As vagas nos cursos de odontologia no Brasil são muito disputadas nas universidades Federais e Estaduais ou possuem mensalidades bem altas nas universidades particulares. Mas será que estudar odontologia em Portugal é muito diferente?

Neste artigo, vamos explicar tudo o que precisa saber para fazer o curso em terras lusitanas, quanto custa, melhores universidades, como se candidatar e outras informações bem relevantes.

Como estudar odontologia em Portugal?

A primeira coisa que precisa saber se deseja estudar odontologia em Portugal é que o nome do curso é diferente. Em terras lusitanas, o curso se chama Medicina Dentária e, geralmente, é uma graduação com mestrado integrado.

Passo a passo

Para estudar odontologia em Portugal, você precisa realizar uma pesquisa nas universidades que oferecem o curso de medicina dentária, ler os editais de candidatura (eles abrem entre janeiro a maio) para saber se há possibilidade de você se inscrever e qual a relação de documentos exigidos na candidatura.

Com os documentos em mão, você deve realizar a sua candidatura no prazo estipulado, pagar a taxa de candidatura e aguardar o processo de seleção correr. Caso seja aprovado, deverá providenciar a matrícula na universidade e o pagamento da taxa, assim como iniciar o processo no Brasil para a obtenção do visto para Portugal.

Vale destacar, que não existe vestibular. O processo de seleção é realizado com base na análise de currículo escolar e pela nota obtida no Exame Nacional (para alunos portugueses) e, em algumas universidades, pela conversão da nota do ENEM – Exame Nacional do Ensino Médio (para alunos brasileiros).

Como é o curso de odontologia em Portugal?

Por ser um curso com mestrado em Portugal que é integrado a licenciatura (não há bacharelado), ele tem duração de 5 anos no total, sendo 3 anos para cumprir o ciclo de graduação e 2 anos para cumprir o ciclo do mestrado, totalizando 10 semestres.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Cotar Agora →
Quer morar em Portugal com segurança e qualidade de vida?

Recomendamos a assessoria boutique da Atlantic Bridge, para quem deseja ir para Portugal de forma planejada, sem contratempos e com a segurança de ser acompanhado pelos profissionais mais experientes do mercado.

Saber Mais →

Sistema de créditos europeu

Para estudar odontologia em Portugal você precisa entender que para obter o diploma, deverá acumular no mínimo 300 créditos ECTS (European Credit Transfer and Accumulation System), um sistema de avaliação desenvolvido pela União Europeia para integrar a aprendizagem dos países membros.

Na prática, cada disciplina cursada possui um valor X de ECTS. Portanto, a cada disciplina cursada, você vai acumulando esses créditos e ao final dos 5 anos da graduação com mestrado integrado, deverá ter acumulado ao menos 300 ECTS para a obtenção do diploma que confere o grau de licenciado em Ciências Básicas de Saúde Oral e mestre em Medicina Dentária.

Carga horária

A carga horária do curso de odontologia em Portugal costuma ter cerca de 8.400 horas, incluindo estágios curriculares, e em regime integral com aulas de manhã e a tarde. O número total de vagas ofertadas pode variar entre 50 a 70, mas para estudantes internacionais, as vagas são bem mais limitadas com cerca de 10 vagas disponíveis.

Ano letivo

O ano letivo em Portugal é bem diferente do Brasil. O primeiro semestre inicia em setembro, faz uma pequena pausa em dezembro para as férias de Natal e retorna em janeiro e segue até fevereiro. Já o segundo semestre letivo, inicia em fevereiro/março (pode variar entre as universidades), faz uma pequena pausa para as “férias de Páscoa” (feriado da Semana Santa) e finaliza em junho.

Há também as épocas de recurso, ou seja, provas específicas para os alunos que não obtiveram a nota mínima na cadeira (disciplina) para não ser reprovado. As provas de recurso acontecem em janeiro/fevereiro e junho/julho, a depender do calendário universidade.

Quanto custa estudar odontologia em Portugal?

O valor para estudar odontologia em Portugal varia entre as universidades e alunos nacionais e internacionais. O que você precisa saber é que tanto universidades públicas quanto privadas são pagas.

Confira o valor da anuidade de cinco universidades que oferecem o curso de Medicina Dentária.

Universidade Estudantes portugueses Estudantes brasileiros
Universidade do Porto 697€ 8.000€
Universidade de Lisboa 697€ 12.500€
Universidade de Coimbra 697€ 7.000€
Egas Moniz Cooperativa de Ensino Superior 604€ não há informações no site oficial
Universidade Católica Portuguesa 1.498€ 20% a mais que estudantes portugueses

Além da anuidade, para estudar odontologia em Portugal, pode ser solicitado alguns instrumentos e materiais de uso clínico e laboratorial para os alunos.

Existem bolsas de estudo para a licenciatura em odontologia?

Sim, mas as bolsas de estudo em Portugal para o grau de licenciatura seja ela com ou sem mestrado integrado, são bem limitadas.

Elas funcionam como Bolsas de Mérito e os critérios para se candidatar variam entre as universidades e é necessário ficar de olho nos editais abertos anualmente. Porém, como o próprio nome já deixa claro, é preciso ser um aluno de excelência e obter ótimas notas e sem arredondamentos.

Também existem bolsas para intercâmbio em Portugal, como o Programa Santander Becas, que sempre lança editais para programas de mobilidade. É preciso ficar de olho no site oficial para se candidatar. Se aprovado, será possível estudar odontologia em Portugal por 6 meses.

Estudantes de odontologia em Portugal
Para obter uma bolsa para estudar odontologia em Portugal é necessário muita dedicação.

Como se candidatar para o curso de odontologia?

Como expliquei no início do artigo, não existe vestibular em Portugal. Para se candidatar, você deve submeter os documentos solicitados pela universidade de interesse e aguardar que façam uma análise deles. Depois é torcer para receber o “aceite” (aprovação).

Em Portugal, existem de 3 a 4 fases de candidatura até que o número total de vagas disponibilizados no curso seja atingido. Se não for aceito na primeira fase, pode tentar na segunda e assim por diante. É comum não ser aprovado na primeira ou segunda fase, mas conseguir uma vaga na terceira.

Se candidatar nas universidades portuguesas pode ser complicado para muitas pessoas, principalmente, porque os sites oficiais costumam ser bem confusos e existem várias formas de candidatura. Para ajudar, recomendo o ebook Estudar em Portugal, desenvolvido pela equipe do Euro Dicas que já passou por essa experiência e tem uma expertise no assunto.

Para estudar odontologia em Portugal, existem diferentes formas de candidatura: uma exclusiva para estudantes com nacionalidade portuguesa, outra para estudantes internacionais brasileiros e outra para estudantes internacionais (dentro ou fora da União Europa). Explico as duas que mais interessa para nós.

Estudantes brasileiros

Até pouco tempo, as universidades não aceitavam alunos internacionais que desejavam estudar odontologia em Portugal. Para isso, era necessário estar morando no país a pelo menos 2 anos e cumprir outros requisitos. Essa regra ainda se mantém para quem deseja estudar medicina em Portugal.

Contudo, nos últimos anos, muitas universidades abriram as suas portas para receber alunos internacionais. A diferença do processo seletivo de estudantes internacionais com estudantes brasileiros é que muitas universidades de Portugal aceitam o ENEM como forma de candidatura para o curso de Medicina Dentária, assim como para outros cursos de graduação.

Para estudar odontologia em Portugal, você deve ler o edital da universidade de interesse para saber se ela aceita alunos internacionais brasileiros e quais os requisitos e nota mínima que deve obter no ENEM para conseguir se candidatar. É válido o ENEM do ano correspondente ou dos últimos três anos à da candidatura.

Exemplos

Na Universidade de Lisboa, por exemplo, o edital de 2022/2023 diz que o aluno deve ter obtido aprovação em Biologia no Ensino Médio, assim como uma nota no ENEM igual ou superior a 700 pontos (escala de 0-200 na escala portuguesa) na área de conhecimento Ciência da Natureza e suas Tecnologias.

Outro exemplo é o da Universidade Católica Portuguesa. Os alunos brasileiros podem utilizar o ENEM, desde que tenham obtido uma nota mínima de 100% na área de conhecimento Ciência da Natureza e suas Tecnologias ou 50% em cada uma das áreas: Ciência da Natureza e suas Tecnologias e Matemática e suas Tecnologia. Além disso, segundo o último edital deve ter obtido uma nota mínima de 60% no aproveitamento de todo o Ensino Médio.

Como pode ver, cada universidade que aceita alunos internacionais, tem o seu próprio requisito de avaliação para candidatos brasileiros. Por isso, será necessário ler o edital da universidade de interesse para ver se reúne os pré-requisitos de candidatura.

Estudantes com cidadania portuguesa

Já os estudantes com cidadania portuguesa não podem se candidatar como alunos internacionais.

Nesse caso, o estudante deve realizar o Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior, uma prova equivalente ao nosso ENEM. Para estudantes brasileiros que realizaram o ciclo básico no Brasil, será necessário validar o diploma do ensino médio em Portugal para poder realizar o Concurso Nacional.

Com o diploma do ciclo básico validado e com o comprovante de que realizou o exame nacional português e outros documentos, a candidatura deve ser realizada online através do site oficial da universidade de interesse.

Um pré-requisito para estudar odontologia em Portugal na Universidade do Porto, por exemplo, é que além do Concurso Nacional e outros documentos como histórico escolar do ensino secundário (ensino médio), o candidato também deve apresentar uma declaração médica que ateste a comunicação interpessoal.

“Ausência de deficiência psíquica, sensorial ou motora que interfira gravemente com a capacidade funcional e de comunicação interpessoal a ponto de impedir a aprendizagem própria ou alheia”, ressalta o edital da UPorto.

Uma vantagem de estudar em Portugal com cidadania portuguesa com certeza é o valor da anuidade. Conforme mostramos na tabela acima, a diferença de preço é muito grande.

Regime especial

Existem outras opções candidatura para estudantes portugueses chamadas regimes especiais, tais como:

  • Maiores de 23 anos: realização de provas específicas (uma espécie de vestibular) para comprovar a aptidão e conhecimento do estudante sem a necessidade de realizar o Concurso Nacional.
  • Titulares de outros diplomas: quem já tem um diploma de licenciatura, mestrado ou doutorado, pode se candidatar por análise de currículo e entrevista.

As vagas para os regimes especiais são bem limitadas e nem sempre há disponibilidade no ano em questão à candidatura.

Melhores cursos de odontologia em Portugal

Segundo o ranking de 2022 da Scimago Institutions, os cinco melhores cursos para estudar odontologia em Portugal são ofertados nas seguintes universidades:

  1. Universidade do Porto (posição 193);
  2. Universidade de Lisboa (posição 219);
  3. Universidade de Coimbra (posição 315);
  4. Egas Moniz Cooperativa de Ensino Superior (posição 393);
  5. Universidade Católica Portuguesa (posição 434).

Já no Shanghai Ranking de 2021, apenas duas universidades aparecem na lista, as Universidades de Lisboa e do Porto, ambas ocupando posições entre 201-300.

Estudante analisa protótipo de uma dentatura
As universidades portuguesas possuem excelência no ensino de odontologia.

Como fazer a matrícula no curso de odontologia?

Ao se candidatar e for aprovado para estudar odontologia em Portugal, você precisa realizar a matrícula. Geralmente, o Serviço de Gestão Acadêmica da universidade entra em contato através do e-mail cadastrado na candidatura com o passo a passo de como deve seguir.

De maneira geral, você pode fazer a matrícula de forma online e realizando o pagamento da mesma.

Documentos necessários

Os documentos necessários para realizar a candidatura para estudar odontologia em Portugal e fazer matrícula pode variar conforme a universidade, mas em comum são:

  • Passaporte;
  • Foto 3×4;
  • Cartão de vacinas;
  • Histórico escolar do ensino médio;
  • Diploma do ensino médio;
  • Certificado de equivalência do Ensino Médio brasileiro com o Ensino Secundário português;
  • Comprovante com a nota obtida no ENEM;
  • Declaração, sob compromisso de honra, que o candidato é elegível como estudante internacional (caso não tenha cidadania portuguesa).

Todos os documentos devem ter Apostila de Haia para serem devidamente reconhecidos e válidos em Portugal.

Como pagar a inscrição?

O valor da matrícula em pago em Euro. Portanto, é preciso ter um cartão de crédito internacional para o caso de ainda estar no Brasil e não ter conta bancária na Europa.

Outra forma de como pagar a faculdade no exterior é através das plataformas de enviar envio de dinheiro para o exterior, por meio de uma transferência TED. A Remessa Online, por exemplo, é uma que disponibiliza esse meio de pagamento com objetivo de estudo.

A outra opção é criar uma conta no PayPal e realizar o pagamento por lá. Muitas universidades oferecem esta opção de pagamento.

Precisa de visto para estudar odontologia em Portugal?

Sim.

Todos que não possuem cidadania europeia, precisam de visto para estudar odontologia em Portugal. Já aqueles que possuem dupla nacionalidade, precisam apenas realizar um cadastro na Câmara Municipal na cidade que vai morar.

O visto para Portugal deve ser solicitado ainda no Brasil através da VSF Global, uma empresa terceirizada pela Embaixada Portuguesa para desafogar trabalho nos postos consulares.

Quando solicitar o visto

O visto de estudante para Portugal deve ser solicitado assim que você receber o comunicado de que foi aceito na universidade portuguesa e fazer a sua matrícula. Com os esses comprovantes e outros documentos em mãos, deve realizar o agendamento na VSF Global e apresentá-los no dia e horário agendados.

O processo entre solicitar o visto e aguardar a aprovação pode demorar até 90 dias. E para comprar passagem aérea deve aguardar a aprovação do visto, essa é uma recomendação importante dada pelo Consulado português.

Como funciona a Autorização de Residência

Após chegar para morar em Portugal com o visto de estudante colado no passaporte, você deve comparecer ao SEF – Serviço de Estrangeiros e Fronteiras – na data e horário agendado e com os documentos em mãos para solicitar a Autorização de Residência em Portugal (AR).

É essa autorização que vai permitir que você viva e estude legalmente no país. Ela tem validade de 1 ano, sendo renovável durante todo o tempo que estudar odontologia em Portugal, desde que comprove que está cumprindo com esse compromisso.

Vale a pena estudar odontologia em Portugal?

Se vale a pena estudar odontologia em Portugal depende do que você busca.

As universidades portuguesas possuem um ensino de excelência e são bem posicionadas em rankings mundiais. Contudo, muitas universidades brasileiras federais brasileiras também se destacam nesses rankings.

Para ter uma noção, no ranking de 2022 da Scimago Institutions, muitas universidades brasileiras ocupam posições bem melhores se comparadas as universidades portuguesas. A nível mundial, as três primeiras posições de melhor curso de odontologia são ocupadas por universidades brasileiras, sendo:

  • Universidade de São Paulo (USP) ocupa o 1º lugar;
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquisa Filho ocupa o 2º lugar;
  • Universidade Estadual de Campinas ocupa o 3 lugar.

Portanto, se avaliar apenas o nível de excelência no ensino, estudar odontologia em Portugal não vale a pena, há universidades brasileiras que saem na frente. Por outro lado, se você deseja ter a experiência de estudar no exterior, vivenciar uma nova cultura e seguir carreira no país luso ou na Europa, com certeza vai valer a pena.

Outra vantagem, é que na Europa existe um programa de intercâmbio chamado Erasmus, que permite fazer mobilidade de 6 meses em outras instituições europeias. Passar por essa experiência sem dúvida alguma, será um grande aprendizado e vai agregar bastante no seu currículo.

Se achar que a experiência faz mais sentido para a você e optar por estudar odontologia em terras lusitanas, recomendo o ebook Estudar em Portugal. Ele foi desenvolvido pela nossa equipe que já passou por essa experiência e vai te guiar em toda a jornada. Desde o planejamento no Brasil, como a escolha da universidade, como se candidatar, como solicitar o visto de estudante, como calcular o custo de vida, encontrar moradia e muitos outros detalhes.