Alemanha

Dicas para trabalhar em Berlim: como encontrar um emprego

Berlim é conhecida por ser uma cidade vibrante e com muitas oportunidades para jovens criativos e inovadores, mas não é exatamente um lugar cheio de empregos bem remunerados. Por isso, viver e trabalhar na capital da Alemanha não é uma tarefa fácil, embora também não seja impossível. Quer saber como? Veja aqui algumas dicas para trabalhar em Berlim que irão te ajudar a alcançar esse objetivo.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »

6 dicas para trabalhar em Berlim

Berlim é a cidade das start-ups. Por lá, as equipes são geralmente internacionais – formadas por funcionários de diversas nacionalidades que são responsáveis pela atuação da empresa em diferentes países.

Mas como conseguir um lugar nesse mercado sendo brasileiro? A boa notícia é que a Alemanha precisa de trabalhadores qualificados e, em dezembro de 2018, o governo aprovou uma lei que torna mais rápido e fácil para as empresas obter vistos para pessoas de fora da União Europeia, como é o caso do Brasil.

Este é um sinal positivo e significa que as coisas devem começar a ficar mais fáceis para quem procura trabalho por lá. Enquanto isso, há algumas dicas para trabalhar em Berlim que podem fazer a diferença:

1. Dicas para trabalhar em Berlim: aprenda alemão

Não vá para Berlim achando que dá para se virar na improvisação. Se você fala inglês, aprender alemão será um grande diferencial, e se não falar inglês, as suas chances de conseguir um emprego na cidade podem ser reduzidas drasticamente.

No Brasil, escolas de alemão são mais caras do que as de inglês. No entanto, se o curso tradicional não couber no orçamento, a Babbel é uma alternativa. O aplicativo oferece cursos online de alemão elaborados especialmente para brasileiros e acessíveis tanto a partir do PC quanto do smartphone. Além disso, o app é o único feito por linguistas e educadores.

A Babbel foi fundada na capital alemã há dez anos e, hoje, possui 450 funcionários de 39 nacionalidades nos escritórios de Berlim e Nova Iorque.

Na sede berlinense, 12 profissionais brasileiros tornam possível o ensino de 14 idiomas a partir do português brasileiro, além de produzirem conteúdos e criarem campanhas adaptadas para o país.

Por isso, não esqueça que quanto mais você aprender alemão, maiores serão suas chances de encontrar um bom emprego. Isso porque você vai se destacar dos demais estrangeiros médio se conseguir se comunicar com potenciais empregadores no próprio idioma deles.

“Mas o curioso é que, no fim das contas, o meu diferencial foi falar português e conhecer o mercado brasileiro”, conta Thiago Azevedo, 40 anos, CRM Manager da Babbel. “Muitas start-ups em Berlim estão tentando entrar nesse mercado. Assim, profissionais de Marketing que falam português acabam conseguindo bons empregos por aqui”.

2. Inscreva-se nas startups

As startups são uma das melhores formas de encontrar um emprego e morar em Berlim. Como empresas mais jovens e inovadoras, elas estão mais abertas à contratação de estrangeiros do que as empresas alemãs mais tradicionais, tanto que buscam e contratam intencionalmente talentos de todo o mundo, inclusive do Brasil.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é o Remessa Online.


No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »

Se você desejar trabalhar em Berlim, pode ser legar consultar o Berlin Startup Jobs, um site que reúne vagas de trabalho em várias startups da capital alemã. Frequentemente surgem posições específicas para falantes de português do Brasil.

Outra opção é ficar de olho nos sites das empresas que trabalham com o mercado brasileiro. Por exemplo, o aplicativo de idiomas Babbel é um deles.

Veja em baixo a lista de outras empresas internacionais em Berlim:

3. Pesquise na internet

Uma das mais simples e importantes dicas para trabalhar em Berlim: pesquise. Muito! Use mecanismos de busca de emprego, sites e grupos em redes sociais, como o Facebook, e faça uma varredura regular de novas oportunidades.

Recomendamos procurar diariamente. Procure empresas com sede em Berlim. Assine alertas para tomar conhecimento de novas vagas que podem lhe agradar.

Confira os 10 melhores sites para procurar emprego em Berlim:

Dicas para trabalhar em Berlim: inscreva-se em startups

4. Siga as normas alemãs é outra das dicas para trabalhar em Berlim

Mais uma dica para trabalhar em Berlim é estar ciente de que os costumes locais de emprego na Alemanha são bem diferentes de como funcionam no Brasil.

Currículo

Os alemães incluem informações pessoais em seus currículos que normalmente não fazemos no Brasil, como colocar uma foto com aparência profissional, data de nascimento e local de nascimento. Algumas pessoas até especificam seu estado civil. Essas informações geralmente ficam no topo do currículo, juntamente com seu nome e endereço.

Se você fala alemão, vale a pena ter um currículo em dois idiomas; mas verifique se a tradução é perfeita. Também mantenha seu perfil no LinkedIn atualizado, preferencialmente em inglês e com o máximo de informações a respeito da sua trajetória profissional.

Carta de apresentação

Algo muito comum em vários países europeus, a carta de apresentação (ou motivação) é indispensável para se candidatar a uma vaga de emprego em Berlim. Além disso, ela deve ser adaptada à descrição do trabalho e à própria empresa.

5. Dicas para trabalhar em Berlim: um estágio internacional pode ajudar a encontrar vagas

A AIESEC (Association Internationale des Étudiants en Sciences Économiques et Commerciales) é uma alternativa para estudantes e recém-formados.

A gaúcha Thaís Brizolara, 30 anos, foi para Berlim em 2013 fazer um estágio pela associação. Na época, ela fazia pós-graduação em Marketing e trabalhava como Headcount da Dell.

Durante o estágio (limitado a 12 meses), ela aproveitou para procurar outras vagas em Berlim: “Comecei a fazer buscas no LinkedIn e em sites sobre vagas em startups. Depois de 6 meses, fui contratada pela empresa onde ainda trabalho. Hoje, sou Senior Account Manager na Glispa”.

Agora que você já sabe mais sobre trabalhar em Berlim, veja o que escrevemos sobre fazer um intercâmbio.

6. Faça contatos

Berlim tem uma fantástica comunidade de brasileiros que se unem para oferecer apoio um ao outro e geralmente se ajudam a encontrar trabalho. Portanto, uma das mais importantes dicas para trabalhar em Berlim é fazer contatos.

Isso porque muitas vagas de emprego não são anunciadas publicamente e seus amigos podem alertá-lo para novas oportunidades que você nunca conheceria. Além disso, ter referências pessoais ou “indicações” lhe dará mais vantagem sobre outros candidatos.

Mas como fazer contatos em Berlim? Entrar em grupos e comunidades de brasileiros que moram na Alemanha são alguns dos métodos para conhecer pessoas na cidade.

Também já falamos aqui sobre os brasileiros na Alemanha, com relatos reais sobre as vantagens e desvantagens de viver no país.

Dicas para trabalhar em Berlim: é preciso obter visto?

Se você não é cidadão europeu, precisará de um visto para trabalhar na Alemanha. Provavelmente, as entrevistas serão todas online e conduzidas enquanto você ainda estiver no Brasil. Isso porque os brasileiros devem tirar o visto de trabalho na Embaixada da Alemanha no Brasil antes de viajar

Os vistos para procurar vaga de emprego, trabalho altamente qualificado, para estágio e visto de férias-trabalho são os mais procurados, tal como os vistos para estudar na Alemanha.

Uma das oportunidades para trabalhar em Berlim pode ser através do “Working Holiday” (visto de férias-trabalho) para a Alemanha, que foi aprovado no Brasil em junho de 2019 e, assim, estudantes brasileiros e alemães têm permissão para tirar esse tipo de visto nos dois países.

Ele é específico para jovens entre 18 e 30 anos de idade, que podem viajar como turistas e trabalhar de forma legal no país durante um ano.

Já o visto para procurar vaga de emprego é para quem possui um diploma de Ensino Superior, que poderá ficar até seis meses no país buscando uma colocação em sua área de formação.

Em destaque no Euro Dicas
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é o Remessa Online. No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE

Andréia Xavier

Andréia é brasileira, jornalista e consultora de viagens. O seu interesse por lugares, culturas, comidas locais, cafés alternativos e cidades antigas beira ao vício, e por isso ela resolveu unir suas duas paixões: viagens e escrita, para inspirar, ensinar e informar que o mundo é mais acessível e seguro do que a gente pensa, e muito mais maravilhoso do que a gente jamais poderia imaginar!

Erick Gutierrez

Erick é luso-brasileiro, aos 21 anos mudou para a Europa e dedica parte do seu tempo para ajudar outros brasileiros realizarem o sonho de viver na Europa. Mora atualmente em Portugal, trabalha com tecnologia e é fundador da Euro Dicas.

Artigos Relacionados

Fechar