A imigração de italianos para o Brasil afetou não somente a história brasileira, mas também os costumes e as tradições dos brasileiros, com um destaque especial para as famílias ítalo-brasileiras. Vamos conhecer algumas das tradições italianas que caíram no gosto dos brasileiros e aquelas que foram deixadas em segundo plano também.

Vamos lá?

Tradições italianas que caíram no gosto dos brasileiros

Não precisa necessariamente ter sangue ítalo-brasileiro para saber o quanto os imigrantes italianos marcaram a história no Brasil e o quanto nos apropriamos da cultura deles. Se você não tem essa ideia tão clara na cabeça, confira a lista de 8 tradições italianas que caíram no gosto dos brasileiros.

1. Palavras e expressões italianas

Você sabia que muitas das tradicionais expressões da língua italiana afetaram o português, principalmente nas regiões do Brasil com as maiores colônias de imigrantes italianos?

Isso mesmo. Muitas das expressões que nós utilizamos hoje com grande familiaridade chegaram até nós por meio dos primeiros imigrantes que vieram da Itália no século XIX. Elas acabaram se tornando tão naturais que nem ao menos percebemos a sua origem italiana.

Podemos citar, por exemplo, a palavra “gazeta”, que é muito utilizada pela língua italiana na forma de “gazzetta” e inclusive estava presente em um dos primeiros jornais de circulação nacional do país: o Gazzetta del Popolo.

Além de “gazeta”, muitas outras palavras, especialmente aquelas relacionadas à comida, vieram do italiano, como: panetone (panettone), maestro (maestro, escrito da mesma forma que no português), soneto (sonetto), máfia (mafia) e muitas outras. Por isso, algumas pessoas costumam dizer que aprender italiano pode não ser tão difícil.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Cotar Agora →
Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é a Wise. É seguro, rápido e fácil de utilizar.

Ver Cotação →

2. O afeto pela família

Uma das tradições italianas que os brasileiros herdaram é o forte afeto pela família. Para os italianos, a família é uma instituição muito importante e é justamente por isso que outros povos não latinos, como os alemães, enxergam os italianos como “apegados demais” aos familiares.

Na Itália, é muito comum que os adultos continuem vivendo até mais velhos com os pais. Quando eles não vivem mais juntos, porém, ainda visitam os pais, avós e tios em todas as festividades mais importantes, como o Natal, a Páscoa e os aniversários.

O brasileiro também é muito apegado à família e podemos atribuir essa característica à observação dos costumes dos imigrantes e à posterior integração dos mesmos na cultura brasileira.

3. Festas

Os imigrantes italianos que vieram para o Brasil continuaram a celebrar as suas principais festas em datas específicas do ano. Com isso, muitas das mais famosas festividades italianas foram incorporadas pelos brasileiros e são celebradas em diversas regiões do Brasil até hoje.

Dentre as mais famosas, podemos citar a Festa de Nossa Senhora Achiropita, festa religiosa que é realizada no bairro do Bixiga, na cidade de São Paulo. O local em questão foi escolhido porque é um dos mais povoados por imigrantes italianos de toda a cidade. A festa acontece anualmente entre agosto e setembro.

Os brasileiros também celebram a Festa de San Gennaro, que também acontece na cidade de São Paulo, mas na região da Mooca. Esse evento também é religioso, apesar de também atrair pessoas de toda a metrópole por outros motivos, e acontece entre os meses de setembro e outubro.

4. O almoço de domingo

Poucas pessoas sabem, mas o costume da Itália do tradicional “almoço de domingo”, em que pratos especiais são preparados e todos os familiares se unem, normalmente na casa dos avós da família, é uma das tantas tradições italianas que caíram no gosto dos brasileiros.

Os italianos, tanto as crianças e os jovens como os adultos, se reúnem há décadas para o “pranzo di domenica”. É uma tradição preservada principalmente pelas famílias ítalo-brasileiras e está também relacionada ao afeto pela família que já foi mencionado anteriormente.

Podemos dizer que o domingo foi escolhido, tanto pelos italianos como pelos brasileiros, devido ao fato de que parte significativa das pessoas não trabalha nesse dia da semana.

Dentre os pratos que são preparados para o almoço em questão, a pasta está entre os pratos favoritos dos italianos para a ocasião, o que também acabou influenciando os brasileiros. Afinal, quem não gosta de uma macarronada de domingo?

5. A gastronomia

Todos sabem que os italianos comem bem: eles possuem uma verdadeira paixão pela comida e por todo o ano de saborear os pratos em boa companhia. É justamente por esse prazer em cozinhar e em se dedicar aos momentos de alimentação que a gastronomia da Itália é reconhecida mundialmente.

Ainda, podemos dizer que uma parte muito significativa da gastronomia italiana acabou influenciando os pratos mais apreciados pelos brasileiros.

Para exemplificar a forte influência de comidas típicas da Itália na gastronomia brasileira, podemos começar pelos doces: as famílias brasileiras possuem o costume de comprar um panetone para comer no dia de Natal, não é? Pois é!

Mas você sabia que o panettone foi inventado pelos italianos e depois difundido em todo o mundo? Isso mesmo. Assim como tantos outros doces italianos apreciados pelos brasileiros, como o tradicional gelatto (sorvete), uma criação italiana que acabou sendo apreciada por todo o mundo.

Ainda dentro da gastronomia, podemos dizer que uma das tradições italianas que caíram no gosto dos brasileiros é o uso de embutidos, como mortadela e calabresa. Os italianos apreciam os embutidos desde a época do Império Romano (há muitos séculos). Dessa maneira, quando os imigrantes chegaram no Brasil, eles trouxeram também a inserção de diversos tipos de embutidos na gastronomia.

Macarrção a bolonhesa sendo servido
A gastronomia italiana tem forte influência no Brasil.

Conheça também as comidas típicas de Portugal. Algumas famílias brasileiras herdaram o costume de ter bacalhau à mesa no Natal.

6. Frutas e verduras

Quando falamos em gastronomia italiana, a maioria das pessoas irá pensar, imediatamente, em massas e pizzas. Porém, os italianos possuem o costume de inserir muitas verduras e frutas em diferentes pratos. Essa tradição influenciou diretamente os hábitos dos brasileiros. Isso porque, antes da chegada dos primeiros imigrantes vindos da Itália, não existia no Brasil um costume tão forte de consumir verduras e frutas com frequência.

Com a difusão do costume pelos imigrantes, incluindo aqueles que faziam parte da gastronomia, e a tradição dos mesmos de cultivarem verduras e frutas nos próprios quintais para consumo próprio, os brasileiros passaram a fazer o mesmo. Como consequência, hoje em dia o consumo de verduras e de frutas é largamente incentivado dentro da gastronomia brasileira.

7. A paixão pelo futebol

Os brasileiros e os italianos compartilham uma característica: a paixão pelo futebol. Dentre as tradições italianas que caíram no gosto dos brasileiros, podemos citar o amor pelo futebol e tudo que está envolvido dentro desse esporte.

Os italianos têm o forte costume de acompanhar diversos campeonatos ao longo de todo o ano e torcer pelo time da Itália, conhecido como Azzurra, nos campeonatos mundiais.

Como exemplo dessa influência que gerou a fervorosa paixão pelo futebol dos brasileiros destaca-se a criação do Palmeiras, na época chamado de Palestra Itália, no ano de 1914.

Em 1914, a imigração de italianos para o Brasil ainda era muito forte e o time foi criado com o objetivo de unificar a comunidade italiana no Brasil, principalmente na cidade de São Paulo. Porém, durante a Segunda Guerra Mundial, o Brasil passou a ser um aliado dos Estados Unidos contra o Eixo (Itália, Alemanha e Japão) e, com isso, todas as manifestações que remetessem de algum modo à cultura italiana foram proibidas. Assim, o time mudou o seu nome para “Sociedade Esportiva Palmeiras”.

8. Jogos

Você sabia que muitos dos jogos mais conhecidos em determinadas regiões do Brasil chegaram até nós por meio dos italianos? Os italianos gostam muito dos mais variados tipos de jogos, sejam eles de tabuleiros, cartas ou bolas. É uma característica muito marcante, tanto em jovens quanto em pessoas mais velhas.

Andando pelas ruas, principalmente em cidades pequenas na Itália, é muito comum encontrar grupos jogando algum tipo de jogo em praças e bares. Os imigrantes apenas continuaram essa tradição e a trouxeram para o Brasil no momento da imigração. Com isso, muitos jogos novos foram introduzidos para os brasileiros.

Dentre eles, podemos citar a bocha, praticada em quadras conhecidas como “canchas”. O truco, a scopa (escopa, em português) e o scopone (escopone) estão entre os jogos de cartas trazidos pelos imigrantes e que caíram no gosto dos brasileiros. O truco, principalmente, é um jogo muito conhecido no Brasil, jogado por uma grande quantidade de pessoas no país, principalmente nas regiões Sul e Sudeste, que concentram a maior quantidade de descendentes de imigrantes italianos.

Nos dias de hoje, esses jogos trazidos pelos italianos tornaram-se tão conhecidos que não são praticados somente pelas famílias ítalo-brasileiras, mas por todo mundo!

Conheça também 12 diferenças culturais entre Brasil e Portugal

Tradições italianas que não são praticadas no Brasil

Como você deve ter percebido por meio dessa curta lista, os imigrantes que vieram da Itália entre os séculos XIX e XX foram os responsáveis por influenciar a cultura brasileira de diversas formas.

Porém, existem também tradições da cultura italiana que não são praticadas no Brasil e que, até mesmo, são totalmente desconhecidas aqui. É muito importante que você conheça algumas delas, principalmente se você deseja morar na Itália.

1. Fitas nos nascimentos e nos casamentos

Os italianos possuem o costume de anunciar nascimentos e casamentos com enfeites feitos de fitas coloridas e/ou brancas.

Quando uma criança nasce, por exemplo, os pais colocam uma fita na porta da casa: ela pode ser azul (se o filho for um menino) ou rosa (se for uma menina). As fitas também são colocadas nas portas de Igrejas quando ocorre um batizado e seguem a mesma lógica das cores azul e rosa.

As fitas nos carros não estão entre as tradições italianas que caíram no gosto dos brasileiros
Os italianos possuem a tradição de colocar fitas nos carros de recém-casados.

Da mesma forma, as fitas também são utilizadas para enfeitar o carro de noivos recém-casados. Nesse caso, usam-se fitas brancas.

2. A festa da Befana

Os italianos não festejam o Dia das Crianças no mês de outubro como os brasileiros, mas sim em janeiro, com a tradicional festa da Befana.

“Befana” é o nome da bruxa que, segundo a tradição italiana, visita as crianças na noite entre o dia 5 e 6 de janeiro, trazendo doces e brinquedos para os pequenos. A tradição ainda afirma que as crianças que não se comportaram durante o ano recebem somente pedaços de carvão.

3. O café

Os italianos possuem uma verdadeira paixão pelo café. É muito comum encontrar pessoas entrando em bares em diversos momentos do dia para tomar um expresso no balcão.

Além do costume, o próprio café em si é diferente na Itália: o café é extremamente concentrado e curto, ao contrário do café mais fraco e longo dos brasileiros.

Mora no sul do Brasil onde tem forte influência alemã? Conheça também as costumes da Alemanha para saber se herdamos algo.