Quanto custa estudar na Itália: universidades públicas e privadas

Itália  / 

Se preparar para estudar no exterior não é tratar somente da burocracia e da inscrição na faculdade. O planejamento financeiro também é essencial e por isso é importante saber quanto custa estudar na Itália antes de se inscrever em uma universidade e arrumar as malas.

Como saber quanto custa estudar na Itália?

Para saber quanto custa estudar na Itália, é necessário fazer uma pesquisa aprofundada em cada universidade e curso. As universidades italianas têm valores diferentes de mensalidades para cada curso e para cada ano cursado, além do valor variar de universidade para universidade, claro.

O primeiro passo é definir o curso que você quer fazer. Depois disso definido, você começa a pesquisar quais universidades oferecem esses cursos. A partir daí você vai entendendo o processo seletivo de cada uma, a grade de cada curso e quanto custa estudar na Itália.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »

De acordo com o caderno de economia da RAI, em média as universidades públicas italianas cobram anualmente um valor entre 1.000€ e 1.500€ (já com as taxas descontadas).

Não se esqueça que normalmente os estrangeiros têm uma página específica no site das universidades, pois o processo seletivo costuma ser diferente, assim como o valor das mensalidades.

Veja como funciona a pós graduação na Itália.

Quanto custa estudar na Itália em universidades públicas

As universidades públicas italianas não podem cobrar dos alunos mais de 20% do valor recebido de incentivo do governo. A maioria delas possui um programa de incentivos que diminui o valor que o estudante tem que pagar de acordo com a renda familiar, podendo inclusive chegar a zero. Por esse motivo é mais complicado precisar quanto custa estudar na Itália.

Vamos dar alguns exemplos de quanto custa estudar na Itália em universidades públicas (valores anuais médios).

Confira também quais são as melhores universidades italianas.

Universidade de Bolonha

Valor médio entre 2.000€ e 5.800€, podendo reduzir, se fizer o processo de revisão de renda familiar.

Universidade de Padova

Valor médio entre 2.500€ a 2.900€;

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é o Remessa Online.


No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »

Universidade de Verona

Valor para estudantes internacionais: 1.000€.

Universidade de Trento

Tem cursos de até 10.000€, porém tem um processo de redução de custos de acordo com a renda familiar.

Politécnico de Milão

Valor da licenciatura: 3.726€, porém poderá ser reduzido de acordo com a renda familiar.

Valor do mestrado: 3.898€.

Quanto custa estudar na Itália em universidades particulares

As universidades privadas na Itália normalmente não contam com uma redução no valor dos cursos de acordo com a renda familiar dos estudantes, tornando o montante anual a ser pago sensivelmente mais alto quando comparado com as universidades públicas.

Vamos dar 2 exemplos de quanto custa estudar na Itália em universidades privadas.

Universidade LUMSA

O valor médio anual dos cursos é 3.500€, sendo que no site da universidade não consta nenhuma informação a respeito de redução do valor de acordo com a renda familiar.

Universidade Bocconi

O valor médio para o bacharelado é de 12.800€ e do mestrado 14.000€. A universidade conta com alguns programas de bolsas de mérito, que os estudantes brasileiros podem se candidatar.

Como reduzir o valor das mensalidades?

Processo da renda familiar

Em algumas universidades os estudantes estrangeiros devem pagar o valor total das mensalidades, não podendo ser beneficiados pelo programa de redução de valores de acordo com a renda familiar.

Porém, já existem algumas universidades, como por exemplo a de Bolonha, de Trento e Politécnico de Milão, que aceitam que o estudante internacional peça uma revisão do seu estatuto, de acordo com a sua renda familiar. O processo é um pouco diferente dos italianos, mas está explicadinho no site das universidades.

Bolsas de estudo na Itália

Além da redução do valor das mensalidades, os estudantes estrangeiros também podem se candidatar a bolsas de estudos na Itália. A maioria das universidades abre um edital de bolsas assim que o edital de concursos para entrar na universidade é aberto.

Veja aqui como conseguir bolsa de estudo na Europa.

Sem contar esses editais, muitas universidades premiam os alunos com notas altas, concedendo bolsas de mérito acadêmico.

O Governo Italiano também abre anualmente um concurso para bolsas de estudo na Itália, dando um apoio financeiro mensal ao estudante e ainda, dependendo do caso, pagando todas as despesas da universidade.

Não deixe de verificar como tirar o visto para estudar na Itália.

Custo de vida na Itália

Não adianta nada saber quanto custa estudar na Itália e não saber quanto mais ou menos o custo de vida para morar lá. Você tem que pensar primeiro no maior gasto que você vai ter, que será o aluguel.

Você poderá alugar um apartamento só para você (que será mais caro), alugar um quarto em uma casa dividindo com outras pessoas (tipo república), ou ficar no alojamento da universidade (se conseguir vaga).

Vamos pegar como exemplo a cidade de Turim, que tem uma boa universidade e não é tão cara como Roma e Milão. Lá, um apartamento de 1 quarto no centro da cidade custa cerca de 550€, já um quarto fica pela metade do preço.

Morar sozinho custa mais caro

Se você for morar sozinho, terá que pagar contas (água, luz, gás, internet…). Essas contas normalmente ficam em torno de 60€ (se você for bem econômico). No mercado você gasta em torno de 200€ para fazer a compra do mês, para cozinhar todos os dias em casa. Mas lembre-se que você tem a opção de comer na faculdade na Itália.

Os gastos que você vai ter vão depender de como e onde você vai viver. Se você gosta de sair muito, só come fora de casa, não gosta de andar a pé, etc, você irá gastar mais. Cada um gasta aquilo que pode, e economiza o que precisa.

Veja também quais são as cidades mais baratas da Itália.

Vale lembrar que o ano letivo na Itália é diferente do Brasil e por isso as matrículas ocorrem em datas incomuns, saiba tudo aqui.

Se você ainda não comprou a sua passagem para Itália, recomendamos fazer a cotação no portal Kayak, que compara os preços das principais companhias aéreas para que você encontre o melhor preço, vale a pena!

Em destaque no Euro Dicas
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é o Remessa Online. No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE
Autor

Julia é brasileira, formada em Turismo e mora em Portugal há 6 anos. Tirou o mestrado em Empreendedorismo na Universidade da Beira Interior e atualmente está terminando o doutorado em Gestão. Apaixonada por viagens, baladas e por fazer novas amizades, gosta de usar o tempo livre para conhecer novos países e culturas.