As 10 cidades mais seguras da Europa em 2018

Europa  / 

Em busca da qualidade de vida, aqueles que pretendem encontra-la no Velho Continente devem ficar atentos aos constantes levantamentos sobre as cidades mais seguras da Europa. Expressiva especialmente no Leste e Centro europeu, a segurança encontra excelentes níveis, acompanhada de saúde, infraestrutura e sustentabilidade.

A seguir, confira dois resultados recentes sobre o assunto, os quais avaliaram diferentes números de cidades e categorias relativas à segurança.

As 10 cidades mais seguras da Europa

Anualmente, o banco de dados global Numbeo divulga um levantamento não somente das cidades mais seguras da Europa, mas do mundo todo. São avaliadas especificamente as taxas de criminalidade em 338 cidades, as quais recebem pontuações que vão de 0 (extremamente perigosa) a 100 (totalmente segura).

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »

Para obter os resultados, foram necessárias colaborações de usuários da plataforma, que contribuem com os dados de suas próprias localidades. Para essa pesquisa, consideraram respostas referentes a perguntas como “você se sente seguro andando à noite?”, “tem medo de ser assaltado?”, “tem medo de ser atacado por estranhos?”, “tem problemas com pessoas usando ou vendendo drogas?”, dentre outras.

Os resultados a seguir foram obtidos a partir da avaliação das informações fornecidas nos últimos 36 meses, e você pode acompanhar os detalhes desse levantamento clicando aqui e aqui.

1. Basel, Suíça

Também conhecida como Basileia, Basel também é 5ª cidade mais segura do mundo. Considerada a capital cultural da Suíça, é a terceira mais populosa do país e faz fronteira com a Alemanha e a França.

  • Índice de segurança: 84.14
  • Índice de criminalidade: 15.86

2. Berna, Suíça

Praticamente saída de um conto de fadas, em segundo lugar entre as cidades mais seguras da Europa está Berna, a capital suíça. A cidade é também a 8ª com os menores índices de criminalidade do mundo.

  • Índice de segurança: 83.47
  • Índice de criminalidade: 16.53

3. Munique, Alemanha

Munique

Ocupando o nono lugar em termos mundiais, Munique é a capital do estado da Baviera e conta com aproximados 1,3 milhão de habitantes — a terceira mais populosa de toda a Alemanha.

  • Índice de segurança: 82.57
  • Índice de criminalidade: 17.43

4. Zurique, Suíça

Mais um pouco de Suíça para o ranking. A metrópole Zurique, eleita uma das cidades mais poderosas do mundo, ficou também em 13º no pódio global.

  • Índice de segurança: 81.18
  • Índice de criminalidade: 18.82

5. Nizhny Novgorod, Rússia

Logo abaixo de Zurique também no índice global, temos Nizhny Novgorod, uma importante cidade russa, especialmente em termos econômicos, científicos, educacionais, culturais e de transporte.

Precisa enviar dinheiro do Brasil para a Europa?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram e etc), a plataforma que nós recomendamos é a TransferWise.


Com mais de 35.000 avaliações positivas, na TransferWise você vai economizar até 8x nas suas transferências. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »
  • Índice de segurança: 80.84
  • Índice de criminalidade: 19.16

6. Aalborg, Dinamarca

Aalborg

Também na sequência do ranking global, Aalborg, uma das mais belas cidades dinamarquesas, atinge o 15º lugar. Além do baixíssimo índice de criminalidade, a presença cultural é um de seus chamarizes.

  • Índice de segurança: 80.18
  • Índice de criminalidade: 19.82

7. Tallinn, Estônia

Algumas posições abaixo, temos a capital estoniana, Tallinn, que abriga praticamente um terço de toda a população do país. No ranking global, a cidade ficou em 18º lugar.

  • Índice de segurança: 80.06
  • Índice de criminalidade: 19.94

Se está buscando por um novo lar, veja quais são as melhores cidades para viver na Europa.

8. Rijeka, Croácia

O país que ganhou os holofotes após a última Copa do Mundo também está no ranking com as cidades mais seguras da Europa. Conquistando ainda o 19º lugar no mundo, Rijeka é a terceira maior cidade da Croácia e o principal porto do país. Não deixe de conferir tudo sobre a Croácia.

  • Índice de segurança: 79.16
  • Índice de criminalidade: 20.84

9. Reykjavík, Islândia

Reykjavik

Capital islandesa, Reykjavík está em 21º lugar entre as cidades mais seguras do mundo. Com cerca de 120 mil habitantes, para além da segurança, a cidade também entre as mais limpas, organizadas, sustentáveis e verdes do planeta.

  • Índice de segurança: 78.09
  • Índice de criminalidade: 21.91

10. Helsinki, Finlândia

Outra capital no ranking, Helsinki é a maior cidade do país, bem como polo cultural e turístico, contando com mais de 620 mil habitantes. No índice global, conquistou o 23º lugar.

  • Índice de segurança: 77.65
  • Índice de criminalidade: 22.35

Talvez você também se interesse sobre as cidades mais perigosas da Europa.

Cidades mais seguras da Europa, segundo o The Economist

Desde o ano de 2015, o The Economist Intelligence Unit divulga anualmente o chamado The Safe Cities Index (Índice das Cidades Seguras). No último relatório, contabilizado com referência ao ano de 2017, foram reunidas 60 grandes cidades a nível global. O objetivo era o de elencar quais seriam as mais seguras, com base em determinadas variáveis.

Para chegar no resultado final, o portal The Economist considerou a média entre 4 categorias, sendo elas: segurança digital, segurança na saúde, segurança em infraestrutura e segurança pessoal. Essas categorias são subdivididas em 49 indicadores, a fim de analisar cada detalhe, pontuados entre 0 a 100, sendo 0 o extremo perigo e 100 a total segurança. A média considerada aceitável pelo levantamento é de 72 pontos.

A conclusão do índice chegou a cidades de países asiáticos ocupando as primeiras posições, e as cidades mais seguras da Europa a partir da sexta coloração. Confira a seguir quais foram as cidades europeias que encabeçaram o ranking e quais foram as pontuações obtidas.

7. Bruxelas – 83.01 pontos

Ainda dentro de um top 20 entre as mais seguras do mundo, Bruxelas está na 17ª posição e acima da média em todas as categorias avaliadas.

  • Segurança Digital: 17º lugar
  • Segurança em Saúde: 7º lugar
  • Segurança Pessoal: 23º lugar
  • Segurança em Infraestrutura: 20º lugar

6. Barcelona – 83.71 pontos

Barcelona

Medalha de bronze em termos de infraestrutura, Barcelona ocupa o 13º lugar no ranking mundial. Assim como acontece com Madri, essa é a categoria prioritária, deixando as demais para ocuparem posições consideravelmente mais baixas.

  • Segurança Digital: 21º lugar
  • Segurança em Saúde: 16º lugar
  • Segurança Pessoal: 17º lugar
  • Segurança em Infraestrutura: 3º lugar

5. Madri – 83.88 pontos

Dobradinha espanhola, dentre as cidades mais seguras da Europa, Madri foi a que obteve o maior destaque. Subindo 13 posições no ranking global, a capital tem a segunda melhor infraestrutura de segurança.

  • Segurança Digital: 21º lugar
  • Segurança em Saúde: 15º lugar
  • Segurança Pessoal: 14º lugar
  • Segurança em Infraestrutura: 2º lugar

4. Frankfurt – 84.86 pontos

Frankfurt

No ranking geral, Frankfurt alcançou o 11º lugar e se vê em constante evolução desde o primeiro relatório em 2015, melhorando em praticamente todas as categorias. Entretanto, em termos de infraestrutura, se mantém relativamente fraca.

  • Segurança Digital: 4º lugar
  • Segurança em Saúde: 12º lugar
  • Segurança Pessoal: 10º lugar
  • Segurança em Infraestrutura: 6º lugar

Não deixe de conferir quais são as cidades da Europa mais baratas para viajar.

3. Zurich – 85.2 pontos

Apesar de uma pontuação global de respeito (entre as 10 mais seguras do mundo), a performance de Zurich varia de forma substancial por entre as categorias. Em particular, a segurança digital e pessoal deixa a desejar em comparação aos outros domínios.

  • Segurança Digital: 19º lugar
  • Segurança em Saúde: 4º lugar
  • Segurança Pessoal: 20º lugar
  • Segurança em Infraestrutura: 10º lugar

2. Estocolmo – 86.72 pontos

Estocolmo

Ocupando o 8º lugar em escala global, o The Safe Cities Index concluiu que a cidade permanece na mesma colocação, ainda que sua pontuação geral tenha aumentado desde 2015. Estocolmo é a única cidade nórdica a integrar esse ranking no top 10 global.

  • Segurança Digital: 13º lugar
  • Segurança em Saúde: 10º lugar
  • Segurança Pessoal: 9º lugar
  • Segurança em Infraestrutura: 4º lugar

1. Amsterdam – 87.26 pontos

Em 6º lugar no ranking geral, a alta qualidade das medidas de segurança realizadas em Amsterdam se reflete em sua colocação no top 10 em quase todas as categorias. A capital fica ligeiramente fora do ranking apenas no domínio da segurança em saúde.

  • Segurança Digital: 4º lugar
  • Segurança em Saúde: 12º lugar
  • Segurança Pessoal: 10º lugar
  • Segurança em Infraestrutura: 6º lugar
Em destaque na Euro Dicas
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é a TransferWise. Com mais de 35.000 avaliações positivas, na TransferWise você vai economizar até 8x nas suas transferências. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Nós usamos o Seguros Promo para comparar várias opções e economizar.

    COMPARAR SEGUROS »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE

Brasileira, tem formação em Design de Games e Comunicação em Computação Gráfica. Apaixonada por tecnologia, cinema e literatura, desapegou e foi viver na Europa em 2015. De volta ao Brasil, hoje é grande entusiasta de um estilo de vida quase nômade.