Morar na Toscana é o sonho de muitas pessoas e não é à toa: com a sua excelente qualidade de vida e beleza natural, a região é uma das mais encantadoras da Itália. Mas, o processo pode ser um pouco complicado caso você não saiba quais são os requisitos necessários para comprar casa na Toscana.

Para te ajudar a fazer um bom negócio, separamos um guia completo sobre o funcionamento das etapas envolvidas na compra, os principais documentos obrigatórios e deixamos indicação de uma assessoria séria para te ajudar nesse investimento. Buona lettura!

Como comprar casa na Toscana?

Você pode comprar casa na Toscana por conta própria ou contratando o serviço de uma assessoria especializada.

Comprar um imóvel na Toscana envolve um processo legal semelhante ao de outras regiões da Itália. Caso decida comprar sozinho, você deverá enfrentar todas as etapas envolvidas de forma autônoma, como a busca por imóveis a venda, a negociação com proprietários ou imobiliárias, a entrega de todos os documentos obrigatórios e, por fim, o pagamento.

A Itália é um país conhecido pela sua burocracia complicada, principalmente quando falamos da compra de uma propriedade. O processo envolve diversas etapas e requisitos, além da entrega de documentos obrigatórios em formatos específicos. Além disso, comprar casa na Itália exige a contribuição de muitos profissionais, como o geômetra e o notário, que deverão ser contatados para executar determinadas ações.

Assim, eu recomendo que você procure a ajuda de uma assessoria especializada para facilitar a negociação e garantir o melhor negócio possível para as suas exigências sem grandes problemas.

Sozinho ou com uma assessoria, comprar casa na Toscana irá envolver as mesmas etapas. Veja um passo a passo simplificado para adquirir um imóvel na região:

  1. Faça um planejamento financeiro para a compra da casa;
  2. Contate uma imobiliária para descobrir quais são as opções disponíveis;
  3. Escolha uma propriedade e faça uma oferta;
  4. Inicie negociações sobre o preço e as condições de pagamento da casa ou apartamento;
  5. Solicite o contrato de venda (compromesso di vendita), que precisará ser redigido por um notário;
  6. Assine o contrato;
  7. Pague o depósito de garantia (de 10% a 30% do valor do imóvel) e os impostos envolvidos;
  8. Assine a escritura de compra (rogito);
  9. Registre a propriedade no Registro de Terras da cidade.

Porém, saiba que o processo pode envolver outras etapas, principalmente se o comprador não for residente no país ou se um financiamento for solicitado.

Tem muitas casas para comprar na região?

Sim, a Toscana é uma região com grande oferta imobiliária.

A Toscana é muito dinâmica do ponto de vista econômico e turístico e, dessa maneira, a oferta de imóveis à venda na região é muito vasta, mesmo nas cidades pequenas e nas áreas rurais.

É claro que a disponibilidade irá depender do local escolhido pelo comprador: em zonas menos relevantes para o turismo e a economia regional, a oferta pode ser menor. Mas, de uma forma geral, toda a região possui uma variedade de propriedades à venda considerável.

Milhares de casas na Toscana estão disponíveis para venda nos sites das imobiliárias e plataformas da Itália. Existem muitos anúncios de casas, apartamentos e vilas de todos os tipos e valores.

Em uma pesquisa rápida pelo site Idealista, em novembro de 2023, encontramos mais de 100 mil anúncios de ​imóveis à venda. Assim, é muito provável que você consiga encontrar uma casa ideal para os seus objetivos e necessidades.

Quanto custa comprar casa Toscana?

Depende. O valor irá depender de muitos fatores, como a condição imóvel, a sua localização, o seu tamanho e a sua classe energética. Sendo uma região turística e desenvolvida, as casas na Toscana não são baratas. Mas, os valores sofrem variações muito significativas na própria região.

Para que você consiga fazer o melhor negócio dentro do seu orçamento, tenha em mente que a localização do imóvel é um dos elementos mais importantes para o preço de uma casa na Toscana e eu explico o porquê: os valores das casas nas grandes metas turísticas, como Florença, podem ser inflacionados pelo turismo e costumam ser bem mais elevados.

A qualidade de vida proporcionada na Toscana é alta.
O valor médio das casas em cidades afastadas dos grandes centros da Toscana é mais baixo.

Já em cidades menores, mas igualmente bonitas, seguras e com um alto nível de vida, o valor do metro quadrado tende a ser mais baixo até mesmo em relação à média nacional.

Além disso, é importante notar também que nas zonas rurais e mais afastadas dos grandes centros da Toscana, o custo-benefício acaba sendo melhor, uma vez que os imóveis são maiores e mais espaçosos. Enquanto as cidades médias e grandes concentram a oferta de venda em apartamentos, os campos e cidades menores possuem casas e vilas para todos os gostos.

Média de preços de casa na Toscana

Em 2022, a média de preços dos imóveis na Toscana registrou um aumento de 0,4%. Os valores subiram em todas as principais cidades da região, com exceção de Lucca e Siena, que registraram uma leve queda.

Para que você possa fazer uma estimativa de quanto custa comprar casa na Toscana, separamos uma tabela com o preço médio do metro quadrado em algumas províncias (áreas) da região. Os dados foram coletados no relatório publicado pelo Idealista.

Província Preço médio do m²
Lucca 3.073€
Florença 2.975€
Grosseto 2.421€
Arezzo 1.398€
Pistoia 1.471€

O valor do metro quadrado nas províncias de Lucca, Florença e Grosseto é mais alto que a média nacional italiana em 2023 (1.980€), enquanto Arezzo e Pistoia possuem os preços mais baratos da Toscana.

Custos adicionais para comprar casa na Toscana

Assim como qualquer outra operação legal, a compra de um imóvel na Toscana envolve o pagamento de algumas taxas e impostos. Os valores não são baixos e, por isso, devem ser incluídos no cálculo do seu orçamento.

A taxa mais comum sobre imóveis é a Imposta sul Valore Aggiunto (IVA), calculada conforme o tipo de imóvel:

  • De 10% a 20% para imóveis novos;
  • 4% para imóveis de construção independente;
  • 20% para imóveis usados;
  • 22% para imóveis de luxo.

Outro gasto envolvido na compra de uma casa na Toscana é a taxa de registro do imóvel, o qual é de 10% para propriedades urbanas e 17% para propriedades rurais.

Casas na Toscana por 1 euro

O projeto “Case a 1 euro” é muito famoso em todo o mundo. Basicamente, o seu objetivo é repovoar cidades pequenas na Itália que estão ficando desertas devido ao envelhecimento da população e à falta de moradores.

Cidades de todas as regiões do país fazem parte desse projeto, incluindo a Toscana. Apesar de a ideia de comprar um imóvel por apenas 1 euro parecer um sonho, é preciso ficar atento: na maioria das vezes, as casas à venda são antigas e precisam de uma reforma completa. Aliás, o comprador deve se comprometer a apresentar um projeto de reforma após a compra.

Se você está disposto a se comprometer com a reforma do imóvel, então essa pode ser uma ótima maneira de comprar uma casa e realizar o seu sonho de morar na Toscana. Os imóveis do projeto também podem ser ideais para quem pensa em empreender e animar a economia local com uma espécie de comércio, como criando um agroturismo ou hotel.

Veja quais são as cidades da Toscana com propriedades à venda por 1 euro:

  • Fabbriche di Vergemoli;
  • Vetriceto;
  • Montieri;
  • Gragliana.

Onde buscar casa para comprar na Toscana?

Como mencionado, anúncios de imóveis à venda na Toscana estão disponíveis plataformas variadas. Mas, onde você irá buscar uma casa irá depender da sua opção: se prefere contar com a ajuda de uma assessoria ou se irá pesquisar por conta própria.

Procurar imóvel com assessoria

Uma empresa de assessoria especializada poderá te ajudar nesta etapa da compra do seu imóvel. Neste caso, os profissionais irão buscar a melhor casa na Toscana conforme as suas exigências e orçamento. É uma ótima opção para quem quer simplificar os trâmites envolvidos nesse processo, que pode ser bem cansativo.

Procurar imóvel sozinho

É possível encontrar anúncios de casas à venda na Toscana, nos sites e nas lojas físicas de imobiliárias nas diferentes cidades da região.

Mas, caso o seu objetivo seja comprar um imóvel em uma cidade muito pequena ou em zona rural, é provável que você precise buscar em imobiliárias e sites de cidades vizinhas.

Como a região é muito visada por italianos e estrangeiros, numerosas imobiliárias atuam com a venda de casas na Toscana. Conheça algumas das principais:

Outra opção para procurar uma casa por conta própria é pesquisar nas plataformas de anúncios imobiliários da Itália. Nesses sites, você pode procurar imóveis de diferentes tipos e, até mesmo, filtrar a sua busca conforme as suas próprias exigências. A principal vantagem das plataformas virtuais é que você pode começar a sua busca antes mesmo de chegar à Toscana.

Veja alguns dos melhores sites que você pode usar para começar a sua pesquisa e encontrar o seu imóvel:

Como são as casas para comprar na Toscana?

Uma das maiores vantagens de comprar uma casa na Toscana é que os imóveis à venda são muito variados e não seguem um padrão único. Assim, existem opções para todos os gostos e necessidades.

Na Toscana, você irá encontrar casas de campo construídas com pedras naturais e tijolos, seguindo uma arquitetura tradicional da região. Esses imóveis são abundantes nas zonas rurais e cidades pequenas, localizadas entre as colinas, como Chianti, San Gimignano e Montalcino. Além disso, muitas propriedades têm vista para paisagens belíssimas e oferecem um estilo de vida “italiano” autêntico.

Nas zonas mais afastadas dos centros urbanos também estão à venda as vilas (ville, em italiano), ideias para famílias numerosas. Esses imóveis luxuosos e espaçosos possuem uma ótima infraestrutura, que pode inclui jardins, piscina e outras comodidades.

Arcidosso, na Toscana
As casas tradicionais na Toscana têm paredes grossas feitas de pedra rústica.

Mas, a região é muito eclética. É possível encontrar numerosos apartamentos modernos à venda, principalmente nas grandes cidades, como Florença, a capital da Toscana.

Na região você irá encontrar também imóveis em edifícios históricos, que muitas vezes possuem séculos de idade. As casas nesses locais são, normalmente, reformadas, mas ainda conservam a estrutura da construção original.

Ah, e não se esqueça de que todas as casas na Toscana são divididas em “locali”. Assim, um imóvel não é classificado conforme a quantidade de quartos, mas sim de cômodos. Veja alguns exemplos:

  • Monolocale: somente um cômodo, como as quitinetes brasileiras;
  • Bilocale: dois cômodos, sendo um quarto e uma cozinha/sala;
  • Trilocale: três cômodos. Podem ser dois quartos e uma cozinha/sala;
  • Quadrilocale: quatro cômodos. Podem ser três quartos e uma cozinha/sala ou dois quartos, uma cozinha e uma sala.

Casas para comprar na Toscana para moradia

Comprar casa na Toscana pode ser uma excelente opção para quem pretende morar na Itália, uma vez que você estará investindo em um imóvel em uma das melhores regiões do país.

Ter uma casa própria na Toscana é a melhor forma de usufruir da qualidade de vida das cidades locais, considerada uma das mais altas de todo o país. Além disso, a Toscana é uma das regiões mais desenvolvidas da Itália e oferece oportunidades variadas para os seus moradores.

Não podemos nos esquecer também da beleza da região, que atrai milhares de turistas todos os anos. Viver em um dos lugares mais bonitos do mundo é um privilégio e tanto, não é mesmo?

Assim, eu diria que, para quem quer trabalhar na Itália, estudar ou aproveitar a própria aposentadoria, comprar casa na Toscana para morar pode ser um excelente negócio.

Casas para comprar na Toscana para investimento

Comprar casa na Toscana para investimento pode ser um excelente negócio, especialmente devido ao turismo movimentado da região.

A Toscana recebe mais de 10 milhões de turistas todos os anos e, consequentemente, o aluguel de propriedades por temporada para os estrangeiros e italianos que visitam a região é um negócio muito rentável.

Alguns tipos de imóveis podem ser ideais para quem está pensando em investimento, como:

  • Agroturismo: é uma atividade muito forte na Toscana. Nesse caso, o turista fica hospedado em uma casa agrícola que produz vinho, azeite, etc. Ótimas cidades para quem quer investir nesse ramo são: Chianti, San Gimignano, Montepulciano, Cortona, Barberino di Mugello e Volterra;
  • Apartamentos, casas e quartos: em cidades turísticas, a demanda por alojamentos é alta durante todo o ano. Assim, você pode oferecer o seu imóvel em plataformas e sites turísticos. Também é possível dividir a sua casa na Toscana e alugar cada quarto separadamente. As cidades mais turísticas são Florença, Pisa, Siena e Lucca;
  • Hotéis e pousadas: a hotelaria é um dos negócios rentáveis na Itália. É perfeitamente possível adquirir um palazzo ou casa de campo e transformar o imóvel em uma hospedagem para turistas.

Ao se tornar o proprietário de um imóvel em uma cidade da Toscana e investir no ramo turístico, você terá uma ótima forma de obter um bom retorno do seu investimento e garantir uma fonte de renda segura o ano todo.

Casas para comprar na Toscana para férias

Se você é uma pessoa que viaja para a Toscana com frequência ou que adoraria ter a oportunidade de aproveitar as suas férias com longas estadias na região, comprar um imóvel pode ser uma excelente ideia.

A principal vantagem de adquirir um imóvel para férias é que você não precisará se preocupar com hospedagem ao longo da sua viagem. Além disso, a Toscana é uma região muito bem posicionada geograficamente e, assim, é possível chegar até a maioria dos pontos turísticos facilmente, principalmente se alugar um carro na Itália.

Para fazer um bom negócio, eu recomendaria as cidades menores da Toscana, mas que ficam próximas aos grandes centros turísticos e estão conectadas às outras cidades de alguma forma (boas estradas, transporte público, etc.). Assim, você consegue encontrar imóveis maiores por um ótimo preço pelo m².

Comprar casa na Toscana dá direito a cidadania?

Não, não é possível adquirir a cidadania italiana por meio da compra de um imóvel na Toscana.

Os cidadãos estrangeiros que vivem na Itália podem adquirir um imóvel a qualquer momento. Porém, o simples ato de compra não garante a cidadania para o comprador.

Mas, a cidadania italiana por tempo de residência é concedida para todos os estrangeiros que residirem legalmente por ao menos 10 anos no país. Assim, comprar casa na Toscana pode ser o primeiro passo para adquirir a dupla cidadania por meio dessa modalidade prevista pela lei italiana.

Como funciona o financiamento para comprar casa na Toscana?

O financiamento é uma das maiores facilidades para comprar casa na Toscana, uma vez que até 80% do valor do imóvel pode ser financiado.

O processo de financiamento de casa na Itália é feito pelos bancos privados, que possuem condições e requisitos diferentes. Dessa maneira, o comprador deve negociar diretamente com o banco escolhido, estabelecendo o valor a ser pago pela entrada e o prazo para pagamento, que pode ser de até 40 anos. Caso você contrate uma assessoria, ela poderá atuar como intermediária nas negociações com o banco.

Para os jovens de até 36 anos, o governo italiano oferece um incentivo especial: o “prima casa under 36”. Por meio desse programa, os cidadãos italianos (incluindo brasileiros com dupla cidadania) são beneficiados com a isenção de muitos impostos previstos para a compra de uma casa na Itália e podem financiar o valor total do imóvel.

Independentemente da idade do comprador, o financiamento pode ser muito vantajoso para quem deseja comprar casa na Toscana, uma vez que os juros anuais giram em torno de 0,67% ao ano. Veja quais são os requisitos mais comuns para a concessão de um financiamento:

  • Ter entre 18 e 70 anos;
  • Ser residente na Itália há três anos, no mínimo;
  • Pagar uma entrada de 20% do valor do imóvel;
  • Apresentar um contratto di lavoro indeterminato (contrato de trabalho efetivo).

Como pagar a compra da casa na Toscana?

Assim como a busca por um imóvel, o pagamento de uma casa na Toscana pode ser feito por conta própria ou com uma assessoria.

Pagar a compra da casa com assessoria

O pagamento é um dos momentos mais delicados da compra de um imóvel e, dessa maneira, contar com a ajuda de uma assessoria pode ser um diferencial. Nesse caso, você irá receber todo o suporte necessário para o pagamento ser efetuado da maneira mais simples e segura possível.

Pagar a compra da casa por conta própria

Você pode enviar dinheiro para a Itália e pagar a compra da casa por conta própria. A transação pode ser realizada via bancos brasileiros ou por meio de plataformas online de transferência, como a Wise ou a Remessa Online, por exemplo.

É seguro realizar a transferência das duas maneiras, mas as plataformas virtuais costumam apresentar taxas mais baixas. De qualquer maneira, você precisará apresentar a sua declaração de Imposto de Renda (IR) para transferência do dinheiro, uma vez que o valor será superior ao limite das transações de pequeno porte (USD 3.000).

Requisitos para comprar casa na Toscana

Surpreendentemente, os requisitos para comprar um imóvel na Toscana são simples e pouco burocráticos. Veja os principais a seguir:

  • Para cidadãos estrangeiros: possuir permesso di soggiorno válido;
  • Possuir comprovante de renda;
  • Apresentar Carta d’identità ou passaporte válido;
  • Apresentar o Codice Fiscale.

Precisamos destacar que o comprovante de renda não é obrigatório, mas pode ajudar nas negociações com a imobiliária e com o banco. Todas às vezes que precisei negociar com uma agência imobiliária notei como apresentar o comprovante ou, até mesmo, uma pessoa para constar no contrato como fiador, facilita o processo.

Documentos para comprar casa na Toscana

Para comprar uma casa na Toscana, o comprador deverá apresentar uma série de documentos pessoais e relativos ao imóvel, são eles:

  • Cópia de um documento de identidade válido;
  • Cópia do Codice Fiscale;
  • Cópia da certidão de casamento, se houver;
  • Cópia de escritura pública de aquisição do bem;
  • Licença de construção original (para imóveis construídos depois de 1969);
  • Certificado de usabilidade;
  • Compromesso di vendita (contrato do imóvel);
  • Atto notarile do proprietário anterior (se for o caso);
  • Certificado de qualificação energética;
  • Regulamentação condominial.

Os documentos relativos ao imóvel que está sendo adquirido devem ser redigidos e reconhecidos pelo notaio, o tabelião italiano. Assim, é muito importante que você busque um notaio com sede na Toscana se pretende comprar casa na região.

Documentos para comprar casa na Toscana devem ser providenciados.
Empresas especializadas podem te ajudar com toda a parte de documentação, inclusive financiamento.

Além disso, tenha em mente que documentos adicionais podem ser solicitados pela imobiliária ou pelo banco ao longo do processo. Caso você tenha optado por contratar uma assessoria, a empresa será responsável por te notificar sobre novas exigências e requisitos.

Melhores cidades para comprar casa na Toscana

Em qualquer cidade da Toscana você irá encontrar qualidade de vida, segurança e beleza por toda parte. Porém, sabemos que pode ser difícil escolher um lugar dentre as inúmeras opções.

Assim, o que você acha de comprar uma casa em uma das cidades com o nível de vida mais alto? Veja quais são elas segundo o ranking publicado pelo jornal Il Sole 24 Ore:

  • Florença;
  • Siena;
  • Pisa;
  • Arezzo;
  • Lucca;
  • Prato;
  • Pistoia;
  • Massa-Carrara;
  • Grosseto;
  • Livorno.

Tenha em mente, porém, que a escolha do seu novo lar é muito pessoal e deve ser feita com muito cuidado. Ao longo da sua busca, considere alguns fatores, como:

  • Prefere zona rural ou urbana?
  • Tem preferência por uma cidade com oportunidades de emprego?
  • Irá frequentar a universidade ou uma escola?
  • Qual é o seu objetivo: moradia, investimento ou férias?
  • Tamanho da cidade: você prefere morar em uma cidade pequena, média ou grande?
  • Prefere um local turístico ou mais sossegado?

Pensar na resposta para essas questões poderá te ajudar a encontrar a melhor cidade para comprar casa na Toscana segundo os seus objetivos pessoais.

Dicas para comprar casa na Toscana

Agora que você já está familiarizado com o processo de compra de um imóvel na Toscana, veja as dicas que separamos para te ajudar a garantir um bom negócio.

  • Contrate uma assessoria especializada: contar com a ajuda de um profissional capacitado pode ser um diferencial para enfrentar este processo burocrático;
  • Verifique a classe energética do imóvel: na Toscana, a classe energética dos imóveis é classificada de A a G e, quanto mais perto da letra A, menor será o consumo de gás e energia da propriedade.
  • Documentação: verifique se a documentação do imóvel está completa e em situação regular;
  • Analise a condição do imóvel: se possível, realize inspeção completa da propriedade antes de finalizar a compra;
  • Apresente o seu Imposto de Renda brasileiro: ou, de preferência, o ISEE (IR italiano) para comprovar que possui as condições financeiras necessárias para a compra.

Buona fortuna no seu negócio!