Brasileiros no Porto: conheça os diferentes perfis de imigrantes

O número crescente de brasileiros em Portugal é realidade também no Porto. A principal cidade do norte do país, recebe imigrantes de várias partes do mundo, especialmente do Brasil. Mas quem são os brasileiros no Porto? É possível dizer que existem um perfil único de imigrantes na cidade? Trabalhadores, estudantes, aposentados, os brasileiros no Porto são felizes?

Conversamos com alguns brasileiros para entender melhor como é a vida na cidade, o que os trouxe até aqui e o que os faz querer ficar.

Quem são os brasileiros no Porto?

Os brasileiros no Porto tem perfis variados: estudantes, trabalhadores, aposentados, famílias, casais, etc. De todas as regiões do Brasil, especialmente do sudeste e nordeste.

Com faixas etárias variadas, mas especialmente adultos jovens. Quando vivi na cidade em 2013, ouvir “brasileiro” era uma raridade, na universidade eu era a única intercambista do país.

É difícil traçar um perfil dos brasileiros no Porto. Desde que me mudei para a cidade, em setembro de 2018, conheci muitos brasileiros. Talvez o primeiro choque tenha sido na universidade, no mestrado éramos maioritariamente brasileiros. A maioria na faixa dos 25-30 anos, com alguma experiência de mercado no Brasil e que viram no mestrado uma oportunidade de se mudar de país e traçar novos rumos para a carreira.

Precisa enviar dinheiro para o exterior?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Em outros contextos, conheci muitas pessoas que vieram sem planejamento ou mesmo visto e, após chegaram na cidade tentavam se regularizar (não recomendamos nunca que você se mude sem visto). Seja no supermercado, na rua, nos restaurantes, os brasileiros estão por todos os lados no Porto e o aumento no número de imigrantes e perceptível.

Saiba como morar em Portugal, da preparação dos documentos, aos primeiros passos no país.

Quantos brasileiros vivem no Porto atualmente?

Dados do SEF referentes ao ano de 2019 apontam que os brasileiros representam 47% dos estrangeiros que vivem no distrito do Porto. Dos 42.253 cidadãos estrangeiros residentes na cidade, 19.703 são brasileiros. Se comparado a 2018, houve um aumento de 6.709 brasileiros no Porto.

A maioria dos brasileiros no Porto são mulheres, totalizando 11.406, enquanto os homens são 8.355.

Vale destacar que os números se referem apenas a quem tem autorização de residência. Na realidade o número de brasileiros no Porto é ainda maior, pois, muitos tem cidadania portuguesa e outros tantos, depois de cinco anos vivendo em Portugal, fizeram o processo para cidadania por tempo de residência no país.

Por que os brasileiros escolhem o Porto para morar?

São muitos motivos que levam os brasileiros a escolher o Porto como destino. Um dos fatores que mais se destaca é o custo de vida, em relação a Lisboa, viver no Porto é mais barato. No que se refere aos preços de aluguel, por exemplo, no Porto é 23% mais barato que em Lisboa, segundo o Numbeo. Comer fora no Porto também é mais barato, cerca de 10%.

Por outro lado, o poder de compra é menor no Porto, aproximadamente 9%. Isso porque, os salários na região são mais baixos que em Lisboa, enquanto na capital o salário médio é 1.002 €, no Porto a média é 827 €. O salário mínimo em Portugal é 635 €, ou seja, ambos estão acima, mas os salários no Porto ainda são mais próximos do piso.

Apesar de ter menos oferta de trabalho que a capital, no Porto estão muitas empresas internacionais e de tecnologia, atraindo muitos profissionais dessa área. Além disso, o setor de turismo é um dos mais fortes do país e emprega um considerável contingente de brasileiros.

Estudar no Porto

O número de brasileiros estudando no Porto é considerável. Só na Universidade do Porto, no ano letivo 2019/2020 o número de estudantes brasileiros atingiu o maior número 2.866, contabilizados apenas os estudantes matriculados regularmente, ou seja, excluem-se os estudantes que estão em intercâmbio.

O Bruno Fernandes é um desses brasileiros que escolheu o Porto em 2018, para realizar um mestrado. “O Porto foi uma consequência de minha escolha por Portugal. Estava em um hiato em minha vida profissional e acadêmica no Brasil quando decidi fazer o mestrado em Ciências da Comunicação. Então recebi indicações de amigos que a Universidade do Porto seria uma boa instituição e que o curso seria de excelência”, relembra.

A vida de estudante no Porto

Sobre o Porto e a experiência na cidade, Bruno considera um lugar agradável e acolhedor. “(O Porto) consegue juntar o fato de ser movimentada e um grande destino turístico – graças às belezas naturais e arquitetônicas – com as características de cidades pequenas no Brasil. Isso te possibilita aqueles pequenos prazeres como ser conhecido dos funcionários da sua padaria ou café preferido”.

O que pesa para muitos brasileiros no Porto que vieram estudar é um fator que o Bruno também destaca, a desvalorização do real. “Comparativamente, a cidade do Porto só é cara se pensarmos os gastos na moeda brasileira, que neste momento, e não por conta da pandemia, atinge patamares altíssimos”. O problema é potencializado especialmente pelos altos custos de alugar apartamento no Porto, algo que pressiona tanto estudantes brasileiros, quanto os próprios portugueses.

estudantes brasileiros no Porto

Um dos pontos que mais pesa para muitos brasileiros qualificados que se mudam para o país é a falta de oportunidade de trabalho em algumas áreas. Mesmo com a formação em jornalismo e o mestrado caminhando para o fim, a carreira é um ponto de preocupação.

“São comuns os casos de estudantes que trabalham no ramo da restauração (bares, cafés e restaurantes). Eu mesmo já fiz freelas como jornalista e trabalhei por algumas noites num bar”.

A relação com o Porto e o futuro

Mas perguntado se é feliz no Porto, Bruno diz que tem sido muito feliz na cidade. “Moro numa localização bastante central e faço a maioria das coisas à pé, por exemplo. É claro, e como diria a personagem Dorothy ‘não há lugar como o nosso lar’. A familiaridade que temos por sermos brasileiros, especialmente por encontrarmos nossos conterrâneos com grande frequência, alivia a falta que podemos sentir”.

E quando questionado sobre voltar para o Brasil, considera que neste momento não é um desejo, especialmente em decorrência da situação econômica e política do país. Mas reforça a importância de conseguir uma boa colocação profissional para se manter na cidade, mas considera se mudar caso surja alguma proposta de trabalho.

Trabalhar no Porto

Não existem dados concretos sobre o número de brasileiros trabalhando no Porto, mas seja no comércio ou nas empresas de tecnologia, a presença deles é inegável.

Jéssica Grandi é editora multimédia, mas lembra que o início no país não foi tão fácil encontra algo na área. “Não vim com nada certo, mas tive a sorte de encontrar um trabalho em um café que me deu contrato assim que cheguei, o que ajudou muito com a documentação daqui. Após 1 ano trabalhando no café arrumei emprego na minha área também com contrato”.

Mas lembra que no começo, trabalhar com pessoas de uma cultura diferente foi um desafio, atenuado pela presença de outros brasileiros no primeiro trabalho. “Hoje trabalho praticamente só com portugueses e sofri um pouco no começo, até com coisas mais bobas como palavras e gírias que eles usam aqui. Mas diferente do que acontece com muita gente, todos os portuenses sempre foram muito simpáticos, sempre ajudaram e nunca sofri nenhum tipo de preconceito no trabalho”, destaca.

As dificuldades do trabalho no Porto

Um ponto negativo que no fim das contas pesa na carreira são os rendimentos, o Porto não é conhecido pelos melhores salários no país e, em algumas áreas, isso é ainda mais sentido.

Para a Jéssica, que é da área da Comunicação, além da dificuldade em encontrar trabalho, o salário deixa muito a desejar. “Lisboa sempre teve mais oportunidades, e no Brasil também tinha um emprego razoavelmente bom. Então em relação ao rendimento financeiro acho que não vale a pena, mas vendo por todos os lados, pra mim, ainda é a melhor opção estar aqui”.

trabalhador brasileiro no Porto

O trânsito também não tem sido um facilitador, o trabalho é distante da cidade, por isso, diariamente é mais de uma hora de deslocamento, primeiro entre a casa e o ônibus fretado pela empresa, depois dentro do ônibus até o escritório. Mas nada que assuste quem estava acostumado com a rotina do trânsito de São Paulo.

A relação com o Porto e o futuro

Voltar para o Brasil não é um possibilidade, mas o desejo de viver em outro país europeu é sim. “Queria morar em algum país que se falasse inglês principalmente para poder treinar na vida real, que acho que só assim conseguimos nos aperfeiçoar nisso. Mas por enquanto ainda tenho muito o que viver aqui no Porto”.

“Gosto muito de viver no Porto e sou feliz aqui. Depois de muito tempo correndo atrás hoje posso dizer que estou feliz com meu emprego, minha casa, e minha situação atual aqui”.

Aposentar no Porto

A cidade também é destino de muitos aposentados em Portugal, que veem no Porto um lugar tranquilo e com qualidade de vida para aproveitar a aposentadoria. “Para quem é aposentado e deseja uma vida tranquila, Porto é muito bom. E se gostar de pescar, é só olhar o rio que é o que os aposentados mais fazem aqui”, recomenda o Gilberto, aposentado brasileiros que vive no Porto desde 2018.

O primeiro contato que teve com a cidade foi em 2016, quando esteve no país e conheceu várias cidades. A decisão sobre a cidade ideal para viver não foi fácil, a princípio Lisboa seria o destino da família, mas como as filhas também viriam a faculdade acabou pesando na decisão e trouxe Gilberto, a esposa e as filhas para o Porto.

Para o Gilberto a vida de aposentado não tem muitas responsabilidades, nem horários, por isso o ritmo de vida é tranquilo e a cidade colabora para uma rotina mais leve. A falta de segurança do Rio de Janeiro levou a família a deixar o país, e no Porto, encontraram uma cidade segura e com qualidade de vida. “É simplesmente acordar e viver a vida. Gosto de fazer caminhadas pela cidade, frequentar barzinhos, ir ao mercado, conhecer lugares”.

aposentado brasileiro no Porto

Outro aspecto positivo, mesmo com a alta do euro, é que viver da aposentadoria brasileira no Porto é sinônimo maior poder de compra. “Faço um apanhado como um todo, se verificar custo de mercado, seguro saúde, aquisição de bens, como carro, na ponta do lápis, aqui o dinheiro rende mais”, reforça.

As diferenças em relação ao Brasil

Se tem um ponto que o Brasil faz falta na rotina do Gilberto e da esposa é conhecer pessoas. “A diferença entre o povo brasileiro e o português está especialmente na maneira de ser, facilidade de fazer amizade que temos no Brasil, isso é diferente, a gente sente falta”, lamenta.

Os brasileiros no Porto são felizes?

Sim. Todos os brasileiros que conversei para fazer este artigo destacaram que são felizes na cidade. Em conversas entre brasileiros é comum falarmos de como nos sentimos no Porto e dos aspectos positivos em relação à vida no Brasil. A qualidade de vida no Porto certamente é um aspecto que contribui muito para a felicidade dos brasileiros.

Por outro lado, algumas dificuldades são comuns a maioria das pessoas, como a dificuldade em trabalhar na área de formação e os salários pouco atrativos.

Conheça também quem são os brasileiros em Portugal e veja que, quando chegar em Portugal, vai descobrir que fala brasileiro ao invés de Português.

Querem voltar para o Brasil?

De modo geral os brasileiros no Porto não querem voltar para o Brasil. Muitos pensam sim em se mudar para outras cidades europeias, especialmente por causa da carreira, mas é bem raro encontrar pessoas que pensem em voltar para o Brasil, especialmente neste momento.

Sonha em morar no Porto? Então é hora de começar a se planejar. Preparamos um e-book completo com tudo que você precisa saber sobre Como Morar em Portugal, um guia com todas as informações para planejar a mudança. Aproveite a leitura e comece a colocar em prática esse desejo.

Carolina é mineira e vive no Porto, em Portugal, desde 2018. Conheceu a cidade em 2013, quando realizou um intercâmbio acadêmico, se apaixonou e voltou para estudar e aproveitar o que o país tem de melhor. Ama organizar roteiros de viagens detalhados e compartilha um pouco das experiências de viagem no @ourvieworld. Graduada em Jornalismo, se especializou em Marketing Digital, área na qual atua há 6 anos. Atualmente é mestranda em Ciência da Comunicação na Universidade do Porto.

Artigos relacionados

Como trabalhar em Portugal: visto, salários e oportunidades

Todos os passos para trabalhar em Portugal: veja como obter o visto de trabalho, média salarial, os melhores sites de emprego e mais.

Visto para Portugal: tipos, custos e como solicitar o seu

Vai se mudar para Portugal?Sozinho ou com a família? Confira o visto necessário, custos e procedimentos passo a passo para viajar tranquilo.

Como morar em Portugal em 2020 (Guia Atualizado!)

Dicas que ninguém te conta sobre como morar em Portugal na primeira pessoa: passo a passo, como conseguir um visto, qual é o custo de vida e mais.

Sites de emprego em Portugal: veja a lista com os melhores

Descubra os melhores sites de emprego em Portugal e algumas alternativas para encontrar a sua vaga, seja através de sites, agências ou pelas redes sociais.

Custo de vida em Portugal 2020: quanto custa viver no país

Conheça o custo de vida em Portugal, quanto custa alugar apartamento, fazer compras do mês, gasto com saúde, transporte e salário para viver no país.

Estudar em Portugal de graça: programas e bolsas de estudo

Estudar em Portugal de graça pode ser mais comum do que você imagina, basta ser aprovado em programas de bolsas e intercâmbios. Veja como se inscrever!

Câmbio de moedas

EURO € : R$ 0.00

LIBRA £ : R$ 0.00

DÓLAR $ : R$ 0.00

Ouça nosso Podcast

Curta nossa página

Euro Dicas no Youtube