Morar na França: tudo sobre visto, emprego, custo de vida e cidades

França  / 

A França habita o imaginário das pessoas desde sempre. Seja pelos filmes, por ser um centro mundial de moda, bons perfumes e excelente gastronomia ou até mesmo pela cultura que exala do país europeu, morar na França pode ser um sonho.

Em diversas cidades francesas se encontram brasileiros, alguns a turismo e muitos que já moram aqui. De acordo com o Itamaraty, mais de 70 mil brasileiros residem atualmente na França e hoje você vai descobrir como fazer isso. Confira!

Como é morar na França na opinião dos brasileiros?

Para mim e muitos brasileiros que conheço, morar na França é muito bom. É um aprendizado a cada dia. Contato com uma cultura que apesar de algumas similaridades com a brasileira, tem muitas diferenças (boas e ruins). Mas isso depende de cada um, de seu estilo de vida e de suas prioridades.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »

Morar na França é ter acesso a cultura e segurança todos os dias. Mas é também estar longe de sua família e amigos que ficaram no Brasil. É poder aprender novos pontos de vista de uma outra cultura, é poder comparar e poder escolher quais aspectos quer usufruir da cultura brasileira e quais aspectos quer adaptar da cultura francesa. É adaptação a todo momento. É se redescobrir. Mas também, dependendo da cidade, é passar frio muitos meses do ano. É não ver o céu azul do Brasil por diversos dias.

Visto para morar na França

Caso você queira morar na França por mais de 90 dias ou então trabalhar na França, você deve pedir um visto de acordo com o seu caso num dos consulados da França no Brasil. Os principais vistos possíveis para você vir morar na França são:

  • Estudante;
  • Pesquisador;
  • Trabalho;
  • Cônjuge de francês;
  • Visitante;
  • Religiosos;
  • Férias e trabalho.

Veja os detalhes dos principais tipos de visto para a França abaixo:

Visto de estudo

A primeira é através do visto de estudante, uma autorização com duração máxima de 1 ano que pode ser renovado ano a ano, conforme a necessidade e duração do curso.

Visto de trabalho

Uma outra maneira é solicitando o visto de trabalho, documento que deve ser pedido pela empresa que pretende contratar o colaborador estrangeiro.

Visto de investimento

Uma terceira forma é com o visto de investimento onde o interessado deve ter pelo menos 30% do capital social de uma empresa em seu país de origem, crie no mínimo 50 empregos diretos na França ou invista dez milhões de euros no país europeu.

Dupla cidadania

Por último, se você possui dupla cidadania de outro país da União Europeia (como Itália, Espanha, Portugal, Alemanha e etc.) é possível pedir visto para morar na França.

Consulte mais informações sobre vistos para a França no site do consulado geral da França no Rio de Janeiro e no site schengenvisainfo (em inglês).

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é o Remessa Online.


No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »

Descubra ainda quais os documentos para morar na França e como consegui-los.

As melhores cidades para morar na França

Tudo vai depender do que você busca, pois existe praticamente uma França para cada gosto. A capital e maior cidade do país, Paris, é onde existem mais oportunidades, porém é também onde o custo de vida é mais alto. Se gostar de muito movimento, sem dúvida venha morar em Paris.

Marselha, segunda maior cidade francesa e que tem quase 800 mil habitantes, fica no sul do país e tem sua economia baseada no porto da cidade, considerado o mais importante da França e um dos mais importantes do Mar Mediterrâneo. Além disso, o custo de vida na cidade é mais baixo em relação a Paris.

Outras cidades interessantes para morar

Lyon é a terceira maior cidade da França com quase meio milhão de habitantes, é um importante centro de comércio e negócios do país e pode ser uma excelente escolha. Toulouse, Nantes, Nice e Strasbourg também podem ser excelentes cidades para morar na França, porém tudo vai depender da sua área de atuação profissional e dos seus planos. Caso queira o mar com a calmaria, Montpellier é uma excelente opção. Se não gostar do frio, dê preferência às cidades do sul da França.

Veja nossa lista completa com as melhores cidades da França para morar e também as pequenas cidades da França boas para viver.

como morar na franca nice

Como é o mercado de trabalho na França

A França é a quinta maior economia do mundo, segunda maior da Europa e considerada uma potência mundial. Com grandes empresas (privadas e estatais), o país europeu conta com 39 companhias entre as 500 maiores do mundo, um feito que coloca a França como o primeiro da Europa na lista da Fortune Global 500.

Também já escrevemos um texto sobre como trabalhar na França.

Você tem que ter um bom currículo

Obviamente que, com tantas grandes empresas, emprego existe, porém é um mercado extremamente exigente em relação a formação (acadêmica e profissional), especialmente em áreas como a de tecnologia.

A França tem um índice de desemprego elevado

Importante lembrar que atualmente a França possui um índice de desemprego de 9,3% (dado de agosto de 2018), ou seja, em se tratando de Europa e de um país desenvolvido, é grande a quantidade de pessoas desempregadas. Tenha em conta que, por exemplo, na Alemanha o índice é de 3,4% e no Reino Unido de 4,0%.

É importante falar outros idiomas

O mais importante é estar com os documentos em dia (visto correto e válido). Falar francês é necessário para alguns empregos como em restaurantes, lojas e trabalhos ligados ao turismo. Já para empregos como de TI, o inglês muitas vezes é suficiente. Há também algumas empresas como de construção/reforma de imóveis que possuem muitos portugueses e brasileiros, então às vezes mesmo falando apenas o português é possível conseguir um emprego.

Aprender francês: veja aqui as melhores maneiras.

Estudar na França

Pode-se dizer que a forma mais simples de morar na França é para estudar. O visto de estudante te permite trabalhar, então mesmo que você não consiga uma bolsa de estudo, você pode tentar se manter com um trabalho nas horas que não tiver aula. De uma forma geral as principais formas de estudar na França são:

Curso de Francês

Você pode vir fazer apenas um curso de francês e com as horas vagas conseguir um emprego para complementar a renda. As principais cidades escolhidas para quem vem fazer curso de francês são Paris, Montpellier e Bordeaux.

Faculdade – Graduação

Outra maneira muito comum é vir fazer um intercâmbio durante a sua faculdade. Diversas universidades brasileiras possuem convênios com universidades francesas que permitem que seus alunos venham estudar na França por 1 ou 2 anos e muitas vezes ganhando o diploma da universidade brasileira e francesa. Muitos desses convênios oferecem bolsa de estudo para os alunos suficiente para se manter na França (mesmo em Paris) durante os estudos.

Mestrado, Doutorado e Pós-Doutorado

A França é um país repleto de universidades de todos os campos. É muito comum encontrar mestrandos, doutorandos e pós-doutorandos estrangeiros. Para isso, veja a universidade de seu interesse e aplique para o processo seletivo.

Cada universidade possui um processo seletivo diferente. E muitos oferecem bolsas de estudos para estrangeiros. Caso não consiga uma bolsa de estudo francesa ou europeia, você pode tentar uma bolsa de estudo pela CAPES.

Campus France

Independente do estudo que você venha realizar na França, você deverá passar pelo processo do Campus France como primeira etapa para você conseguir seu visto de estudante.

Basicamente há duas maneiras:

  • Você já tem a carta de aceite da universidade francesa: então basta anexar os documentos no site do Campus France e seguir os procedimentos para o visto;
  • Você não possui o aceite ainda de nenhuma instituição francesa: então pesquise no site do Campus France pois lá eles informam sobre as várias oportunidades que estão abertas.

Quanto custa morar na França

Se você pensa em morar na França, mas a grana está curta, meu conselho é que risque Paris da sua lista. Realmente a capital francesa não é para quem está com pouco dinheiro, pois tudo por lá é muito mais caro do que o habitual. Veja em baixo uma tabela com vários exemplos de custos na França em Euro e Real.

Exemplos de custos para morar na França
Leite (1 litro)  0.94€ R$ 4,03
0.5 L cerveja (supermercado)  1.55€ R$ 6,64
1 kg de laranja 2.21€ R$ 9,47
1 kg de Carne de Vaca 15,99€ R$ 68,51
Cappuccino 2.64€ R$ 11,31
Bilhete único no Transporte público (Trem/Metrô/Ônibus) 1.60€ R$ 6,86
Gás 55.00€ R$ 235,66
Eletricidade, Aquecimento, refrigeração, água e lixo  139,22€ R$ 596,52
Custo da Gasolina 98 (por litro)  1.42€ R$6,08
Internet (ADSL) 27,64€ R$ 118,43
Moradia, apartamento com 1 quarto no centro da cidade  660,84€ R$ 2831,64
Pré-escola 651,04€ R$ 2790
Subscrição no academia 36,96€ R$ 158,36

Todos os valores foram consultados em janeiro de 2019 no site Numbeo e as conversões para real feitas no Google com o euro a R$4,28.

Veja o custo de vida na França, de maneira detalhada com todas as despesas, e também qual é o salário mínimo na França.

Cidades mais baratas

Se você pretende morar na França para estudar, considere Toulouse. A cidade no sul do país foi considerada a mais barata da França para os estudantes em um estudo publicado recentemente, além de Marseille e Bordeaux.

Morar em Paris não é para todos os bolsos

Em Paris o aluguel de um apartamento studio de 10 metros quadrados pode rondar os 450€ (quatrocentos e cinquenta euros) e um de 30 metros quadrados (dependendo do bairro) chega fácil aos 1.000€ (mil euros) mensais.

Com certeza o custo de moradia é o que mais pesa.

Clima na França

Diferente da maioria das cidades brasileiras, o clima da França possui as 4 estações do ano são bem definidas. As estações são ao contrário do Brasil. Ou seja, de dezembro a março é inverno na França. A primavera vai de março a junho, em seguida o verão que vai até setembro. Já o outono começa em setembro e termina final dezembro, quando volta o inverno.

De uma forma geral, o sul da França é mais quente e o norte da França, que além de mais frio é também mais chuvoso.

Saúde na França

A saúde pública na França é paga. Ou seja, você paga a consulta e depois o governo te reembolsa boa parte das despesas, o reembolso varia entre 70% e 100% dos gastos. Você também pode contratar uma Mutuelle (seguro de saúde) que pagará o que o governo não te reembolsar. Muitas empresas oferecem esse seguro de saúde aos seus empregados.

Saiba tudo sobre a saúde na França neste artigo.

Vale a pena morar na França?

Existem vantagens e desvantagens de morar na França, como em qualquer país do mundo. Cada pessoa possui seus objetivos e preferências. Se vale a pena ou não, vai depender do estilo de vida de cada um. Abaixo listamos alguns pontos que podem ser vistos como possíveis vantagens e desvantagens de se morar na França para te auxiliar a fazer o seu julgamento.

Vantagens

  • Segurança;
  • Qualidade de vida;
  • Acesso à cultura;
  • Sistema de Saúde pública de qualidade;
  • Ensino gratuito e de qualidade;
  • Mistura com diversas culturas.

Desvantagens

  • Necessidade de dominar a língua francesa;
  • Distância da família e amigos;
  • Adaptação a uma nova cultura;
  • Custo de vida elevado;
  • Começar do zero;
  • Frio durante boa parte do ano, não tem o céu azul de praticamente todos os dias como temos no Brasil.

Antes de decidir sobre vir morar na França ou não, liste tudo o que você considera importante na sua vida, suas prioridades, o que pode abrir mão, o que não viveria sem, o que deseja para seu futuro.

Depois de analisar todas essas variáveis, se desejar vir para a França, pesquise qual seria o melhor tipo de visto para as suas pretensões e depois escolha a cidade de acordo com os seus possíveis gastos e oferta de emprego/estudo.

Desejamos que estas informações te ajudem a clarear alguns assuntos e a se planejar para vir morar na França. Depois de tomada a decisão de se mudar, persevere, não desista na primeira dificuldade. Mudar de país é uma etapa da vida muito importante, coisas boas e ruins irão acontecer e só o tempo te ajudará a confirmar se você tomou a melhor decisão.

Para entrar no país você vai precisar de um seguro viagem para a França, veja aqui como contratar o seu.

Em destaque no Euro Dicas
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é o Remessa Online. No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE
Autores

Elaine é brasileira e mora em Paris há dois anos. Completamente apaixonada por Paris desde pequena, sempre sonhou em  morar na cidade Luz. Adora viajar, fazer novos amigos, conhecer novas culturas e descobrir cada vez mais sobre França e a cultura francesa.

Amanda é brasileira, jornalista, mestre em Ciências da Comunicação pela Universidade do Minho (Braga, Portugal). Mora desde 2014 em Portugal. Escreve para seu site Vagas pelo Mundo sobre oportunidades de emprego, a experiência de morar fora, bolsas de estudo e vistos para morar no exterior.