Tem o hábito de consumir carne com regularidade e quer saber como será a sua rotina alimentar no país luso? Prepare o bolso, pois o valor da carne em Portugal tem aumentado bastante depois do início da guerra da Ucrânia.

Entenda como está o consumo de carne em Portugal atualmente, como são comercializadas as carnes, quais são custos envolvidos na compra e como se adaptar ao novo cenário econômico.

Consumo de carne em Portugal

Mesmo com o aumento dos custos os portugueses ainda consomem carne e é fácil encontrar a venda em supermercados e açougues. Para os brasileiros vale lembrar que há uma diferença significativa cultural, especialmente no que diz respeito aos nomes dos cortes de carne.

De modo geral, os brasileiros costumam consumir mais carne bovina do que os portugueses.

Os portugueses, por sua vez, tem por hábito se alimentarem mais com carne de porco e aves, que são os ingredientes de muitas comidas típicas de Portugal.

Especialmente em algumas regiões do país, como é o caso do Alentejo, a culinária feita a partir de alimentos suínos é bastante tradicional. O peixe também é muito apreciado por aqui. Já a carne de vaca, que é a mais consumida no mundo e no Brasil, também é consumida, mas em menor escala.

Redução do consumo de carne em Portugal

Recentemente tem havido um movimento na Europa para a redução do consumo de carne por motivos ambientais. Outro motivo que empurra para a redução diz respeito ao alto valor que esse tipo de compra passou a representar no orçamento desde o início da guerra da Ucrânia.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Cotar Agora →
Quer morar em Portugal legalmente e com segurança?

Recomendamos a assessoria da Madeira da Costa, uma sociedade de advogados experientes para auxiliar na sua solicitação de vistos, autorização de residência e outros trâmites. É da nossa confiança.

Saber Mais →

Para ter uma ideia do quanto o conflito impactou o bolso dos portugueses, segundo a Deco (Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor), o custo da cesta básica aumentou 27€ desde o início da guerra, passando a custar 210,80€. Em percentagem, houve um aumento de 14,35% se compararmos com a véspera do início do conflito.

Tábua com diferentes tipos de carne
As carnes em Portugal podem ser compradas em mercados ou em açougues, mas os cortes são diferentes.

E em alguns produtos específicos o aumento foi ainda maior: o preço da carne em Portugal subiu 21%, os laticínios 19% e as frutas e legumes 15%. Lembrando que o salário mínimo em Portugal passou para 760€ desde o de 1 de janeiro de 2023.

O exemplo da Universidade de Coimbra

Em termos ambientais, a redução do consumo tem ganhado força especial nas universidades portuguesas. A Universidade de Coimbra, por exemplo, chegou a anunciar em setembro de 2019 que deixaria de servir carne de vaca nas suas cantinas.

O passo foi dado no sentido de atingir a meta de ser a primeira universidade portuguesa neutra em carbono até 2030. Por ano, cerca de 20 toneladas de carne de vaca eram consumidas nas 14 cantinas universitárias da Universidade de Coimbra. Cortar ou reduzir, a carne bovina do cardápio é uma forma de diminuir as emissões de carbono.

Restaurantes já tem muitas opções vegetarianas

A redução no consumo de carne também se nota nas idas aos restaurantes em Portugal. Restaurantes de bairros ou até mesmo redes maiores de fast food como o McDonald’s e o Taco Bell já oferecem opções vegetarianas em qualquer uma das suas lojas.

O Burguer King foi ainda mais longe e chegou a investir transformando a loja de Belém, em Lisboa, em uma loja 100% vegan durante um mês. Esse é o primeiro restaurante da cadeia com o conceito integralmente vegan.

Todas as escolas públicas são obrigadas a oferecem comida vegetariana

Em março 2017 foi aprovada uma lei na assembleia da República obrigando todas as escolas públicas e refeitórios públicos a prepararem uma opção de menu vegetariano para os seus alunos e colaboradores. Os estabelecimentos tiveram dois meses para implementar a nova lei e, até os dias de hoje, a regra está valendo.

No princípio do ano letivo em Portugal, os pais devem mandar instruções para a escola informando se querem que os filhos tenham acesso à opção convencional ou a opção vegetariana.

Além das preferências alimentares, a lei foi muito importante porque permitiu que crianças de culturas distintas como muçulmanos e judeus — que não comem porco, por exemplo — pudessem se alimentar na escola.

Carnes mais consumidas em Portugal

Para ter uma ideia, em termos de números, trouxemos dados das carnes mais consumidas em Portugal, segundo os últimos dados do Instituto Nacional de Estatística (INE). Em 2021, foram consumidos 20,8 quilos por habitante de carne bovina enquanto, de carne suína, foram consumidos 42,1 quilos por habitante.

É de se destacar também o consumo de 43,5 quilos por habitante de animais de capoeira (aves) e apenas 2,3 quilos por habitante de carne de ovelha e cabra. Esse número não variou muito ao longo dos últimos anos, apresentamos na tabela os dados dos últimos três anos por quilo e habitante.

Tipo de carne 2018 2019 2020 2021
Bovina 20,3 20,8 20,6 20,8
Suína 44,7 44,7 41,1 42,1
Animais de capoeira 43 44,3 44,3 43,5
Ovinos e caprinos 2,5 2,4 2,1 2,3

Os dados de 2022 ainda não são conhecidos, mas especula-se que o consumo deva ter reduzido significativamente dado o aumento da carne e do custo de vida em Portugal. Como os salários portugueses não acompanharam a rápida escalada, a estimativa é que o consumo, especialmente de carne, tenha esfriado.

Entenda as razões por trás do aumento do custo de vida em Portugal.

O sabor da carne em Portugal é diferente do Brasil?

Sim, o sabor costuma ser diferente se compararmos as carnes do Brasil com as de Portugal. Essa variação pode se dar tanto pelos cortes serem diferentes como pelos animais serem de raças distintas e virem de países diferentes.

Até a criação influencia na textura e no sabor da carne: quando o gado é criado no pasto, solto, tem características diferentes daquele que está limitado a um espaço reduzido em cativeiro.

Carnes já cortadas e embaladas em um freezer.
Se você não gosta de comprar carnes já embaladas, pode optar por comprá-la no açougue.

Há quem diga que a carne no Brasil é mais saborosa do que em Portugal e há quem prefira a carne comercializada nos açougues e supermercados de Portugal. No fundo, é uma questão de gosto, cada um tem uma percepção.

No entanto, quando o assunto é bovino, ao comprar carne em Portugal, você verá que a carne da América do Sul (Brasil, Argentina e Uruguai) é quase o dobro da carne bovina europeia. Isso acontece, pois somos os maiores exportadores de carne bovina e de alta qualidade.

As vantagens da carne fresca e/ou biológica

Os sabores também variam bastante de acordo com o local onde se compra. Açougues de bairro podem oferecer carnes mais frescas — e consequentemente mais saborosas — se comparado com grandes redes de supermercados que já expõem a carne embalada.

Há também uma diferença de sabor se pensarmos nas carnes biológicas. O frango do campo, por exemplo, é muito mais gostoso se comparado ao tradicional — mas também é mais difícil de ser encontrado e tem um custo muito mais elevado.

Como comprar carne em Portugal?

Em Portugal existem muitos açougues que, por aqui, são chamados de talho. É possível encontrar pequenos talhos locais nos principais bairros de Lisboa e outras cidades e também existem alguns talhos específicos, mais requintados, gourmet, assinados por chefs e que comercializam cortes diferenciados. Esses estabelecimentos costumam estar situados nas grandes cidades como Lisboa e Porto.

Existe um público cativo que só compra carne nos talhos locais, de bairro, mas há também quem compre nos supermercados. Nos mercados em geral existe a carne já embalada nas prateleiras, opção mais prática, ou é possível tirar uma senha e escolher com o açougueiro. Quase todos os mercados possuem um balcão onde é possível escolher a carne que quer levar para casa na hora.

Onde encontrar carne biológica em Portugal?

Antes de indicarmos propriamente os locais, devemos esclarecer o que é uma carne biológica. As carnes biológicas são consideradas mais saudáveis além de levarem em conta princípios de ecologia e sustentabilidade.

Esse tipo de carne é produzida sem hormônios e antibióticos. Os animais também não consomem rações sintéticas e são criados de forma mais respeitosa, em estábulos maiores, por exemplo. As carnes biológicas são, em geral, certificadas. Em termos de sabor costumam ser mais gostosas.

Os dois grandes empecilhos aqui são: o custo elevado e a dificuldade de encontrar para comprar nas lojas habituais. Em geral grandes supermercados como o Continente, o Lidl, o Pingo Doce e o Corte Inglés possuem opções biológicas.

O preço de carne em Portugal é mais caro que no Brasil

De modo geral, as carnes são mais caras na Europa do que no Brasil, especialmente as bovinas e suínas. A guerra da Ucrânia fez escalar ainda mais os preços de determinados alimentos. No ranking dos que mais subiram podemos encontrar justamente a carne, os laticínios e as frutas e legumes. E a expectativa é que o preço da carne continue aumentando nos próximos tempos.

A escalada de preços especificamente da carne na Europa se justifica pelo aumento dos custos de produção. Com a opção a pesar no bolso, a Associação Portuguesa dos Industriais de Carnes estima que os preços devam aumentar entre 15% a 20% até fevereiro de 2023 e, por consequência, o consumo de carne em Portugal deve diminuir entre 10 a 15%.

Linguiças sendo feitas em um churrasco.
Em Portugal, existem açougues especializados em cortes brasileiros. Assim, fazer o churrasco fica mais fácil!

Além do aumento das matérias-primas e dos aditivos, há também o encarecimento dos materiais de embalagem, do transporte e da eletricidade e gás. Esse aumento generalizado acaba tendo que ser repassado para o consumidor final.

E o peixe, o peru, o porco e o frango?

Por outro lado, o peixe costuma ser mais barato por aqui. E é muito frequente na mesa dos portugueses pratos com peixe, peru, porco ou frango. Para ter uma ideia de preços, separamos alguns cortes de carne — não só bovina como também suína, de frango e atum — para te apresentar através de uma tabela comparativa.

Os valores apresentados na planilha na coluna do Brasil estão em reais e os apresentados na coluna de Portugal estão em euros. Fizemos a pesquisa no dia 21 de novembro de 2022 e usamos os valores em Portugal da rede de supermercados Continente enquanto no Brasil recorremos à loja Extra Carne. Para todos os tipos de carne usamos como quantidade padrão um quilo.

Tipo de carne Portugal Brasil
Filé Mignon (Bife de vazia) 18,99€ R$73,99
Bacon fatiado 8,95€ R$39,98
Lombo suíno  4,99€ R$21,99
Atum em posta 11,99€ R$18,99
Frango inteiro 2,49€ R$12,09
Peito de frango 5,99€ R$14,29

É possível comparar os preços de duas formas, proporcionalmente ao salário mínimo ou convertendo os valores. Na conversão, por exemplo, um quilo de Filé Mignon em Portugal custa o equivalente a R$104,45 (na cotação de 1€ = R$5,5).

Porém, os valores isolados não são relevantes o suficiente para entender o peso real no bolso, o ideal aqui é comparar o custo em relação ao salário mínimo de cada país.

Nomes das carnes em Portugal são diferentes

Em Portugal, os nomes das carnes de vaca em geral são diferentes dos nomes que estamos habituados no Brasil. Mas não são só os nomes que mudam, os próprios cortes são bem diferentes.

Preparamos abaixo uma tabela para ter noção dos nomes correspondentes — alguns cortes são semelhantes, porém não idênticos. No Brasil há um único corte chamado Acém, por exemplo, enquanto em Portugal esse mesmo pedaço de carne é dividido em dois: a parte superior é o Acém e a parte inferior é o Peito.

Brasil Portugal
Pescoço Cachaço
Peito Maçã
Paleta
Filé Mignon Lombo ou Vazia
Fradilnha Aba
Acém Acém ou Peito
Capa de filé Vazia
Ponta de Agulha e Fraldinha Aba
Aba de Filé Prego do Peito

Conheça os restaurantes brasileiros no Porto e saiba onde matar a saudade.

Dúvidas frequentes dos brasileiros na hora de comprar carne em Portugal

Além do nome das carnes, uma dúvida super frequente entre os brasileiros é onde comprar carne em Portugal de qualidade e por um bom preço. Há quem compre no talho (açougue) do bairro e há quem prefira comprar nos supermercados. Nesse último caso, há quem prefira as carnes já embaladas colocadas nas prateleiras e há quem ache melhor pedir para o açougueiro preparar na hora.

Outra dúvida recorrente é como economizar na hora da compra da carne já que, em Portugal, o custo desse bem alimentício costuma ser elevado e pode pesar no orçamento de quem consome com maior regularidade.

Separamos abaixo algumas das principais dúvidas dos brasileiros que recém-chegados.

Onde comprar carne Wagyu em Portugal?

O Wagyu é considerada uma carne premium, das melhores carnes do mundo. Ela é mais cara e mais especializada, por isso, pode não ser tão fácil encontrar em alguns pontos de Portugal. Wagyu é uma raça originária do Japão que foi durante séculos usada no cultivo de arroz.

É possível encontrar Wagyu no El Corte Inglés, por exemplo, ou mesmo no Auchan, uma rede de supermercados tradicional com enorme variedade. Para ter uma noção em termos de custos, o Wagyu é comercializado no El Corte Inglés por preços que variam entre 36,50€ e 124,50€ o quilo.

Wagyu no Alentejo

No Alentejo, em 2013, começou a criação de vacas Wagyu. Essa espécie de vaca dá a carne kobe, considerada a mais cara do mundo. A produção no Alentejo ainda é muito pequena.

Uma curiosidade interessante: em Portugal esses animais contam com algumas mordomias como mais espaço por cabeça, sessões de música clássica e massagens. A ideia é que os animais estejam na maior calma possível porque o estado de espírito influencia na qualidade da carne.

Onde comprar carne maturada em Portugal?

A carne maturada não é tão consumida em Portugal como no Brasil. Para maturar é preciso um processo específico que demora entre 7 e 22 dias dependendo do corte. É possível encontrar carne maturada nos grandes supermercados em Portugal como Continente, Auchan, Pingo Doce ou Corte Inglés.

Em cidades menores ou em mercados de bairro pode ser mais difícil encontrar, por isso, se desejar mesmo comprar uma carne maturada, a nossa indicação é que se dirija logo para uma filial dessas grandes redes.

Onde comprar carne seca em Portugal?

Não vamos te enganar: não é exatamente fácil comprar carne seca em Portugal. Existe carne seca em conserva, geralmente comercializada pelas lojas brasileiras como a Made in Brasil ou o Mercado Brasil Tropical.

Em alguns supermercados em Lisboa e do Porto, especialmente os grandes, com um setor específico para produtos de outras partes do mundo, é possível encontrar eventualmente carne seca em pedaço embalada a vácuo ou desfiada em conserva (também embalada a vácuo).

Dicas para comprar carne em Portugal

A carne em Portugal costuma ser um produto relativamente caro, especialmente nos últimos tempos, por isso uma boa dica é verificar as promoções nos supermercados e guardar os cupons que muitas vezes são dados após alguma compra.

De modo geral, é mais barato comprar carne ao quilo ou à unidade, sem ser embalada. Apesar de mais prática, a carne embalada chega a ser até 20% mais cara — além de representar maior consumo de plástico.

Como economizar na carne

Os açougues também costumam ter promoções com kits para família ou para churrasco que são chamados de cabazes.

Esses kits possuem uma grande quantidade de carne que pode ser congelada e usada aos poucos. Existem cabazes com diferentes carnes, alguns trazem carne moída (que aqui chamam carne picada), hambúrguer, bifes de peru, carne para ensopar, carne de porco. Existem cabazes só de carne de vaca e outros que misturam carnes de animais variados. Para ter uma ideia, é possível comprar um cabaz pequeno, de 3,5 quilos, um médio, de 7,5 quilos ou um grande, de 12,2 quilos.

Comprar peças de carne inteiras também sai mais barato: comprar ao quilo um frango inteiro é, em geral, mais barato do que adquirir os pedaços separados. E você pode comprar a peça toda e pedir para o açougueiro, também chamado de talhante, partir após pesar. Encontre outras dicas de como economizar para viver em Portugal gastando pouco.

Onde encontrar carne brasileira?

Se quiser matar as saudades de casa, uma possibilidade é comprar em açougues brasileiros que geralmente existem dentro das lojas que vendem produtos brasileiros. Nesses espaços é possível comprar linguiça, carne seca e até queijo coalho. Em Lisboa existem duas lojas bastante conhecidas: Made in Brasil e Mercado Brasil Tropical. Esse último possui lojas espalhadas por outros pontos do país como Odivelas, Cascais, Vila Franca de Xira e Porto.

Agora que você já entendeu melhor o consumo de carne em Portugal e sabe que esse não é um problema, pode ser uma boa oportunidade para começar a planejar a mudança. O Programa Morar em Portugal reúne 22 videoaulas e um e-book com todos os passos do planejamento, além de dicas importantes para a adaptação.