Natal na Europa: como são as festas nos principais países?

O Natal na Europa, assim como no Brasil, é um momento de festa que inclui passar o tempo com a família, decorar toda a casa e fazer compras para amigos e familiares. Aliás, passar o Natal com a família é muito importante para os europeus. A diferença é que, pelo menos em boa parte da Europa, a comemoração especial é realizada no dia 25, e não na virada da meia-noite, como é tradição no Brasil.

Leia nosso artigo especial e confira as principais características e maneiras peculiares de celebrar as festas de Natal. Vamos lá?

Clima no Natal

Diferente do Brasil, onde as celebrações acontecem em pleno verão, o Natal na Europa acontece no auge do inverno. Para se ter ideia, em países mais ao Norte, é comum fazer temperaturas negativas e até nevar. Já nos países do Sul, como Portugal, Espanha e Itália, a média é de 13 graus durante o dia, e 6 à noite.

Além disso, para quem gosta do clima natalino completo, adultos e crianças se divertem bastante nas festas em meio a muita neve. Certamente dá um charme a mais para essa época do ano tão especial, não?

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Mercados de Natal na Europa

Uma parte especial do Natal na Europa são os mercados de Natal, uma tradição da Alemanha que vem ganhando o continente e a cada ano atrai um número maior de visitantes.

Esses são mercados de rua que acontecem ao ar livre e costumam estar localizados em grandes praças decoradas com um grande pinheiro iluminado.

Geralmente, o primeiro dia de abertura dos mercados de Natal acontece no último fim de semana de novembro ou nos primeiros dias de dezembro. Em algumas pequenas cidades, o mercado de Natal só pode abrir em fins de semana específicos em novembro ou dezembro. Eles costumam ficar abertos até as primeiras horas da manhã de 24 de dezembro.

Nesses mercados é possível comprar:

  • Decorações para árvores-de-natal;
  • Brinquedos de madeira;
  • Velas feitas à mão;
  • Roupas para o frio com temas natalinos;
  • Compotas, conservas, chocolate, doces e produtos de padaria;
  • Produtos artesanais de alta qualidade.

E para quem gosta, uma ótima pedida para aliviar o frio intenso, são as opções de vinhos e chocolates quentes.

Países com os principais mercados de Natal

Cada ano fica mais difícil escolher os mercados de Natal mais lindos. Os países realmente se esforçam para oferecer aos turistas e moradores locais as melhores opções de comidas e bebidas, sem esquecer da diversão.

Em 2019, as cinco melhores feiras de Natal da Europa foram: Tallin (Estônia); Budapeste (Hungria); Strasbourg (França); Viena (Áustria) e Erfurt (Alemanha).

Além desses países, escolhidos os melhores do continente, quem viaja pela Europa também pode encontrar feiras de Natal em:

  • Bélgica;
  • República Tcheca;
  • Finlândia;
  • Irlanda;
  • Itália;
  • Letônia;
  • Espanha;
  • Suécia;
  • Romênia;
  • Rússia;
  • Reino Unido.

Como é o Natal em Portugal?

O Natal em Portugal é uma das celebrações mais importantes do ano, uma festa familiar e que pode reunir, também, amigos próximos.

O jantar é realizado na noite de 24 de dezembro e reúne várias gerações da família. No dia 25, é costume reunir-se novamente e comer o que sobrou da noite anterior, como os “farrapos de bacalhau” que é feito com as sobras do tradicional bacalhau natalino.

O clima frio é propício para acender a lareira e reunir a família e, como muitos portugueses têm origem nas aldeias – cidadezinhas – geralmente se reúnem nesses locais para celebrar, abrir prendas e comer muito bem.

Assim como acontece em outros países europeus, é comum que as famílias, montem árvores naturais, os pinheiros de Natal. O azevinho também faz parte da decoração das casas, seja em ramos naturais ou artificiais.

Comidas típicas do Natal em Portugal

A cozinha portuguesa deixa com água na boca só de pensar em tantos pratos maravilhosos. No Natal atingimos o ápice da culinária portuguesa, com uma mesa bastante farta, seja de pratos salgados ou doces.

A lista é longa, mas dando destaque para os doces, você vai encontrar em toda mesa portuguesa a tradicional rabanada, Bolo Rei, Bolo Rainha, Aletria, Leite-creme, molotof e muitos outros.

Vila de Natal de Óbidos

Óbidos é uma charmosa cidade medieval cercada por muralhas na região central de Portugal. A cidade recebe a Vila de Natal, transformando a parte interna das muralhas com decorações especiais da festividade. Fica lindíssima e vale a visita!

Além da decoração, são vários atrativos para todos os públicos, com oficinas, feiras e, claro, o Pai Natal – sim, em Portugal Papai Noel é Pai Natal.

Confira também: 12 diferenças culturais entre Brasil e Portugal que deve saber.

Como é celebrado o Natal na Espanha?

Existem muitas tradições que marcam o período do Natal na Espanha e fazem com que essa época seja uma das mais esperadas do ano. Muito antes da véspera de Natal, já é possível sentir o clima com as decorações e luzes pelas ruas. Mas a festa em si só termina depois do Dia de Reis.

O dia 24 de dezembro: Nochebuena

Apesar do clima de Natal começar antes, com todas as ruas enfeitadas, os presépios e árvores já montados, a celebração em família começa de fato no dia 24 de dezembro.

A data é conhecida como Nochebuena e é uma das mais especiais do ano. Para os mais religiosos, há a celebração da Misa del Gallo à meia-noite, em homenagem ao nascimento de Jesus. Mas, o principal é que todas as famílias também se reúnem, à noite, para a ceia de Natal na Espanha.

O dia 25 de dezembro no Natal da Espanha

Na véspera, já começam as celebrações em família. No entanto, é no dia 25 de dezembro que se comemora de fato o Natal na Espanha.

Apesar de não se comer tanto como na ceia do dia 24, o melhor da culinária espanhola também está presente neste dia.

Ceia de Natal na Espanha

Como no Brasil, a ceia de Natal na Espanha ocorre com toda a família reunida e uma grande quantidade de pratos típicos e doces.

As famílias costumam preparar suas comidas tradicionais, que variam dependendo da região. Mas, peru, mariscos e cordeiro são os pratos principais do Natal na Espanha. Para brindar, há um bom vinho ou espumante. Vale dizer que este dia é um dos mais esperados do ano pelos doces como turrón y polvorones.

Festa de Reis na Espanha

Após as celebrações dos dias 24, 25 e do Ano Novo, as festas natalinas continuam na tradição espanhola. Assim, para fechar este período vem o Dia de Reis, a data mais esperada pelas crianças no Natal na Espanha.

A chegada dos Reis Magos

Comemora-se o Dia de Reis no dia 6 de janeiro. Porém, na Espanha as celebrações começam um dia antes. No dia 5 de janeiro, durante toda a tarde, ocorrem carreatas representando a chegada dos Reis Magos na Espanha.

Um carro circula pela cidade com pessoas representando os Reis e jogando doces nas ruas. Isso mesmo, os doces são lançados para as crianças e seus pais, que estão no caminho dessa carreata.

carreata de dia de reis no natal na espanha

Depois da Festa

Agora você deve estar pensando que a festa de Natal na Espanha acabou. Mas, na verdade, ainda não! À volta para casa reserva o momento mais esperado pelas crianças: receber os presentes dos Reis Magos.

As famílias vão jantar em suas casas e deixam seus sapatos na sala. Segundo a tradição do Natal na Espanha, os Reis Magos passam durante a madrugada para deixar os presentes junto ao sapato daqueles que se comportaram no ano anterior. E, assim, no dia seguinte, as crianças podem sair para desfrutar e curtir o último dia de festas pela cidade.

Como é celebrado o Natal na Itália?

Morar na Itália significa conhecer e vivenciar novos costumes e antigas tradições. Pequenos choques culturais? Será que muda tanto assim?

O Natal na Itália é celebrado de forma muito intensa! É, sem dúvidas, a festa mais aguardada pelos italianos e italianas, principalmente para quem mora fora da cidade natal ou região onde nasceu.

Os preparativos começam nos primeiros dias de dezembro. Mas é no dia 8, dia de Nossa Senhora da Conceição, feriado nacional, em que a contagem regressiva começa! Esse é, além disso, o dia “oficial” de montar a árvore de Natal.

Algumas famílias preferem montar a árvore de Natal no começo do mesmo mês, e fazendo a contagem regressiva para o Natal junto ao Calendário do Advento. Em Milão, por exemplo, já que o dia 7 de dezembro é dia de Santo Ambrósio de Milão, muitas famílias da cidade optam por montar a árvore nesse dia. No sul do país, mais precisamente em Bari, por outro lado, a árvore fica pronta normalmente no dia 6 de dezembro, já que é o dia de São Nicolau de Bari, santo patrono da cidade.

E claro, não podemos esquecer do presépio, uma grande e importante tradição católica, o qual faz parte do Natal italiano, principalmente nas regiões do Sul do país.

O Natal é o momento de “voltar para casa”, rever os amigos de infância, parentes e, claro, de comer a comida da nonna!

Celebração entre diferentes regiões

Sem cair muito em estereótipos, o Natal vai depender bastante de cada família e de cada região. Pode-se dizer que, de forma geral, dá-se mais importância ao almoço de Natal do que para a ceia. Nem todas as famílias, por exemplo, comemoram a Véspera de Natal – chamada de Vigilia di Natale. Inclusive, é muito comum passar a virada com os amigos e primos, de forma bem informal!

Já o almoço do dia 25, por outro lado, é sagrado! Se passa obrigatoriamente em família e é A refeição! Inclusive, existe um ditado popular sobre: “A Natale con i tuoi, Pasqua con chi vuoi”. Ou seja, “o Natal com os seus pais/familiares, a Páscoa com quem você quiser”. Portanto, passar o Natal em família está erradicado na cultura italiana!

Ceia de Natal na Itália

De modo geral, o almoço de Natal é comemorado com um super banquete! São servidos vários antepastos, três ou quatro pratos principais – em geral, o primo piatto é composto de macarrão ou sopa como cappelletti in brodo; já o secondo piatto é a base de carne!

Natal na Itália Pandoro

Se, por exemplo, se optar por fazer o “cenone di Natale” na Vigilia, pratos a base de peixe como secondo piatto vão reinar! De norma, a ceia no dia 24 é bem mais leve do que o almoço do dia 25! É conhecido por ser um dia “magro”, assim como a sexta-feira Santa!

Os doces típicos são o Panetone (típico de Milão, mas famoso em todo o país), o Pandoro (de Verona, concorrente do panetone!) e o Torrone. Não é difícil encontrar doces com frutas secas, como uva-passa.

Como é comemorado o Natal na França?

Quando comparamos com o Brasil, o natal na França tem mais cara de natal, já que o país é bastante tradicionalista e católico, além do frio característico. Muitas famílias vão à missa na noite do dia 24 de dezembro, antes ou depois da ceia de jantar, este é um dos dias do ano em que as igrejas ficam mais cheias.

Apesar de muitas famílias viverem em cidades diferentes, as pessoas costumam se reencontrar para comemorar o natal junto. Assim como no Brasil, existe uma ceia na noite do dia 24 e um almoço de natal no dia 25. A troca de presentes costuma ser feita na manhã do dia 25, antes do almoço.

Para falar a verdade, não vejo muitas diferenças quanto à comemoração do natal na França e no Brasil. As principais distinções estão no cardápio e em algumas tradições, como eu irei explicar abaixo.

Tradições do Natal na França

A França é um país que leva o natal muito a sério, por isto, todo o mês de dezembro as cidades ficam enfeitadas, com luzes e árvores-de-natal e recebem os incríveis Marchés de Noël, que são como se fossem feiras de natal ao ar livre. A mais famosa do país fica na cidade de Estrasburgo, na Alsácia, região muito próxima à fronteira com a Alemanha.

Este ano, devido à pandemia, todas as feiras de natal foram, infelizmente, canceladas. Com diversas barraquinhas que vendem desde produtos típicos, até deliciosos comes e bebes, estas feiras são lugares de encontro e, apesar do frio, atraem milhares de pessoas.

natal na frança

No entanto, não é apenas o Marché de Noël que marca as tradições do natal na França. Depois de mais de 3 anos morando aqui, fiz uma lista das principais tradições de natal no país:

Ceia de natal

Diferente do que acontece no Brasil, os franceses não costumam comer peru ou outras aves no natal, mas sim peixes. Como o inverno é a boa temporada para as ostras, elas costumam fazer parte das entradas e, como prato principal, é geralmente o salmão que é escolhido.

Frutas como mandarines (pequenas mexericas) são espalhadas na mesa, assim como torradinhas com foie gras, patê de fígado de ganso proibido no Brasil. Para o francês, comer é uma religião, então as tradições natalinas estão quase todas ligadas à gastronomia.

Árvore de natal

Apesar de não ser uma tradição apenas francesa, notei que aqui na França as pessoas não compram árvores de natal artificiais, como fazemos no Brasil. Aqui, os Sapins de Noël são naturais e costumam ser vendidos em diversas lojas e ruas desde o início do mês de dezembro.

Bûche de Noël

Esta é a sobremesa típica de natal na França, vendida em todas as boulangeries do país no mês de dezembro. A bûche é uma espécie de rocambole feito de sorvete, que pode ser encontrado em diversos sabores e possui o formato de tronco de árvore.

Papillote de Noël

Esta, sem dúvidas, é a minha preferida! Durante todo o mês de dezembro, prateleiras inteiras de supermercados são preenchidas com sacos e mais sacos dos famosos papillotes, que nada mais são do que bombons de chocolate. Porém, cada bombom é embalado separadamente e acompanha um papelzinho com uma frase ou poesia famosa. Eles podem ser encontrados em diversos sabores e também costumam ser distribuídos ao longo da mesa de jantar para a ceia de natal.

Calendário de Advento

Aqui na França, diversas marcas – de cerveja a chocolate, costumam vender um calendário de advento. Neste calendário, cada dia do mês possui uma espécie de mini lembrancinha ou presente, até o dia 25 de dezembro, o tão esperado dia de natal. A origem do calendário de advento é alemã, mas ele é muito usado na França, sobretudo para conter a ansiedade das crianças.

Os mais tradicionais são feitos pelas marcas de chocolate, mas eu já vi de marcas de cosméticos, cerveja, vinho, maquiagem. Este é um excelente presente para brasileiros, que não estão acostumados com isto e podem ganhar 25 presentes de natal!

Descubra quando é o dia dos namorados na Europa e as diferenças para o Brassl.

O Natal na Inglaterra

O Natal na Inglaterra começa muito antes de dezembro. Os ingleses gostam muito desse período e começam os preparativos bem antes do dia 25. Algumas sobremesas tipicamente natalinas, como o bolo de Natal, devem começar a ser preparadas seis semanas antes.

Na Inglaterra, o dia de Natal é o dia mais especial para comemorar, já que normalmente se trabalha na véspera de Natal e as lojas abrem novamente no dia 26 para as liquidações do Boxing Day.

Tradições do Natal na Inglaterra

Todo país tem suas tradições de Natal e não poderia ser diferente com a Inglaterra. Na terra da Rainha, uma importante tradição é dar e receber cartões de Natal. É um costume popular desde a década de 1840, e é uma honra estar na lista de cartões de Natal de alguém. Mas não é só isso. Veja algumas tradições típicas de Natal na Inglaterra:

Costumes da Inglaterra: conheça as diferenças do país inglês.

Decoração e presentes

Decorar árvores de Natal em tempo para o grande dia tem sido uma tradição popular desde que o príncipe Albert (marido da rainha Vitória) decorou uma árvore no Castelo de Windsor em 1841, tradição vinda da Alemanha.

Tradicionalmente, os ingleses decoram a árvore em três cores: verde, vermelho e dourado. Além disso, também temos a tradição de pendurar doces em uma árvore de Natal originária da Grã-Bretanha.

Um atributo indispensável da decoração são as meias de Natal deixadas na porta do quarto ou na cabeceira da cama, pois são nelas que o Papai Noel irá deixar os pequenos “treats”, como chocolates e outras surpresas menores. Todos os anos, as crianças escrevem cartas para o Papai Noel que devem ser queimadas na lareira para que ele saiba seus desejos e traga os presentes desejados.

Além disso, as crianças costumam deixar cenouras, copo de leite, tortas de carne moída, cerveja, doces e biscoitos próximos à árvore para o Papai Noel e suas renas. A maioria das crianças vai para a cama antes da meia-noite, esperando a visita do Papai Noel.

Natal na Inglaterra

Descubra, também, como são as festas de Ano Novo na Europa.

Jantar de Natal

Aqui na Inglaterra as famílias comem um grande jantar assado no dia de Natal. A refeição envolve carne assada (geralmente peru), batatas assadas, cenouras, couves de Bruxelas, pastinacas, recheios, Yorkshire pudding e pequenas salsichas enroladas em bacon – tudo coberto com molho.

O pudim de Natal é a sobremesa principal, um recheio de frutas secas, nozes, especiarias, melado preto e muito xerez ou conhaque. Ele deve começar a ser preparado um mês antes da festa para que seja bem fermentado. Antes de servir, o pudim é derramado com rum e inflamado. Antes de partir um pedaço, a tradição é fazer um pedido porque acredita-se que ele será realizado assim que provar o prato.

Além do pudim, os ingleses fazem tortas doces com recheio e bolo de Natal.

O Discurso da Rainha

Outra tradição de Natal na Inglaterra é o discurso da Rainha no dia 25 às 15h, quando ela compartilha seus pensamentos sobre o ano até hoje e o futuro.

A tradição começou em 1932, quando o Rei George V leu um discurso especial escrito por Rudyard Kipling. A transmissão foi um enorme sucesso. Então, até hoje a Rainha Elizabeth II continua a tradição. Todos os anos, ela transmite sua mensagem no dia de Natal e é ouvida por milhões de pessoas em todo o mundo. Na Inglaterra, a maioria das pessoas assiste ou escuta enquanto digere o Jantar de Natal!

Boxing Day – 26 de Dezembro

Para quem mora na Inglaterra, outra data super esperada durante todo o ano é o dia 26 de dezembro, quando é comemorado o famoso Boxing Day, tradicionalmente um momento para dar presentes a comerciantes, empregados e amigos. Frequentemente, também são praticados esportes no Boxing Day no Reino Unido, especialmente corridas de cavalos e partidas de futebol.

Atualmente, no entanto, esse é mais um dia voltado para promoções no comércio. Hoje, o Boxing Day é basicamente um grande dia de compras para os britânicos, semelhante à Black Friday nos Estados Unidos.

Então, como vocês puderam perceber, o Natal realmente é uma época especial em todos os principais países da Europa, que ganham um charme especial com o frio e até neve.

Ficou com vontade de morar em um dos países europeus e viver toda essa magia? Sugiro a leitura do nosso Ebook Sonho de Viver na Europa, um livro de inspiração com a história de vários brasileiros que vieram para o continente, suas vitórias, dificuldades, perrengues, experiências e muito mais. Confira!

Andrea é jornalista e também tem formação em Linguística. Apesar de nascida em Curitiba, não demorou muito tempo para seu coração ganhar o mundo. Começou a trabalhar com agronegócio, área que a fez ganhar gosto para trabalhar fora do escritório, com pessoas de culturas e lugares diferentes. Com uma câmera na mão, desbravou inúmeras cidades e nunca mais parou. Decidiu unir a paixão pela profissão e pelas viagens e fez disso sua vida. Viajou por todos os cantos do Brasil e também se aventurou pelos Estados Unidos, sete países da África e Ásia. Ao lado do filho já morou no Sri Lanka e no Vietnã. Desde 2018 vive na Inglaterra e divide seu tempo entre a maternidade, produção de conteúdo e viagens pelo Reino Unido e Europa.

Carolina é mineira e vive no Porto, em Portugal, desde 2018. Conheceu a cidade em 2013, quando realizou um intercâmbio acadêmico, se apaixonou e voltou para estudar e aproveitar o que o país tem de melhor; a qualidade de vida. Ama organizar roteiros de viagens detalhados e compartilha um pouco das experiências de viagem no @ourvieworld. Mestre em Ciências da Comunicação pela Universidade do Porto e graduada em Jornalismo pela Puc-Minas, se especializou em Marketing Digital, área na qual atua há 6 anos.

Diogo é arquiteto e urbanista, graduado pela UFRRJ, mestre em Meio
Ambiente e Arquitetura Bioclimática pela Universidade Politécnica de Madrid
e em Cidade e Arquitetura Sustentáveis pela Universidade de Sevilha.
Já morou em Madrid, Lyon, Porto, Braga e Lisboa, mas hoje reside no sul da
Espanha. Já visitou 17 países do mundo, ama escrever e estudar novas
línguas. Atualmente, também trabalha com mídias digitais e produção de conteúdo.

Bruna é bacharela em Letras e mestre em Comunicação. De um jeito ou de outro, está constantemente em contato com as palavras, seja escrevendo, falando, lendo, revisando, ensinando ou traduzindo. Após dois intercâmbios e alguns anos entre Brasil e Itália, se mudou para o país da bota em 2017, onde também se sente em casa.

Gabriela é brasileira, jornalista e vive na França, onde faz mestrado em comunicação. Apaixonada pelo país desde sempre, foi na França que ela se encontrou e aproveita este espaço para dar dicas e contar histórias e curiosidades sobre este país que vive no imaginário de muita gente. Com um gosto particular por cultura e viagens, ela é nômade digital e nunca mais pretende deixar de ser.

Artigos relacionados

Family Search: descubra como funciona e se vale a pena usar

Se você está em busca de um serviço online de genealogia o Family Search pode ser uma opção. Entenda como funciona e se vale a pena usar.

Apostila de Haia: o que é, como fazer e quanto custa

Entenda o que é a Apostila de Haia, por que ela ajuda quem quer morar fora do Brasil, quais documentos pode apostilar e onde apostilar.

Carta de motivação: modelos e dicas para preparar o documento

Confira dicas para preparar uma carta de motivação, um modelo desse documento e veja exemplos de como escrevê-la para intercâmbio, mestrado e universidade.

Erasmus Mundus: o que é e como funciona esse programa de intercâmbio

O Erasmus Mundus é um programa de intercâmbio que oferece bolsas para brasileiros. Veja como funciona, como se candidatar e dicas para ser aprovado.

Países fáceis de imigrar: veja os 4 mais receptivos da Europa

Confira a lista de países fáceis de imigrar e descubra o porquê da facilidade. Veja como é a adaptação, visto e burocracias para brasileiros nesses países.

Carta convite: o que é, para que serve e como fazer a sua

Carta convite: conheça a função e os requisitos do documento que pode ser usado na imigração e veja modelos para fazer a sua.

Câmbio de moedas

EURO € : R$ 0.00

LIBRA £ : R$ 0.00

DÓLAR $ : R$ 0.00

Ouça nosso Podcast

Curta nossa página

Euro Dicas no Youtube

1