Se você está pensando em sair do Brasil e chegou até este artigo, você está no lugar certo e na hora certa. Talvez você tenha pensado, vou recorrer ao meu plano B: vou mudar para Portugal.

Então fique por aqui e siga a leitura para entender quais são as principais motivações para sair do Brasil, conhecer o que Portugal tem de bom para oferecer e saber se é a melhor decisão para você. Vamos lá?

Mudar para Portugal como plano B

São muitos os motivos que podem fazer uma pessoa ter vontade de sair do Brasil e morar em Portugal, variando desde razões bem pessoais até um sentimento de insatisfação com o país.

A instabilidade do momento no Brasil, a insegurança e o medo ou mesmo a vontade de voar para fora do ninho são alguns dos mais comuns.

Instabilidade político-financeira no Brasil

Nos últimos anos, o Brasil vem passando por momentos de muita instabilidade política, que foram ainda mais agravados com a chegada da pandemia do coronavírus em 2020.

Como consequência disso tudo, surgem dificuldades financeiras, aumento do desemprego, elevação de preços, dentre outros reflexos.

Essas são razões que levam muitas pessoas a decidir reiniciar a vida em Portugal, motivadas pela esperança de poder viver em um país com políticas mais estáveis e mais direcionadas às necessidades da população.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Cotar Agora →
Quer morar em Portugal com segurança e qualidade de vida?

Recomendamos a assessoria boutique da Atlantic Bridge, para quem deseja ir para Portugal de forma planejada, sem contratempos e com a segurança de ser acompanhado pelos profissionais mais experientes do mercado.

Saber Mais →

Como sempre comentamos aqui, é bom que fique claro que Portugal não é um país para “fazer dinheiro” e enriquecer, mas é um lugar onde se pode viver muito bem, experimentando uma grande sensação de segurança e estabilidade. E isso, para muita gente, é o que mais importa!

A estabilidade se reflete na garantia de que o governo português trabalha para implementar políticas públicas que possam atender a população, na segurança financeira, na oportunidade de acesso a bons estabelecimentos de ensino e serviços de saúde pública com bastante qualidade.

Medo da insegurança

O medo e a insegurança no Brasil é um dos motivos que mais são apontados pelas pessoas que decidem sair do país e morar em Portugal. E não é para menos: o país é um dos mais seguros do mundo, basta acompanhar os números registrados para confirmar essa informação.

Em Portugal, a segurança é percebida de diversas maneiras, não só pelos baixos índices de criminalidade em geral e pela sensação de segurança ao andar na rua, seja de dia ou à noite.

Se você começar a observar as pessoas em Portugal, vai ver facilmente como todos estão relaxados nas ruas, ocupando os espaços públicos e sem maiores preocupações com a insegurança ou com furtos, por exemplo.

Logo a seguir mostraremos alguns dados recentes sobre a segurança no país. Mas, saiba desde já, que Portugal é mesmo uma escolha bem acertada para quem preza pela segurança acima de tudo.

Mulher em parque, segura
Em Portugal, existe a segurança de frequentar parques sem medo de roubos ou violência

Vontade de voar longe

Outra razão bem diferente, mas que também impulsiona muitas pessoas, é a vontade de voar para longe e experimentar a vida em um país diferente para conhecer uma nova cultura e viver experiências inéditas.

Por aqui, vemos de tudo um pouco: há brasileiros que se mudam para Portugal para estudar, para trabalhar, sozinhos ou acompanhados da família toda. Há quem venha temporariamente para estudar e decide ficar e há quem venha para empreender.

Isso sem falar nos muitos aposentados brasileiros que escolhem o país para aproveitar a aposentadoria (chamada de reforma em Portugal), principalmente no lindíssimo Algarve.

Veja quais são os perfis e os principais desafios dos brasileiros em Portugal.

Há mais motivos

Acredito que esses sejam os principais motivos que levam os brasileiros a decidir planejar a sua mudança para Portugal. Mas, além disso, é bom lembrar que o país tem muitas outras qualidades: um custo de vida bem mais acessível (principalmente em comparação com outros países europeus) e com poder de compra, transportes públicos eficientes, rodovias com qualidade e uma gastronomia muito rica.

Não dá para esquecer também da facilidade de adaptação da língua, que não é a mesma, é verdade. Mas, em pouco tempo e com um bocadinho de esforço, a comunicação flui com bastante facilidade.

Ficou curioso com as diferenças da língua? Então faça o download gratuito do nosso Minidicionário Português de Portugal e Português do Brasil.

Portugal é um país muito seguro

Como já adiantamos, Portugal é um país muito seguro para viver.

Segundo os dados do mais recente (publicado em 2021) Global Peace Index (o Índice Global da Paz), Portugal é o quarto país mais seguro do mundo, ficando atrás apenas da Islândia, Nova Zelândia e Dinamarca.

O Índice é produzido com base na análise de 23 indicadores em três áreas centrais: padrão de segurança e proteção social, extensão de conflitos internos e externos em curso e grau de militarização

Analisando esse ranking, percebemos que entre os 50 países europeus, Portugal é o terceiro lugar mais seguro para se viver. Para que você tenha uma ideia comparativa, dentre os 163 países analisados pelo Global Peace Index, o Brasil ocupa a 128ª posição.

Observe que mesmo nas cidades onde existe maior registro de ocorrências criminais, os números não são tão assustadores. Na capital, Lisboa, onde há o recorde de registros, foram 4.963 no ano de 2021. Já no Porto, a segunda cidade com mais ocorrências, foram registradas 1.854 no mesmo período.

A saúde pública em Portugal é de qualidade

É isso mesmo! Os serviços de saúde pública em Portugal, prestados pelo Sistema Nacional de Saúde (SNS), tem muita qualidade.

médica de saúde pública em Portugal
A saúde pública em Portugal tem qualidade e a população confia no serviço

Entretanto, antes de explicar mais sobre o funcionamento do sistema, vale a pena esclarecer que a saúde pública do país não é 100% gratuita. Na maior parte das vezes, os pacientes (utentes) pagam um valor pequeno pelos serviços utilizados e pela medicação. O valor pelos atendimentos e exames é chamado de taxa moderadora e os custos com a medicação são chamados de comparticipação.

Confira alguns exemplos das taxas moderadoras cobradas em 2022:

Tipo de atendimento Custo
Consulta de medicina geral ou familiar 4,50€
Consulta de enfermagem 3,50€
Consulta com médico de especialidade 7€
Consulta em domicílio 9€
Atendimento de urgência básica 14€
Atendimento de urgência polivalente 18€

Como funciona o sistema de saúde pública

As pessoas que moram legalmente em Portugal (e possuem PB4 ou o Estatuto da Igualdade de Direitos e Deveres) têm direito a fazer a sua inscrição em um Centro de Saúde, onde receberão a atribuição de um médico de família. Esse médico será responsável pelo seu atendimento primário e fará os encaminhamentos necessários de exames ou atendimento de especialidade.

Caso o Centro de Saúde não tenha vagas para o médico de família, não há motivo para preocupação. Sempre que precisar de atendimento, você poderá se deslocar ao Centro onde é inscrito e fazer uma consulta aberta, sendo atendido por um médico de plantão.

Convém lembrar que não é necessário, já que o sistema de saúde português funciona muito bem, mas, se preferir, você também pode usar os serviços de saúde privada em Portugal. Comparativamente ao Brasil, os valores dos seguros são bem mais em conta.

A educação em Portugal é barata e reconhecida mundialmente

O sistema de ensino de Portugal possui muita qualidade e as escolas e universidades do país são reconhecidas por isso. Além disso, o ensino nas escolas públicas é totalmente gratuito, ficando a cargo dos pais apenas os gastos com alimentação e material do aluno.

O ensino básico é dividido em três ciclos (do 1º ao 4º ano, 5º e 6º ano e do 7º ao 9º ano), e obrigatório por lei.

Já o ensino secundário, do 10º ao 12º ano, finaliza a carreira escolar e prepara o estudante para o ingresso no ensino superior. Esse também é dividido em três ciclos: graduação, mestrado e doutoramento (doutorado).

A qualidade da educação pública do país se reflete nos números revelados pela Direção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência em 2021. Dos 1.595.312 alunos matriculados nas escolas do país, quase 80% (1.273.979) frequentam escolas públicas.

Quanto à educação superior, de acordo com as informações da Base de dados Pordata, em 2021, 47,5% dos portugueses entre 25 e 34 anos tinham o ensino superior completo, um número acima da média da União Europeia, que é de 41,2%.

É o país mais próximo do Brasil na Europa

Além de todas as vantagens que já falamos até aqui, outro fator interessante é lembrar da proximidade entre Brasil e Portugal, tanto geograficamente como culturalmente.

Geograficamente

Portugal é o país europeu que fica mais próximo do Brasil e, dependendo de onde você mora, em poucas horas de voo já estará com os pés em solo português. Essa também é uma grande vantagem, tanto para a viagem da mudança como para as férias no Brasil para matar a saudade da família.

Um voo direto saindo de Fortaleza aterrissa em Lisboa em sete horas. Já saindo do Rio de Janeiro, o trajeto dura um pouco mais de nove horas.

Culturalmente

Brasil e Portugal são dois países diferentes, é claro. Mas também é uma realidade que existem muitas semelhanças culturais que nos ajudam a ter aquele sentimento de que estamos em casa.

Além do idioma, a receptividade dos portugueses é outra semelhança. É verdade que, em geral, os portugueses podem ser um pouco mais tímidos no primeiro contato, mas costumam ser muito prestativos.

A comida é outra semelhança cultural que faz bastante diferença e, dependendo da região do Brasil onde você mora, com certeza vai reconhecer vários pratos.

O costume do cafezinho também é outro hábito que une as duas culturas. Em Portugal, qualquer encontro de amigos ou reunião de trabalho é motivo para sentar em uma cafeteria e apreciar um bom café.

Portugal também tem pelo menos duas festas que acontecem no Brasil: o carnaval e o São João. Claro que são comemoradas de forma diferente, mas vale muito a pena conhecer, principalmente o famoso São João do Porto.

Existem diversos tipos de vistos que você pode solicitar

Outra grande vantagem de escolher morar em Portugal é o processo de obtenção de visto. O país oferece diversos tipos de vistos, para várias situações. Veja quais são:

  • Visto D4: para estudantes, intercambistas e estagiários;
  • Visto de trabalho: para quem tenha um contrato de trabalho ou promessa de contrato de trabalho;
  • Visto D2: para imigrantes empreendedores e trabalhadores autônomos;
  • Visto D3: para profissionais altamente qualificados;
  • Visto D7: para pessoas aposentadas ou que possuam rendimentos garantidos;
  • StartUP Visa: para imigrantes empreendedores que planejam abrir uma empresa com características inovadoras;
  • Golden Visa: uma autorização de residência para investimento, destinada às pessoas que façam algum dos investimentos permitidos pela lei (valores a partir de 250 mil euros).

Com exceção do StartUP Visa e do Golden Visa, todos os pedidos de visto devem ser feitos previamente no Brasil, através da empresa VFS Global.

O StartUP Visa precisa ser requerido na plataforma própria do programa e o Golden Visa deve ser solicitado no Portal ARI, após a concretização do investimento.

Se você tiver uma cidadania europeia (ou a possibilidade de solicitar) fica ainda mais fácil

Pois é!

Para quem já tem a sua cidadania europeia ou pretende obter, mudar para Portugal é ainda mais fácil. Com a cidadania de qualquer um dos países da União Europeia, você tem trânsito livre pelos países do Bloco e não precisa solicitar um visto para morar em Portugal.

Caso você tenha cidadania portuguesa, basta organizar a sua mudança, conforme os seus objetivos de moradia, trabalho ou estudo. Lembre-se de verificar e preparar a documentação com calma.

Quem possui cidadania de outro país europeu, precisará fazer um registro na Câmara (Prefeitura) da cidade onde vai morar em Portugal. Mas isso também é simples e resolvido com facilidade.

Independentemente de qual seja a situação da sua nacionalidade europeia, tê-la vai facilitar muito a sua chegada e a sua vida no país. A burocracia é muito menor, os valores pagos com estudos são inferiores e você pode até ter mais facilidade para encontrar um trabalho em Portugal.

Se você deseja ter acompanhamento de um advogado para garantir maior segurança e agilidade na obtenção da nacionalidade portuguesa, nós recomendamos a Assessoria da Atlantic Bridge. São profissionais experientes e da nossa confiança para ajudar a orientar o seu processo. Entre em contato.

São muitas vantagens! Veja também a lista completa dos benefícios de obter a cidadania portuguesa.

Não está feliz no Brasil? Avalie o plano Portugal

Se você chegou até o fim deste artigo é porque já deve estar bem convicto de que vai se mudar para Portugal, certo? Mesmo que ainda seja uma ideia inicial ou pareça um plano distante, saiba que é perfeitamente possível concretizá-lo.

Sejam quais forem os motivos que façam com que você queira sair do Brasil, o mais importante é que você tenha em mente que calma e planejamento são a chave do sucesso para uma mudança bem-sucedida.

Busque todas as informações necessárias e tire proveito dos inúmeros artigos publicados aqui no Euro Dicas. Neles, nós falamos sobre todos os temas e etapas importantes para a organização e concretização desse plano.

Aproveite e conheça também o Programa Morar em Portugal, um programa completo com videoaulas e um ebook que trata de cada uma das fases da mudança, no Brasil e em Portugal.

Boa sorte, bom planejamento e uma excelente mudança!