Estudar inglês fora do Brasil: passo a passo e melhores países

Curso de Idiomas  / 

Estudar inglês fora do Brasil é uma experiência para toda a vida. Treinar seu inglês, viver no exterior, ter contato com a cultura local é sensacional. Se você está planejando estudar inglês no exterior mas não sabe por onde começar, hoje vamos te dar várias dicas. Vamos embarcar nessa viagem?

Como estudar inglês fora do Brasil?

O primeiro passo para estudar inglês fora do Brasil é juntar dinheiro, pesquisar as opções de países, escolas no exterior, exigências de visto e as agências de intercâmbio.

Você pode fazer todo o processo sozinho ou então contratar assessoria, as duas formas são possíveis e você deve escolher a que se sente mais confortável.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »

Não há limite de idade para estudar inglês fora do Brasil e os aposentados são muito bem-vindos. É uma forma excelente de viajar o mundo, aprender outra língua e conviver com novas culturas.

Como morar fora do Brasil: do planejamento até a mudança.

Passo a passo para estudar inglês fora do Brasil

O primeiro passo para estudar inglês fora do Brasil é pesquisar escolas de inglês no exterior e preparar toda a documentação necessária para o visto (se for o caso). Confira algumas etapas para planejar:

1. Juntar dinheiro

O primeiro passo para estudar inglês fora do Brasil e fazer um intercâmbio no exterior é juntar dinheiro, pesquisar os preços dos cursos e o custo de vida em cada país e cidade (os preços variam bastante dentro do mesmo país).

Importante saber que fugir das capitais e dos grandes centros pode ser uma ótima opção para economizar. Por exemplo, você pode estudar inglês no interior da Irlanda ou no interior da Inglaterra e economizar bastante com aluguel, alimentação e transporte público.

Se optar por morar em Londres, Dublin, Nova York ou Sydney, por exemplo, seu custo de vida será muito mais alto do que em cidades menores. Veja aqui uma lista de cidades perto de Londres que são ótimas para morar

2. Pesquisar destinos e escolas

O segundo passo é pesquisar escolas de inglês no exterior e fazer um teste de nivelamento para saber em que nível de inglês você está. O ideal é já ter um conhecimento da língua, para conseguir se virar no exterior sozinho. Mas se você quiser aprender inglês do zero, também é possível. As aulas de inglês no exterior são destinadas a todas as idades, inclusive idosos.

Um dos destinos mais procurados atualmente tem sido a ilha de Malta, na Europa. Muitas escolas oferecem cursos com moradia inclusa e você ainda pode aproveitar a belas praias da ilha paradisíaca.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é o Remessa Online.


No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »

Guia de intercâmbio na Europa: passo a passo e melhores países.

3. Ver as datas de início e alojamento

A etapa a seguir é verificar as datas de início dos cursos e planejar sua viagem com alguns meses de antecedência. Normalmente o ano letivo na Europa e na América do Norte começa em setembro. Mas as escolas de inglês possuem cursos de inglês rápidos e intensivos para estrangeiros durante todo o ano.

4. Juntar a documentação para o visto

A quarta etapa é juntar a sua documentação para o visto de estudo no exterior. Alguns países nem pedem visto para estadas menores de 6 meses (Irlanda, Malta, por exemplo). Por isso, pesquise sobre o país em que você pretende estudar no exterior.

Normalmente o visto para estudar no exterior é bem simples. Você precisará da carta de aceitação da escola, da matrícula, comprovante de pagamento, passagem de ida e volta, seguro de viagem, comprovante de alojamento e comprovantes financeiros para se manter no país.

Cada país possui suas regras e a maioria dos vistos é feito no Consulado do país ainda no Brasil (com algumas exceções, quando o visto é feito na chegada do Aeroporto).

Importante saber: se você é menor de idade, precisará da autorização para viajar dos seus pais.

5. Fazer uma tabela de prós e contras da escola e da cidade

Depois disso, você pode fazer uma tabela de prós e contras de cada escola, com os preços, a carga horária, local do curso, avaliação dos estudantes, custo de vida da cidade, clima do país, etc.

Escolha por aquilo que tem mais o seu perfil. Leia comentários sobre a escola e depoimentos de quem já passou por lá. Entre no site, pesquise o endereço e veja a reputação da escola ou da empresa de intercâmbio antes de fazer qualquer pagamento.

teste estudar inglês fora do Brasil

Quais países são indicados para estudar inglês fora do Brasil?

Veja a lista dos países para estudar inglês fora do Brasil:

  • Inglaterra;
  • Irlanda;
  • Malta;
  • Estados Unidos;
  • Canadá;
  • Irlanda do Norte;
  • Escócia;
  • País de Gales;
  • Austrália;
  • Nova Zelândia;
  • África do Sul.

Normalmente os países mais baratos para estudar inglês no exterior são:

  • Irlanda;
  • Malta;
  • África do Sul.

Outra opção é estudar inglês em países onde o idioma oficial não é o inglês, mas as pessoas costumam falar no dia a dia, como, por exemplo, a Islândia ou Holanda. Tudo vai depender da imersão cultural que você quer fazer.

Estudar na Inglaterra: dicas sobre visto de estudante e melhores cursos.

Custos

Os cursos de inglês no exterior variam de acordo com a escola e com o tempo de duração do curso. Os valores iniciam em R$ 1.900,80 na Irlanda e podem ir até R$ 3.498,00 na Nova Zelândia (valores dos cursos com duração de um mês). Além disso, você deve calcular os seguintes custos:

  • Emissão do passaporte;
  • Passagens áreas;
  • Visto (quando houver);
  • Seguro de saúde;
  • Aluguel de um quarto ou flat;
  • Dinheiro para alimentação e transportes;

Portanto, é preciso calcular além do preço das escolas, o custo para se manter mensalmente no país. Se você quer economizar, opte por cidades menores e com custo de vida mais baixo. A vantagem das cidades pequenas é poder se deslocar a pé, os restaurantes são mais baratos e os aluguéis muito mais atrativos.

Quanto custa morar fora para estudar: veja os custos em 5 países europeus.

Estudar inglês na Europa

Na Europa, os países mais procurados pelos brasileiros para aprender inglês é a Irlanda e a Inglaterra. Porém, Malta tem sido uma ótima opção, com preços bastante atraentes e muitas opções de escolas.

A Ilha de Malta é paradisíaca e fica logo abaixo da Itália. O idioma oficial é o inglês. O país recebe muitos estrangeiros que querem aprender inglês e também muitos idosos de países falantes de língua inglesa que se aposentaram e querem viver em um lugar mais tranquilo, com um clima ensolarado.

Saiba aqui quanto custa fazer intercâmbio na Europa e quais os melhores países.

Diferentes soluções para estudar inglês fora do Brasil

Veja algumas outras opções a considerar para estudar inglês fora do Brasil:

Intercâmbio pelo Rotary

Outra solução para estudar inglês fora do Brasil é fazendo um intercâmbio pelo Rotary. Você pode passar um tempo morando na casa de uma família no exterior e vivenciar o dia a dia do lugar, dos hábitos culturais. É experiência incrível e que muitos adolescentes optam por fazer ainda durante o Ensino Médio.

Programa Au Pair

Além disso, há a opção de ser au pair (babá) no exterior e morar na casa de uma família. O programa é muito comum nos Estados Unidos e no Canadá e você pode conciliar com um curso de inglês no seu dia de folga. Normalmente o programa é destinado para mulheres entre 18 e 30 anos, que tenham algum conhecimento de inglês e que saibam cuidar de crianças.

Saiba como ser Au Pair na Europa.

Bolsa de estudo de graduação e pós-graduação

Você também pode se candidatar a bolsas de estudo na Europa para fazer graduação ou pós-graduação no exterior. Alguns fundações internacionais oferecem bolsas de estudo para alunos brasileiros e com boas notas escolares. Para isso, você já deve ter um bom conhecimento do idioma para conseguir acompanhar as aulas.

Por isso, prepare-se para estudar inglês fora do Brasil, estude a língua, ouça música, veja séries em inglês e pesquise todas as opções pagas ou com bolsas de estudo. Com certeza, essa será a maior experiência da sua vida!

Nunca é demais lembrar que se você vai estudar inglês fora do Brasil em um país da Europa vai precisar contratar um seguro viagem Europa. Esse documento é obrigatório em 26 países europeus. Leia nosso artigo sobre ele e veja como contratar o seu ao melhor preço.

Em destaque no Euro Dicas
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é o Remessa Online. No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE
Autor

Amanda é brasileira, jornalista, mestre em Ciências da Comunicação pela Universidade do Minho (Braga, Portugal). Mora desde 2014 em Portugal. Escreve para seu site Vagas pelo Mundo sobre oportunidades de emprego, a experiência de morar fora, bolsas de estudo e vistos para morar no exterior.