Itália

Intercâmbio na Itália: tudo que precisa saber para fazer o seu

O “País da Bota” possui uma educação de excelência e os estudantes que fazem um intercâmbio na Itália ganham conhecimento valioso dentro de aula e também por meio da vida cotidiana neste país dinâmico, lindo e incrível.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »

E se você está entre as pessoas que sonham em fazer um intercâmbio na Itália, confira este artigo que preparamos!

Tipos de intercâmbio na Itália

Você sabia que é possível realizar intercâmbio na Itália mesmo sendo menor de 18 anos de idade? Pois é. Existe o Intercâmbio Teen, um intercâmbio de férias, realizado em janeiro e em julho.

Além desse intercâmbio, é possível realizar o intercâmbio de Ensino Médio/High School, intercâmbio para aprender o idioma e também intercâmbio de cursos profissionalizantes, para trabalhar na Itália.

Precisa de visto para fazer intercâmbio?

Sim. É necessário solicitar um visto de intercâmbio de estudos para realizar um intercâmbio na Itália, caso for estudar por mais de 90 dias no país e não possua cidadania europeia.

Para dar entrada no visto para estudar na Itália, você precisa reunir todos os documentos necessários e ir a um dos Consulados italianos no Brasil, de acordo com o seu local de residência.

Sempre inicie o procedimento de entrada no visto e na documentação com bastante antecedência da data pretendida de entrada, pois o processo pode ser demorado.

Documentos necessários para fazer intercâmbio na Itália

Os documentos necessários para solicitar o visto de intercâmbio na Itália são:

  • Formulário de pedido de visto de entrada;
  • Fotografia recente em formato de passaporte;
  • Documento de viagem com validade de pelo menos três meses a mais do que o visto exigido;
  • Comprovativo de que possui alojamento na Itália, como: reserva de hotel, declaração de hospitalidade, etc.;
  • Comprovante de meios de sustento durante o período em que estiver estudando na Itália;
  • Seguro de saúde ou IB2;
  • Inscrição ou pré-inscrição para o curso na Itália.

Precisa de seguro viagem?

Se você não tem cidadania europeia e pretende fazer intercâmbio na Itália, deve saber que é necessário possuir seguro viagem ou IB2, formulário que o brasileiro pode preencher para ter acesso ao sistema de saúde na Itália, nas mesmas condições que os italianos.

Seguro viagem

O seguro viagem com cobertura de 30 mil euros para despesas médicas e hospitalares é um documento necessário para o brasileiro entrar em qualquer país da Europa que componha o Tratado de Schengen.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é o Remessa Online.


No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »

A melhor maneira de fazê-lo é acessando o comparador de seguro viagem do Euro Dicas e preenchendo as informações solicitadas. O Euro Dicas possui parceria com o Seguros Promo, que oferece os melhores planos de seguro viagem de seguradoras renomadas no mercado pelos melhores preços.

Basta você verificar qual plano se encaixa melhor no seu perfil de viajante, escolher “intercâmbio” e inserir o nosso código de desconto EURODICAS5, para pagar menos 5% no valor de sua proteção.

IB2

Como o Brasil e a Itália têm acordo em relação à saúde pública (brasileiros têm direito à saúde pública na Itália e vice-versa), não é obrigatório o seguro viagem como condição de entrada de brasileiros na imigração italiana, contanto que estes portem seu IB2, que é um seguro saúde.

Para poder solicitar o formulário, o brasileiro deve se dirigir a um posto autorizado do INSS e fazer o requerimento.

Fazer intercâmbio por agência ou por conta própria?

Depende do seu perfil e do valor que pode pagar.

Fazer intercâmbio na Itália por agência

A maneira mais simples de fazer um intercâmbio na Itália é contratando uma agência especializada, que possui pacotes para aprender italiano em diversas cidades da Itália e cuida de tudo: desde o curso até a sua hospedagem, passagens aéreas, das burocracias, etc.

Normalmente esses pacotes contam com curso mais a moradia. Existem também pacotes de intercâmbio que combinam curso de italiano com curso de gastronomia, artes ou passeios.

O intercâmbio na Itália por agências é uma ótima opção para quem prefere pacotes prontos, sem precisar ter trabalho, e pode pagar por isso.

Fazer intercâmbio na Itália por conta própria

Mas é possível também fazer um intercâmbio na Itália por conta própria. É praticamente igual a organizar uma viagem sem a ajuda de uma agência: você precisa planejar e tomar decisões, escolher uma cidade, o curso que deseja fazer, uma hospedagem e o tempo que pretende ficar na Itália.

Organizar um intercâmbio é um processo trabalhoso. Você precisa cuidar de toda a burocracia, como vistos e documentos, e essa forma nem sempre será a mais barata de se fazer um intercâmbio na Itália.

Saiba por que o intercâmbio é uma experiência de vida e se vale mesmo a pena fazer.

Fazer intercâmbio na Itália através de acordos entre universidades

As universidades da Itália estão entre as mais antigas do mundo, e a maioria dos ensinamentos acontece em grandes salas de aula, dependendo do curso específico.

Muitas universidades brasileiras têm acordos de intercâmbio com universidades italianas. Normalmente, nesse tipo de intercâmbio a pessoa pode fazer um semestre, ou mais, do curso em que está matriculado no Brasil em uma universidade italiana.

Saiba quais são as melhores universidades italianas.

Você pode estudar na Itália e aprender italiano

O interessante neste tipo de intercâmbio é que você poderá seguir normalmente seu curso universitário e ainda aprenderá italiano morando na Itália. Universidades como o Politécnico de Torino e a Universidade de Bologna possuem programas desse tipo.

Se você é universitário no Brasil e se interessou por esse tipo de intercâmbio, procure o setor responsável da sua universidade para saber se é possível e como proceder.

Programas de pós-graduação: especialização, mestrado e doutorado na Itália

Além de cursar um ano de universidade na Itália, é possível, ainda, fazer um curso de pós-graduação no País da Bota. Existem diversos cursos de especialização nas universidades italianas, além dos programas de mestrado e doutorado chamados de sanduíche, ou seja, cursados parte no Brasil e parte na Itália.

Se você deseja ter uma experiência fora do país mais longa e mais completa, veja como fazer faculdade na Itália.

Melhores áreas para fazer intercâmbio na Itália

A Itália tem uma sólida tradição em ensino universitário. Além da tradição, o país é muito famoso pela arquitetura, artes, design e moda.

Assim, as melhores e mais tradicionais áreas para se fazer intercâmbio na Itália são: arquitetura, artes, história da arte, design, moda e direito.

Quanto custa fazer intercâmbio na Itália

Valor do intercâmbio na Itália

O custo de um intercâmbio na Itália depende, em primeiro lugar, do valor do curso escolhido – as taxas de matrícula giram em torno de mil euros nas universidades públicas, dependendo da universidade e do curso escolhido.

Já nas universidades privadas, os custos são bem mais elevados, e a maioria das instituições cobram os mesmos valores para estudantes da União Europeia e não pertencentes à UE.

Em média, as anuidades nas universidades da Itália giram em torno de 5 mil euros anuais, dependendo, é claro, da universidade, da sua localização e do curso escolhido.

Existem bolsas de estudo na Itália

Muitas instituições de ensino italianas oferecem bolsas de estudo. Normalmente, existe um processo seletivo para a obtenção desse tipo de bolsa de estudo.

Existe também o programa Erasmus, que é um programa de bolsas de estudos para universitários, bastante interessante.

É importante dizer que algumas bolsas de estudo cobrem as taxas de matrícula, mas também os custos de vida. Mas as bolsas de estudo e o financiamento são, muitas vezes, limitados e oferecidos aos alunos com base no mérito, depois de uma avaliação de suas notas anteriores.

O governo italiano proporciona bolsas a estrangeiros

Além disso, o governo italiano, de tempos em tempos, lança programas de bolsas de estudo para incentivar jovens estrangeiros a estudarem na Itália e, assim, promover e difundir a cultura italiana.

Custos mensais no intercâmbio na Itália

Além do valor do curso, você terá os gastos para viver, lembrando que a Itália é um país com custo de vida elevado, principalmente em cidades como Roma e Milão.

O aluguel de um apartamento de um quarto (ou, até mesmo, um quarto) custa em torno de 600 euros. Com alimentação você gastará em torno de 200 euros. Ainda é preciso levar em conta os gastos com transporte, lazer, contas de telefones, internet, atividades sociais e outros materiais didáticos, por exemplo.

Então, sem contar com o valor do intercâmbio na Itália, calcule, no mínimo, mil euros com gastos mensais. Não pode se esquecer, também, de calcular o valor que gastará com documentação, visto, passagens e outras eventuais despesas.

Intercâmbio na Itália viver em Roma

Veja, em detalhe, o custo de vida na Itália.

Alguns sites ajudam a ter uma noção das despesas para fazer um intercâmbio na Itália:

Como mandar dinheiro para a Itália para me manter durante o intercâmbio?

Há diversas formas de mandar dinheiro para o exterior e se manter durante o intercâmbio na Itália.

Cartão pré-pago internacional

Uma maneira bastante prática e segura é viajar com um cartão pré-pago internacional, como um Visa Travel Money, por exemplo. Você recarrega o cartão quantas vezes quiser e com o valor que precisará e pode sacar o dinheiro em caixas eletrônicos.

No entanto, uma de suas desvantagens é o IOF é de 6,38% cobrado, que costuma ser descontado na conversão da moeda, em cargas e recargas.

Abrir conta na Itália

Outra alternativa para ter dinheiro para o seu intercâmbio na Itália é abrir conta na Itália, enviar dinheiro para essa conta e receber por ela.

Diversos bancos atuam no país, como o Unicredit, fundado em 1870, e Intesa Sanpaolo, criado em 2007.

Mas uma boa sugestão é abrir uma conta em um banco digital, como o Banco N26.  Com ele, você tem a possibilidade de ter uma conta bancária no exterior sem o pagamento de tarifa de manutenção e pode realizar até cinco saques gratuitos na Itália.

Veja todas as informações sobre como funciona e como abrir uma conta no Banco N26 na Itália.

Enviar dinheiro para sua conta no exterior

Com sua conta no exterior, receber dinheiro do Brasil ou de outros países fica bem mais simples, fácil e rápido.

Existem diferentes formas de enviar dinheiro para o exterior. As mais utilizadas são:

Enviar dinheiro para o exterior pelo banco

Enviar dinheiro para o exterior pelo banco é a maneira mais tradicional, porém mais custosa e lenta. Cada banco tem as suas taxas. Mas os bancos costumam cobrar a taxa de câmbio mais a sua margem de lucro, além da taxa de envio. Além disso, o prazo para o dinheiro cair na conta de destino pode variar entre 2 e 5 dias úteis.

Enviar dinheiro para o exterior por plataformas online

Enviar dinheiro para o exterior por plataformas online é cada vez mais comum, principalmente por possuírem taxas bem mais baixas do que os bancos e prazos menores para o dinheiro chegar à conta de destino. Entre elas, as que apresentam mais vantagens para o cliente são a Remessa Online e a TransferWise.

A Remessa Online cobra 1,3% de tarifa e pratica o câmbio comercial. O dinheiro cai na conta de destino em até 1 dia útil após a confirmação do pagamento.

Já a taxa da TransferWise varia de 1,5% a 2,5% do valor enviado em cada transferência, já incluindo o IOF obrigatório. A plataforma também pratica o câmbio comercial e o dinheiro demora até 2 dias úteis após a confirmação do pagamento para cair na conta de destino.

Enviar dinheiro para o exterior pelo Correio

Assim como os bancos, enviar dinheiro para o exterior pelo Correio é uma maneira tradicional, mas o dinheiro demora mais tempo para chegar ao destino e o cliente normalmente paga mais caro do que se realizasse o serviço por meio das plataformas online.

Os custos do vale postal eletrônico internacional são: R$ 35,00 + 1,5% sobre o valor da remessa enviada. O dinheiro demora de 2 a 5 dias para cair na conta de destino.

Vale a pena fazer intercâmbio na Itália?

Sim! A Itália é um país belíssimo e apaixonante. Rica em história, é considerada o berço da civilização moderna ocidental. Isso sem falar no idioma, uma das mais belas línguas faladas no mundo.

Some tudo isso ao fato da Itália ser um país com uma antiga e sólida tradição universitária, principalmente em áreas como design, moda, artes, arquitetura e direito. Isso sem falar que morar fora do seu país vale a pena, pela rica experiência cultural que um intercâmbio pode proporcionar.

Assim, você vai aprender, de forma dinâmica e eficaz, a cultura do país e aperfeiçoar seu italiano para estudos acadêmicos, carreira profissional ou outro objetivo.

Vale lembrar que o ano letivo na Itália é diferente do Brasil. É constituído por dois semestres: o primeiro semestre tem início em setembro / outubro e termina em janeiro / fevereiro. Por isso, as matrículas ocorrem em datas diferentes. Fique atento!

Vantagens de fazer intercâmbio na Itália

  • Morar num país rico em história e cultura;
  • Aprender italiano in loco;
  • Escolas e universidades tradicionais, com excelente qualidade;
  • Viajar pela Europa com facilidade.

Desvantagens de fazer intercâmbio na Itália

  • A Itália é um país com custo de vida elevado, se comparado a Portugal, por exemplo;
  • A língua italiana não é tão falada no mundo como o inglês, francês ou o espanhol.

Se você está mesmo interessado em estudar no exterior, saiba tudo o que você precisa saber sobre fazer um intercâmbio na Europa.

Em destaque no Euro Dicas
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é o Remessa Online. No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE

Carolina Carvalho

Carolina é luso-brasileira, jornalista e especializada em Comunicação Empresarial. Desenvolve e revisa conteúdos para diversas mídias. Adora viajar o mundo, conhecer novas culturas e escrever sobre suas experiências. Tem prazer em dar dicas de restaurantes, hotéis e também em ajudar brasileiros que desejem morar em outro país.

Ana Eliza

Ana Eliza, ou Ni como é conhecida, é brasileira, apaixonada por viagens e mãe da Olívia. Mora em Turim, na Itália e, juntamente com seu marido Fabiano, escreve o In Turim, um blog sobre a vida e turismo na cidade que foi a primeira capital da Itália.

Artigos Relacionados

Fechar