado.

Veja um exemplo. Digamos que você opte por fazer o pedido sozinho e esqueça de juntar ao processo um dos documentos essenciais solicitados para o seu tipo de visto.

Nessa situação, você corre o risco de ter o pedido negado e poderá ser chamado a juntar a documentação em falta. Em alguns casos, poderá até mesmo ser preciso reiniciar o procedimento por meio de um novo pedido.

Em resumo: ao optar por contratar uma assessoria para visto em Portugal, os profissionais vão auxiliar você na obtenção dos documentos, além de conferir toda a documentação antes de enviar o pedido, o que evita que a solicitação de visto seja negada.

Pedidos de vistos podem ser negados

Como dissemos, é importante ter em mente que uma solicitação de visto pode ser negada, principalmente por falta ou erros na documentação apresentada no momento do pedido.

Confira no vídeo abaixo os principais motivos que levam um pedido de visto ser negado.

Em quais casos é melhor ter o acompanhamento de uma assessoria?

A assessoria para visto em Portugal pode ser solicitada para qualquer um dos tipos de vistos existentes para o país.

Mas há alguns que, por suas características ou detalhes, podem requerer mais atenção do requerente – sendo a assessoria bastante indicada nestes casos.

Golden Visa

O Golden Visa (que recentemente sofreu algumas alterações) é um dos vistos que tem o procedimento mais complexo porque exige uma vasta documentação específica e a comprovação da realização de um grande investimento em Portugal.

Além disso, o pedido de visto só pode ser encaminhado depois da concretização de uma das 8 hipóteses de investimento permitidas pela lei, que possuem valores bem altos. Os valores variam entre 250.000 e 1,5 milhão de euros.

Outro diferencial é que este visto é solicitado por uma via diferente dos demais, devendo ser pedido através do Portal ARI (Portal Autorização de Residência para Investimento) – destinado especialmente a estas solicitações.

Em razão de todos estes detalhes, a contratação de uma assessoria para pedir o Golden Visa é altamente recomendada.

Visto D7 para rendas próprias

O visto D7 é destinado às pessoas que possuam rendimentos próprios, sendo bastante utilizado e conhecido pelos aposentados que desejam morar em Portugal.

Entretanto, saiba que o visto D7 também pode ser solicitado por pessoas que tenham investimentos financeiros, rendas comprovadas ou outros tipos de rendimentos próprios garantidos.

A comprovação da renda, que é o requisito mais importante para a aprovação do pedido, deve ser feita de forma cuidadosa a fim de evitar uma negativa do pedido. E a comprovação pode ser feita de diversas maneiras, dependendo do rendimento que o solicitante tenha.

Portanto, a contratação de assessoria para solicitar o visto D7 para Portugal pode ser uma boa ideia para garantir o melhor encaminhamento do seu processo.

Visto D2 para empreendedores

O visto D2 é indicado para as pessoas que trabalham como profissionais autônomos ou que pretendem empreender em Portugal.

Para poder fazer o pedido deste visto é necessário encaminhar para análise os documentos que comprovem a forma de trabalho autônoma ou o empreendimento.

Alguns exemplos são um contrato de prestação de serviços ou um comprovante de investimento financeiro feito em Portugal, além de outros documentos.

Dessa forma, para evitar erros ou a falta de documentos que sejam indispensáveis para comprovar o seu direito ao visto D2, os requerentes interessados podem ser beneficiados ao contratar uma assessoria para solicitar o visto D2 para Portugal.

Visto para nômades digitais

Apesar de Portugal não ter um visto exclusivo para nômades digitais, o visto D2 também pode ser adquirido por esses profissionais, o que tem feito muitos trabalhadores remotos e freelancers escolherem o país como sua base de trabalho na Europa.

Mas é importante ter atenção que a forma de comprovação da atividade profissional pode ser feita com documentos distintos.

Dentre os requisitos indispensáveis para solicitar esse visto estão a comprovação de um contrato de prestação de serviços ou de sociedade, além da demonstração da relevância da sua atividade profissional para a economia portuguesa.

Tendo em conta estas especificidades do pedido, os freelancers ou nômades digitais também podem fazer uma boa escolha ao optar por uma assessoria para visto em Portugal

Visto para estudante

O visto de estudante é muito solicitado pelos estudantes que chegam todos os anos para estudar em Portugal, um dos principais destinos de estudo escolhidos pelos brasileiros.

Ele é destinado tanto a quem vai fazer cursos curtos (de menos de 12 meses – visto temporário), como para quem pretende fazer um curso mais longo (com mais de 12 meses – visto de residência).

Entre os requisitos listados estão a carta de aceite ou comprovante de matrícula na instituição de ensino, comprovante de alojamento no país e comprovação de meios de sustento, que podem ser próprios ou dos responsáveis pelo estudante (este último é exigido apenas para o visto de residência).

Para preparar a extensa documentação do visto de estudante, o apoio de uma consultoria especializada em vistos pode ser de grande ajuda para quem está se preparando para estudar em Portugal.

Assessoria para visto em Portugal passaporte

Então para outros tipos de visto não precisa?

Respondemos a esta pergunta dizendo que não se trata de precisar ou não, é uma opção para quem vai precisar lidar com a organização da documentação para o pedido de visto.

Como já esclarecemos, a contratação de uma assessoria para visto em Portugal não é obrigatória. Entretanto, especialmente em alguns casos (como os citados acima), ela pode ser ainda mais importante, já que pode auxiliar você a lidar com todos os detalhes dos trâmites do pedido de visto.

Além destas situações, contratar uma assessoria especializada na obtenção de vistos pode ser uma excelente opção em casos em que a documentação não é exata ou mesmo quando você não compreende exatamente quais são os documentos a serem emitidos.

Para o visto de empreendedor, por exemplo, é preciso entregar uma série de documentos que podem não ser facilmente compreendidos, como plano de negócios, comprovante de constituição de sociedade comercial, declaração de início de atividade, entre outros.

Em uma situação como essa, o apoio de uma assessoria pode facilitar bastante a obtenção dos documentos.

Em caso de dúvida, busque orientação

Em resumo, recomendamos que, caso você tenha dúvidas ou precise de orientação, procure por uma ajuda especializada no assunto.

Se você não tem certeza sobre o tipo de visto que deve escolher ou sobre os documentos que deve providenciar para encaminhar o seu pedido, pode ser uma boa ideia ter auxílio.

Se você deseja ter o acompanhamento de um advogado para solicitar o seu visto para Portugal, nós recomendamos a Assessoria da Atlantic Bridge. São profissionais experientes e da nossa confiança que vão garantir mais agilidade e segurança na sua solicitação. Entre em contato.